Buscar

EXERCICIOS (1)

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 36 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 36 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 36 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

1
1.
Um conceito, mais orientado para uma abordagem econômica, define gestão como o processo
de tomada de decisão sobre como utilizar recursos limitados de modo a otimizar determinados
objetivos. Recursos, objetivos e decisão são considerados como elementos-chave da gestão.
Tendo em vista esses elementos, é CORRETO afirmar que:
B.
Os fatores naturais dizem respeito aos recursos de base.
Os fatores naturais dizem respeito aos recursos de base. Por exemplo, numa interpretação
ampla do termo "terra", um dos tipos agregados de fatores a que nos referimos engloba todos os
fatores naturais: a terra propriamente dita, mas também todos os recursos naturais, incluindo
nomeadamente a água, os minerais, a energia, entre outros.
2.
As políticas que traduzem as intenções da instituição, ao serem transformadas em práticas,
materializam-se na gestão. Uma boa educação requer fazer investimentos. Entretanto, "a
dimensão financeira, que é um componente fundamental da gestão, tende a ser ignorada na
formulação de promessas e planos. Por isso mesmo é que um grande contingente de boas
intenções se desvanece na medida em que avança o cotidiano da gestão" (VIEIRA, 2007, p.
59).
Sobre a dimensão financeira da gestão, é CORRETO afirmar que:
A.
O fracasso de diversos programas ocorreu porque os planos de educação tendem a pecar por
dois problemas: de um lado, o excesso de propostas; de outro, a falta de previsão orçamentária.
Uma gestão eficiente estabelece metas de curto, médio e longo prazos, e trabalha arduamente
pelo sucesso daquelas que são prioritárias.
3.
Em uma gestão eficiente, tanto nas funções administrativas quanto pedagógicas, deve-se
buscar um relacionamento próximo e tranquilo com a equipe de trabalho, mobilizando os
supervisores e os professores para o cumprimento dos objetivos educacionais estabelecidos na
escola.
No processo de ensino e de aprendizagem, é fundamental que os alunos sintam-se
interessados em sua própria aprendizagem. Nesse sentido, a interação entre o gestor e os
alunos é importante.
Marque a opção que dialoga CORRETAMENTE com essa premissa.
E.
O problema do clima interno das escolas tem como foco a questão da organização do ambiente
escolar, ou seja, a existência ou não de um clima propício ao ensino-aprendizagem.
Um ambiente de trabalho organizado é destacado na afirmativa como de grande importância
para o aumento do rendimento do trabalho e da motivação de toda a equipe.
4.
Gestão pode ser compreendida como processo, atividade, técnica e prática de conduzir uma
ação, ideia, intenção ou organização na direção dos objetivos estabelecidos. Abrange múltiplos
aspectos, com destaque para os papéis, as funções e os objetos (pessoas, instituições,
materiais, bens e serviços). Traçando um panorama histórico, a administração se divide em três
blocos históricos, a saber:
a) Teorias tradicionais de gestão;
b) Teorias modernas de gestão;
c) Teorias emergentes de gestão.
Sobre essas categorias, é CORRETO afirmar que:
B.
Nas teorias as modernas, destacam-se a Administração Por Objetivos (APO), defendida por
Peter Drucker, que sustenta: “A administração e os administradores constituem necessidades
específicas de todas as entidades, da maior à menor”. Portanto, o gestor é um elemento
indispensável na entidade.
Não há instituição que sobreviva sem administrador
5.
Compreender a instituição como um sistema é uma abordagem contemporânea da gestão.
Numa visão mais superficial, pode-se afirmar que os sistemas possuem três componentes
principais:
• Parte física: instalações, materiais, equipamentos que constituem a infraestrutura do sistema.
• Tecnologia (o como fazer): conjunto de procedimentos operacionais (especificações de tarefas,
atividades, rotinas) próprios de cada sistema.
• Elemento humano: pessoas que operam o sistema.
(Adaptado de: http://www.drb-assessoria.com.br/1guiadodiretoremdezlicoes.pdf)
Sobre esses três componentes, é CORRETO afirmar que:
E.
A parte física, a tecnologia e a dimensão humana são componentes que, embora tenham uma
natureza diferente, atuam diretamente na instituição, configurando os processos e a própria
instituição. São, portanto, parte importante da gestão.
Os três componentes possuem o mesmo valor ontológico na configuração da instituição.
2
1.
Os primeiros estudos sobre a organização educacional surgem em meados de 1930 e são
basicamente marcados por características de que tipo?
B.
Burocráticas.
Sim. As características burocráticas são marcas dos anos de 1930 e definem os primeiros
estudos sobre a organização educacional.
2.
Como o tipo de gestão escolar técnico-científica também pode ser chamado?
C.
Tradicional.
Sim. Gestão escolar tradicional é considerada como um sinônimo da gestão técnico-científica.
3.
Qual tipo de gestão escolar tem como característica a comunicação realizada de forma
verticalizada?
C.
Técnico-científica.
Sim. A visão técnico-científica é representada por uma comunicação realizada de forma
verticalizada, vinculada às questões de poder.
4.
Assinale a alternativa que contém uma característica de uma gestão escolar autogestionária.
E.
As funções não são exercidas unicamente por uma pessoa, mas sim alternadas entre os
sujeitos.
Este é um tipo de gestão escolar autogestionária.
5.
Assinale a alternativa que contém eixos básicos de uma gestão democrática-participativa.
B.
Descentralização - participação – transparência
Sim. Esses três eixos representam uma gestão democrática-participativa
3
1.
Realizar a direção dos órgãos centrais responsáveis pela educação é uma tarefa complexa que
exige competências técnicas e preparo profissional. Sobre esse aspecto, avalie as seguintes
asserções e a relação proposta entre elas:
I - Um dirigente de órgão central da educação em qualquer nível da federação (federal, estadual
e distrital ou municipal) deve conhecer muito bem como se encontra estruturado o sistema
educacional brasileiro para ser competente em suas ações.
PORQUE
II – Os sistemas de ensino federal, estaduais e distrital e municipais funcionam de forma
integrada e a partir do regime de colaboração para atender suas demandas pertinentes e
assegurar uma gestão democrática em suas respectivas instituições de ensino.
A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta.
D.
As asserções I e II são verdadeiras, e a asserção II é uma justificativa correta da asserção I.
Conhecer como se estrutura e se organiza o sistema educacional brasileiro é fundamental para
conduzir bem o gerenciamento educacional em todos os níveis da federação, seja na União, nos
estados e Distrito Federal e nos municípios. É preciso ter ciência de que o sistema educacional
se compõe pela junção dos sistemas de ensino de cada ente da federação, que abrangem os
respectivos órgãos educacionais, suas instituições de ensino pertinentes e os órgãos colegiados
que apoiam essas ações de gestão. Da mesma forma, é importante conhecer o regime de
colaboração entre os entes que, mesmo tendo atribuições específicas, são corresponsáveis e
solidários em busca dos objetivos educacionais brasileiros.
2.
“As políticas educacionais oficiais também não entram nas unidades escolares da mesma
maneira. Há múltiplos entendimentos a respeito delas. Há diferentes acomodações ou formas de
resistências para cumpri-las. Quando elas se materializam no cotidiano escolar, essa
materialização é impar” (SANFELICE, 2006, p.23).
A partir da citação e de seus estudos a respeito da ação dos dirigentes educacionais e sua
relação com o desenvolvimento das políticas públicas educacionais no interior da escola,
pode-se afirmar que:
A.
existe uma relação direta na forma como o gestor escolar se sente em relação à política
educacional e a transmite (ou não) a sua equipe de trabalho e a todos da comunidade escolar.
De acordo com a citação e os estudos da Unidade de Aprendizagem, a forma como os gestores
escolares aderem (ou não) às políticas públicas educacionais influencia diretamente sua equipe
de trabalho gestora e a comunidade escolar em que atuam. Dessa forma, cabe ao dirigente
educacionaldesenvolver sua liderança e capacidade de comunicação e articulação política para
poder fazer cumprir da melhor maneira as políticas educacionais a seu encargo ou do seu
respectivo sistema de ensino.
3.
Uma das maneiras de entender as exigências que são requeridas para a gestão realizada pelos
órgãos centrais da educação é através do triângulo: projeto – capacidade de governo –
governabilidade.
Acompanhe as afirmativas abaixo e marque a que apresenta uma descrição correta em relação
a um desses vértices do triângulo de governo.
D.
A governabilidade se evidencia pela busca de recursos, estabelecimento de parcerias e
articulação política.
O triângulo de governo é formado pelos seguintes vértices: projeto (representa o foco e a
finalidade da educação no âmbito dos sistemas de ensino, é representado pelos planos de
educação, que são projetos de planejamento estratégico educacional); capacidade de governo
(conquistada quando se desenvolvem as competências de gestão, técnicas, habilidades e
metodologias necessárias para a condução das ações); governabilidade (percebida a partir do
uso eficiente dos recursos disponíveis, das parcerias estabelecidas, do comprometimento
desses parceiros e da articulação política que faz com que as pessoas se engajem nas ações
desencadeadas).
4.
Rodrigo não tem formação na área da educação, sendo o diretor-proprietário de uma escola de
educação infantil que se encontra em franca expansão em seu município, por apresentar alguns
diferenciais em seu trabalho com a aprendizagem das crianças e na estrutura física da escola.
Sua escola funciona regularizada em relação aos documentos da Junta Comercial e possui o
alvará de funcionamento da prefeitura, porém está com um problema junto ao Conselho
Municipal de Educação (CME), pois argumenta que “sua escola é particular” e, por isso, “não
precisa se submeter às regras da gestão pública”.
Assinale a alternativa que corresponde de forma correta à interpretação de Rodrigo sobre a
gestão educacional e os sistemas de ensino e sua ação.
D.
O erro apresentado por Rodrigo é o fato de considerar sua escola como não pertencente ao
sistema municipal de ensino por ser uma instituição privada.
Rodrigo, mesmo sendo leigo, deve, obrigatoriamente, contar com uma direção da escola
constituída por profissional da educação habilitado que evitaria esse tipo de erro em relação aos
órgãos de gestão educacional do município e suas ações. É importante esclarecer que todas as
instituições de ensino, sejam públicas ou privadas, fazem parte do sistema de ensino municipal
e devem se submeter às normas, credenciamento e autorização de funcionamento, o que,
normalmente, é realizado pelo Conselho Municipal de Educação. Dessa forma, Rodrigo erra ao
considerar-se fora do sistema de ensino e deve, sim, submeter-se e cumprir com as exigências
do CME, assim como todas as demais escolas do sistema
5.
Para reforçar a gestão democrática e promover a participação e integração entre os sistemas de
ensino, existem alguns Conselhos de Direitos que atuam em diferentes frentes. Analise os
conselhos citados e associe a primeira e a segunda colunas, de forma a estabelecer a correta
relação entre elas.
I – Conselho Municipal de Educação
II – Conselho Escolar
III – Conselho Estadual de Educação
IV – Conselho de Alimentação Escolar
V – Conselho Tutelar
( ) Órgão que produz normas para o funcionamento do sistema de ensino estadual, bem como
pela construção do Plano Estadual de Educação.
( ) Formado por representantes da comunidade escolar, tem como missão zelar pela escola e
acompanhar as ações dos gestores da instituição.
( ) Funciona no âmbito municipal, auxiliando a prefeitura no controle e fiscalização da
alimentação escolar disponibilizada às escolas.
( ) Responsável pela elaboração das normas de funcionamento e fiscalização das instituições
de ensino existentes no âmbito municipal.
( ) Sua missão principal é zelar pelos direitos das crianças e adolescentes, incluindo nestes o
direito à educação que o leva a aproximar-se das escolas.
A.
III, II, IV, I, V.
Existem alguns conselhos que exercem significativa importância por relacionarem-se direta e
indiretamente com a gestão pública educacional nos âmbitos municipais e estaduais. Entre eles:
Conselho Municipal de Educação (com funções normativa, consultiva, deliberativa e
fiscalizadora, costuma regular todas as ações educacionais e as instituições de ensino do
sistema de ensino municipal); Conselho Escolar (formado pelos membros representantes da
comunidade escolar, garante o acesso e a participação previstos na gestão democrática);
Conselho Estadual de Educação (realiza a direção das ações educacionais do sistema estadual
de educação, assessorando a Secretaria de Educação do Estado em suas políticas
educacionais); Conselho de Alimentação Escolar (auxilia na busca por uma alimentação de
qualidade nas escolas e fiscaliza o programa de alimentação escolar); Conselho Tutelar (busca
zelar pelos direitos das crianças e dos adolescentes presentes no Estatuto da Criança e do
Adolescente, agindo sempre que necessário para garantir o direito à educação das crianças).
4
1.
Embora ambos sejam utilizados na condução das ações públicas, a administração e a gestão
apresentam significados distintos. Analise as afirmativas a respeito dos conceitos de
administração e gestão e marque a alternativa correta.
B.
O termo "gestão" é mais recente, sendo uma reconfiguração da administração, visando a ser
flexível e adaptável à realidade contemporânea.
"Administração" é o termo que surge primeiro, formulado por pesquisadores que atuavam na
expansão das indústrias no século XIX, sendo posteriormente utilizado em todas as
organizações, tanto públicas quanto privadas. "Gestão" é um termo mais recente e surge pela
necessidade de evolução e adaptação da administração, a fim de acompanhar as exigências
das mudanças ocorridas na sociedade posterior à década de 1990, sobretudo nas questões de
dinamismo, flexibilidade e adaptação das organizações, para poderem continuar sendo
eficientes e atingir seus resultados (eficácia). Logo, são dois termos diferentes, porém acabam
ambos se fazendo presentes ainda hoje na grande maioria das organizações públicas e
privadas, perseguindo os objetivos de cada uma em particular.
2.
A Constituição Federal de 1988 estabelece princípios para que a administração pública atue de
forma ética e transparente na busca do bem público. Assinale a alternativa que apresenta os
princípios constitucionais da administração pública.
E.
Legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência.
O gestor público educacional deve pautar suas práticas a partir dos princípios constitucionais da
administração pública, que são: o princípio da legalidade, que estabelece leis que deverão ser
utilizadas para nortear o trabalho do gestor; da impessoalidade, que procura garantir que não
haverá favorecimentos ou tratamentos diferenciados entre as pessoas; da moralidade, que visa
a garantir ações éticas e moralmente aceitas pelos gestores; da publicidade, que permite que
haja transparência e se tornem públicas as informações a todos da sociedade; e da eficiência,
que significa que será realizado o melhor uso de recursos e perseguido o atingimento dos
objetivos educacionais da oferta de educação de qualidade a todos. Lembramos que educação,
saúde, habitação, saneamento e segurança pública são políticas sociais, e não princípios da
administração pública, bem como as ações de planejamento, organização, direção e controle
são consideradas os fundamentos da administração pública.
3.
Os gestores escolares se encarregam do cumprimento das políticas públicas educacionais em
suas escolas. Analise as alternativas sobre a relação entre as políticas públicas educacionais e
a gestão escolar e marque a afirmativa correta.
Você acertou!
A.
As políticas públicas educacionais fornecem diretrizes a serem postas em prática pelos gestores
educacionais, que deverão atuar cumprindo os princípios da administração pública.
A gestão escolar compreende agir nasáreas administrativa, pedagógica e financeira e, para que
as ações dos gestores possam estar em consonância com o que é determinado pelo Ministério
da Educação, são necessárias políticas públicas educacionais que possam nortear as ações dos
gestores escolares, fornecendo regras, recursos e suporte para que as instituições de ensino
possam perseguir seu objetivo maior de ofertar aprendizagem significativa e de qualidade a
todos os seus alunos. Dessa forma, a gestão educacional tem relação direta com as políticas
públicas educacionais, que devem ser amplamente conhecidas pelos seus gestores.
4.
“A gestão do projeto pedagógico é tarefa coletiva do corpo docente, liderado pelo gestor
responsável, e se volta para a obtenção de um outro princípio constitucional da educação
nacional, que é a garantia do padrão de qualidade” (CURY, 2007, p. 489).
A partir da citação do autor, é correto afirmar:
C.
Para garantir a qualidade do ensino de uma escola, é necessária a realização de uma gestão
participativa na construção do projeto pedagógico.
A citação remete a dois princípios constitucionais que tratam sobre as instituições de ensino: a
gestão democrática e a garantia da qualidade de ensino e aprendizagem a todos. Reforça a
ideia de que as ações do projeto pedagógico da escola devem proporcionar a participação da
coletividade, sendo o gestor responsável (diretor) encarregado desse envolvimento. Quando
existe participação nesse processo, a busca pelo padrão de qualidade requerido aumenta e as
escolas podem atingir esse objetivo de forma mais eficiente.
5.
Segundo a Constituição Federal de 1988 e a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional,
as instituições de ensino públicas deverão adotar a gestão democrática. Analise as alternativas
e marque aquela que apresenta práticas de gestão educacional democrática e participativa.
B.
Eleição dos gestores escolares pela comunidade escolar; participação na associação de pais e
mestres.
A gestão democrática e participativa é percebida a partir do momento em que existem espaços
abertos para que a coletividade possa inserir-se na escola e, assim, fazer parte de sua gestão.
Dessa forma, podemos citar algumas dessas práticas como: a eleição dos gestores da escola
pela comunidade escolar; a participação de alunos no grêmio estudantil das escolas; a
participação de pais e docentes nas associações de pais e mestres; a participação da
comunidade escolar no conselho escolar; a participação de representantes de pais e da escola
no Conselho Municipal de Educação; os canais abertos de comunicação e sugestões para a
comunidade; a construção coletiva e participativa do projeto político-pedagógico da escola, entre
outros.
5
1.
O gestor de uma escola pública abriu uma licitação para contratação de serviços de pintura na
sua unidade escolar. Uma vez finalizada a licitação, ficou provado que as empresas licitantes
haviam entrado em combinação prévia sobre os preços a serem apresentados em suas
propostas, de modo que um deles vencesse essa licitação e os demais as seguintes que
viessem a ser realizadas.
Nessa licitação, um dos princípios da licitação foi transgredido, dando base legal para a
anulação do processo. O princípio que foi transgredido no caso relatado foi o da: 
Você acertou!
A.
moralidade.
O princípio transgredido nessa licitação foi o da moralidade que afirma que, em uma licitação,
devem ser obedecidos critérios que resguardem o interesse público e a ética dos atos dos
agentes envolvidos. O princípio da legalidade afirma que as compras e contratações devem ser
feitas segundo as normas legais, enquanto o princípio da publicidade afirma que deve ser dada
ampla divulgação do instrumento convocatório da licitação, bem como de todos os atos de sua
realização. A probidade administrativa afirma que não pode haver prejuízo às verbas públicas e
ao patrimônio público, devendo-se buscar o menor custo, sem o prejuízo da qualidade. O
princípio da igualdade define que devem ser dadas oportunidades a todos os interessados em
fornecer bens e serviços de qualidade, sem que haja qualquer tipo de favorecimento.
2.
O patrimônio escolar material e imaterial tem um papel de grande relevância para os processos
de ensino e de aprendizagem. As formas de gestão desse patrimônio são diferentes nas escolas
privadas e públicas. Sobre a gestão do patrimônio da escola pública, é correto afirmar que:
B.
a gestão do patrimônio é de responsabilidade do diretor escolar, que deve zelar por ele,
administrá-lo e prestar contas sobre suas condições de uso.
A gestão do patrimônio escolar é de responsabilidade do diretor escolar que deve zelar por ele,
administrá-lo e prestar contas sobre suas condições de uso, aos órgãos responsáveis pela
educação pública, como o Ministério da Educação e as Secretarias Estaduais e Municipais da
Educação. A definição da responsabilidade está prevista em lei e não pode ser alterada por
vontade da comunidade escolar. Alunos, professores e a comunidade escolar, como um todo,
devem ser corresponsáveis por essa gestão, engajando-se nas ações para a preservação do
patrimônio.
3.
A Associação de Pais e Mestres (APM) é uma entidade sem fins lucrativos, que representa, no
contexto escolar, os interesses comuns dos pais e dos professores de uma determinada unidade
escolar. Sobre a APM é correto afirmar que:
C.
ela visa ao engajamento dos profissionais e dos pais dos alunos em ações que promovam
melhorias na aprendizagem dos alunos e na qualidade da educação oferecida pela unidade
escolar.
A Associação de Pais e Mestres (APM) visa ao engajamento dos profissionais e dos pais dos
alunos em ações que promovam melhorias na aprendizagem dos alunos e na qualidade do
ensino oferecido pela unidade escolar. Sua constituição só é obrigatória nas escolas que
recebem verbas do Programa Dinheiro Direto na Escola, uma vez que as unidades escolares
não têm autonomia para a gestão financeira. Qualquer membro da comunidade escolar,
envolvendo pais de ex-alunos, pode participar da APM. Basta comunicar a sua vontade ao
diretor da escola. Embora participe da tomada de decisões, não cabe à APM a função de
aprovar, ou não, as ações pedagógicas previstas pela equipe escolar.
4.
É função do diretor a gestão do patrimônio material e imaterial da unidade escolar. Essa função
pode ser facilitada pelo envolvimento da comunidade escolar e do entorno da escola nas ações
educativas. O engajamento da comunidade do entorno da escola nas ações educativas contribui
para a gestão no patrimônio na medida em que:
B.
a comunidade se sente como parte integrante da escola, ajudando a preservar um espaço que
também é seu.
O envolvimento da comunidade nas ações educativas contribui para a gestão do patrimônio
escolar, uma vez que, participando da vida escolar, a comunidade sente a escola como um
espaço que também é seu, buscando preservá-la. O papel da comunidade não é de fiscal ou de
denunciante, mas sim de quem, ao tomar contato com os problemas, pensa coletivamente sobre
possibilidades de solucioná-los.
5.
Quando a escola se coloca como um espaço aberto para a comunidade, ela promove o encontro
da comunidade escolar com a comunidade na qual a unidade escolar está inserida,
possibilitando a troca de saberes e experiências. Esse encontro entre a escola e a comunidade
oportuniza a formação de uma comunidade de aprendizagem.
Sobre a comunidade de aprendizagem, é correto afirmar que:
E.
ela oportuniza a efetivação do princípio educativo de uso social da escola, ao envolver a
comunidade nas ações educativas.
Quando a escola é aberta para comunidade, é oportunizada a formação de uma comunidade de
aprendizagem, na qual todos os envolvidos trocam experiências e saberes, efetivando o
princípio educativo de uso social da escola. A comunidade de aprendizagem é formada por
todos os envolvidos no processo educativo: alunos, professores, equipe gestora, famílias e
pessoas da comunidade na qual a escola está inserida. Sua constituição não precisa de nenhum
tipo de formalização, ocorrendo no estabelecimento da parceriaescola-comunidad
6
1.
“(...) as discussões acerca do financiamento da educação têm perpassado os debates sobre a
democratização da educação e da escola por meio do acesso e da permanência [dos alunos
nas escolas] com qualidade social, da melhoria da qualidade do ensino e da garantia dos
direitos dos cidadãos” (OLIVEIRA, MORAES; DOURADO, 2005, p.11). Considerando esse
excerto, pode-se estabelecer qual relação entre a gestão dos recursos financeiros públicos e a
educação?
B.
A gestão dos recursos públicos que financiam a educação é essencial para garantir o direito do
cidadão a uma educação de qualidade.
Conforme apontado no excerto, a discussão do financiamento da educação não é recente e
serve para que, por meio da gestão dos recursos que chegam até os sistemas de ensino,
possam ser garantidas as condições de acesso, permanência e da concretização do direito
social à educação de qualidade. Para isso, são necessários aportes financeiros que visam
remunerar professores, estruturar e organizar as escolas, fornecendo condições de
funcionamento eficientes, que compreendem a alimentação fornecida pela escola, mas vão
muito além disso. Para as escolas públicas da educação básica, o financiamento é feito com os
recursos do FUNDEB e do salário-educação.
2.
A Constituição Federal de 1988 estabelece que a prioridade do repasse de recursos
arrecadados com impostos para a educação deverá ser o ensino obrigatório, que hoje
compreende a escolarização dos 4 aos 17 anos de idade. Para atingir essa prioridade, são
estipulados percentuais da arrecadação de impostos dos entes federativos da seguinte ordem:
Você acertou!
A.
União – 18%; Estados e Distrito Federal – 25%; Municípios – 25%.
O artigo 212 da CF de 88 traz estipulado como percentuais de impostos a serem repassados
pelos entes federativos que operam no regime de colaboração, para a educação, os seguintes
percentuais: União – 18%, Estados e DF – 25% e Municípios -25%. Claro que, caso estes
recursos não sejam suficientes, a União exerce sua ação redistributiva e supletiva onde se fizer
necessário.
3.
Para que possam chegar até as instituições de ensino da educação básica os recursos
necessários para garantir o direito à educação, existem políticas públicas de financiamento
específicas, entre elas o salário-educação e o FUNDEB. Sobre essas políticas, avalie as
seguintes asserções e a relação proposta entre elas:
I – O Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos
Profissionais da Educação (FUNDEB) é um fundo especial, de natureza contábil e de âmbito
estadual. Logo são 27 "poupanças", ou fundos, de onde são repassados os percentuais dos
impostos conforme estipulado na Constituição Federal.
PORQUE
II – O Salário-educação é uma contribuição social de 2,5%, descontada da folha de pagamento
dos funcionários das empresas públicas e privadas e repassada para o financiamento da
educação pública brasileira.
A respeito dessas asserções, assinale a alternativa correta
E.
A asserção I e II são proposições verdadeiras, mas a asserção II não é uma justificativa da
asserção I.
Ambas as asserções são verdadeiras, porém não se relacionam entre si para efeito de
justificação. O FUNDEB é hoje a principal política de financiamento da educação básica, sendo
um fundo de âmbito estadual, existindo nos 26 estados da Federação e no Distrito Federal,
totalizando 27 fundos. Este fundo é composto pelo percentual dos recursos da arrecadação de
alguns impostos conforme prevê a CF 88. O salário-educação, contribuição social que desconta
2,5% sobre os valores da folha de pagamento das empresas, também se destina a financiar a
educação básica.
4.
O Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) é o responsável pela coordenação
das políticas públicas de financiamento da educação brasileira, que corresponde ao FIES, ao
Salário-Educação e ao FUNDEB. Analise essas políticas e associe a primeira e a segunda
colunas, de forma a estabelecer a correta relação entre elas:
I – FIES
II – Salário-Educação
III – FUNDEB
É uma contribuição social paga pelas empresas, da ordem de 2,5% da folha de pagamento dos
seus funcionários e destinada à educação.
Responsável por financiar curso de graduação a estudantes de Instituições de Ensino Superior
privadas.
É o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos
Profissionais da Educação, atualmente a principal política de financiamento da educação básica.
Em torno de 20% da educação básica provêm dos recursos dessa política pública educacional.
Está em prazo final de existência no corrente ano, sendo amplamente discutido para que se
torne um fundo permanente voltado à educação.
A sequência correta é:
C.
II; I; III; II; III.
As políticas públicas de financiamento coordenadas pelo FNDE são as seguintes: FIES - Fundo
de Financiamento Estudantil, destinado a financiar a graduação de alunos nas universidades
privadas; o Salário-Educação – contribuição social de 2,5% da folha de pagamento dos
funcionários de empresas públicas e privadas voltada para a área educacional, correspondendo
a 20% aproximadamente do montante de recursos da educação básica; e o FUNDEB, que é o
Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais
da Educação, de âmbito estadual, constitui a principal política de financiamento da educação
básica no Brasil, tendo como vigência até o ano de 2019. Neste momento, estão sendo
discutidos os aspectos de continuidade do FUNDEB, bem como a ampliação de seus valores e
sua permanência efetiva.
5.
Judite é uma Secretária Municipal de Educação que possui grande espírito empreendedor e
costuma ter muitas iniciativas para que o sistema de ensino municipal consiga atender seus
objetivos com eficiência. Resolveu também na área financeira criar seus próprios registros,
estabelecendo um mecanismo de prestação de contas único, nunca antes utilizado pelos
dirigentes municipais de educação.
Assinale a alternativa que apresenta, de forma correta, uma interpretação a respeito da atitude
de Judite em relação à prestação de contas dos recursos financeiros educacionais do sistema
de ensino que dirige:
D.
Judite não pode criar normativas e formatos próprios para realizar a sua prestação de contas,
pois fere o princípio da legalidade da administração pública, devendo adotar os procedimentos
já existentes para essa finalidade.
Para realizar a prestação de contas dos recursos recebidos pelo sistema municipal de ensino,
Judite, que aqui representa o Executivo Municipal (Prefeito), deve valer-se do sistema
informatizado existente e das normativas voltadas para essa ação. Essa conduta garante que o
princípio da legalidade seja observado pela gestora. Da mesma forma, na prestação de contas,
ao seguir o formato já pré-estabelecido em lei, devem ser atendidos também os princípios da
moralidade, da eficiência, da publicidade e da impessoalidade, evitando, assim, inconsistências
e disfunções como improbidade ou corrupção neste processo.
7
1.
Para que a gestão da escola cumpra com suas atribuições rumo aos objetivos educacionais, é
necessária a participação de toda a comunidade escolar. Analise os membros da comunidade
escolar citados e associe a primeira e a segunda colunas, de forma a estabelecer a correta
relação:
I – Alunos
II – Professores
III – Gestores da escola
IV – Pais ou responsáveis
V – Governo
( ) É representado pelos órgãos públicos da educação presentes em cada ente da federação.
( ) Devem atuar em parceria com os docentes da escola para que a aprendizagem dos
estudantes se efetive.
( ) São os responsáveis pelo planejamento, organização, direção e controle das atividades
educacionais e cumprimento das políticas públicas.
( ) Representam o sentido de existir da escola e devem ser protagonistas do processo de
ensino e aprendizagem.
( ) Realizam suas atividades docentes em consonância com o projeto pedagógico da escola e
contribuem com suas práticas para a aprendizagem.
B.
V, IV, III, I, II.
A comunidade escolar é muito importante para que a escola atinja seusobjetivos, e seus
membros precisam atuar em parceria com a gestão para essa finalidade. Dessa forma, os
alunos representam o motivo de existir da escola, pois esta deve atender aos seus direitos à
educação. Os professores são aqueles que atuam em sala de aula visando à promoção da
aprendizagem dos estudantes. Os gestores da escola são responsáveis pelas ações que
operacionalizam as políticas públicas educacionais e pela condução das ações de gestão de
forma democrática. Os pais/responsáveis devem ter atuação complementar à da escola,
apoiando seus filhos e os professores sempre que necessário. E o governo é representado
pelos órgãos educacionais e seus respectivos Conselhos e se incumbe da normatização e
regulação da educação mediante a construção de políticas públicas
2.
“A gestão escolar se assenta sobre a mobilização dinâmica do elemento humano, sua energia e
talento, coletivamente organizados, voltados para a constituição de ambiente escolar efetivo na
promoção de aprendizagem e formação dos alunos.” (LUCK, 2008, p. 27)
A partir da citação e dos estudos sobre a gestão escolar, assinale a alternativa que apresenta a
relação ideal entre a gestão e a comunidade escolar:
D.
As ações integradas e colaborativas dos gestores e da comunidade escolar representam a base
de uma gestão participativa em uma escola democrática.
Partindo da citação e dos estudos da Unidade de Aprendizagem, a gestão da escola será mais
bem-sucedida se souber envolver a comunidade escolar aproveitando seus talentos,
competências e habilidades de forma colaborativa e integrada. Desse modo, podemos perceber
que a comunidade escolar reage positivamente quando é envolvida pela gestão e convidada a
participar das atividades cotidianas e dos inúmeros processos desenvolvidos na escola,
inclusive o processo de ensino e aprendizagem. O gestor não deve ser visto como alguém de
fora das relações de participação, tampouco a comunidade; assim, a participação de todos é
imprescindível para a construção de uma escola democrática.
3.
Uma das características importantes de um gestor escolar é a liderança, que pode tanto agregar
as pessoas como afastá-las de acordo com o estilo adotado. Considerando os estilos de
liderança estudados, assinale a alternativa que apresenta o melhor estilo para a gestão escolar:
E.
O modelo democrático de liderança, que se alia com a gestão democrática prevista na
Constituição Federal e na LDB, promovendo a participação na escola.
Embora os estilos de liderança possam ser alternados pelos gestores no decorrer de suas
atividades cotidianas, o estilo democrático de liderança é o que mais se alia com os preceitos
constitucionais e da legislação educacional contemporânea. Ele consegue, a partir das ações
dos gestores escolares, promover a colaboração e a participação de todos da comunidade
escolar para o alcance das metas e dos objetivos educacionais da escola que se encontram no
projeto político-pedagógico, sem controle rígido, mas valorizando o diálogo e a gestão
compartilhada.
4.
Pode-se entender que toda equipe é constituída por um grupo de pessoas, porém nem todo
grupo é uma equipe, pois ambos os conceitos apresentam características bem particulares que
os diferenciam. Assinale a alternativa que apresenta um aspecto correto sobre os grupos e um
sobre as equipes.
D.
Uma equipe se caracteriza pela soma dos esforços de todos, enquanto um grupo tem sinergia
neutra ou até mesmo negativa.
Os grupos e as equipes se diferenciam a partir de vários aspectos: as habilidades existentes nas
equipes são correlacionadas e se complementam, enquanto nos grupos costumam ser
aleatórias e isoladas; as equipes apresentam alto grau de comprometimento com os objetivos e
os resultados, enquanto os grupos não necessariamente apresentam esse aspecto; os membros
de uma equipe têm forte relação de interdependência, enquanto os membros de um grupo agem
de forma independente; uma equipe apresenta grande sinergia, e um grupo não, podendo ser
neutra ou negativa; os membros de um grupo agem de acordo com suas responsabilidades
individuais, já os membros da equipe, além das responsabilidades individuais, também têm o
senso do coletivo e de como estão relacionadas suas atribuições.
5.
Uma das grandes ferramentas da gestão de pessoas disponível para os gestores das escolas
realizarem ajustes e promoverem o aperfeiçoamento de seus profissionais da educação é a
formação em serviço. Há aspectos que são fundamentais na organização escolar e que
precisam estar em consonância com a formação continuada dos profissionais da educação,
como a cultura organizacional da escola, sua organização, o projeto político-pedagógico, a
gestão democrática e a avaliação.
Após refletir sobre esses aspectos e sua relação com a formação continuada, assinale a
alternativa cuja relação esteja correta.
Você acertou!
A.
À cultura organizacional deve ser inserida a importância da troca de experiências e da constante
busca pela melhoria das competências dos profissionais.
A formação continuada em serviço tem pontos importantes a serem considerados: deve ser
inserida na cultura da instituição de ensino e entendida como algo que promove a atualização e
o desenvolvimento profissional; precisa de organização e planejamento quanto aos espaços, ao
tempo e aos recursos para sua realização; deve estar vinculada ao projeto político-pedagógico
da escola; alia-se com a gestão democrática, promovendo a participação e a colaboração de
todos; e deve ser pautada por processos avaliativos tanto dos profissionais da escola quanto de
sua própria forma de aplicação para que promova melhorias contínuas.
8
1.
O respeito às regras e às normas escolares é fundamental para que a segurança e o bem-estar
de todos os envolvidos nos processos de ensino-aprendizagem sejam garantidos. Um caminho
para que esse respeito, efetivamente, ocorra é: 
Você acertou!
A.
A construção coletiva e a discussão das regras e normas, para que todos se sintam
contemplados nelas.
Um caminho que tem se mostrado efetivo para o respeito às normas e às regras escolares é a
construção coletiva e a discussão delas por toda a comunidade escolar. A determinação só pela
equipe gestora, ou pelos órgãos públicos responsáveis pela educação escolar, desconsidera as
particularidades da unidade escolar, do seu público e da comunidade na qual a escola está
inserida. As regras precisam continuar existindo na escola para que os alunos aprendam a
respeitá-las e, com isso, aprendam a compreender e respeitar as regras e as normas da vida em
sociedade.
2.
Os horários de entrada e saída devem ser bem organizados, para garantir a segurança da
equipe escolar e dos alunos. Outro fator que deve ser levado em consideração para que esses
horários sejam bem cuidados é
B.
O fato de que todos os tempos escolares devem ser vistos como tempos de aprendizagem.
Outro fator que deve ser levado em consideração para que os horários de entrada e saída sejam
bem organizados e cuidados é o fato de que todos os tempos escolares devem ser vistos como
tempos de aprendizagem. Como tal, esses horários são de responsabilidade de toda a equipe
escolar e devem ser planejados, de maneira que os alunos possam aprender, sobretudo,
conteúdos atitudinais. Os comportamentos inadequados não devem ser punidos, mas sim
utilizados como pontos de partida para o planejamento de ações que possibilitem a sua
mudança.
3.
O Estado continua sendo o principal responsável pela segurança de todos os cidadãos.
Contudo, a escola tem um papel importante na promoção da segurança de seus alunos. Sobre
esse papel, leia as afirmativas a seguir:
I. A escola é responsável pela segurança de seus alunos apenas nas atividades realizadas
dentro da instituição escolar.
II. A escola é responsável por seus alunos nas atividades complementares realizadas em
espaços não escolares, desde que programadas por ela.
III. A escola é responsável por seus alunos quando eles estão no trajeto entre as suas
residências e a escola.
IV. Se a criança é retirada da escola por alguém desconhecido, aescola pode ser
responsabilizada por qualquer coisa que aconteça com a criança.
1. São verdadeiras as afirmativas:
Você acertou!
A.
II e IV.
A escola é responsável por seus alunos no horário escolar e nas atividades complementares
programadas por ela em contextos não escolares, como visitas a museus, teatros, exposições,
entre outras. A escola não é responsável pelo aluno durante o trajeto residência-escola. Se a
criança sair da escola com alguém desconhecido, e que não tenha sido autorizado pela família,
a escola pode ser responsabilizada por qualquer coisa que aconteça com a criança.
4.
Uma criança, matriculada em uma escola de Educação Infantil, fez um corte na perna em um
parafuso enferrujado de um trepa-trepa do parquinho da escola. Além de receber um curativo, a
criança precisou tomar uma dose de vacina antitetânica. A família procurou a escola exigindo a
retirada do brinquedo e buscando reaver os gastos com os cuidados médicos realizados. Sobre
essa situação, assinale a alternativa correta: 
D.
Como a escola é responsável pela manutenção dos brinquedos colocados no espaço escolar e
a manutenção não foi feita, ela deve arcar com os custos da família e realizar a retirada imediata
do brinquedo.
Cabe à escola realizar a vistoria e a manutenção periódica dos brinquedos disponibilizados para
as crianças, solucionando os problemas ou retirando aqueles que não têm condições de estar
em áreas frequentadas por crianças. Como ela não agiu dessa maneira, ela é responsável pelo
que aconteceu com a criança, devendo arcar com os gastos e retirar o brinquedo do espaço
escolar. A família deve primeiro procurar a escola e, se esta se recusar a tomar as providências
necessárias, recorrer à ajuda de um advogado.
5.
Uma diretora escolar resolveu antecipar, em quinze minutos, o horário de entrada das crianças
na escola no período matutino, após conversar com as famílias e constatar que era importante
para elas que as crianças entrassem mais cedo na escola, para que não se atrasassem na
chegada ao trabalho. Nesse período, a diretora propôs um rodízio entre os funcionários e
professores que já estavam na escola nesse horário, para que as crianças que precisassem
chegar mais cedo não ficassem desassistidas. A atitude tomada pela diretora foi:
C.
Adequada, porque a rotina escolar deve contemplar as necessidades dos alunos e das famílias
que são atendidas por ela, e isso contribui para a permanência dos alunos na escola.
A decisão da diretora foi adequada e acertada, porque foi tomada com base nas necessidades
reais dos educandos e das famílias da escola. Essa atitude contribui para a permanência dos
alunos na escola, minimizando os motivos para a evasão escolar. Os funcionários e professores
não ficaram sobrecarregados com a mudança, porque já estavam em horário de trabalho. Não
houve também desvio de função, porque toda a equipe escolar é responsável pela segurança
dos alunos, quando estes estão na escola.
9
1.
O significado da democratização do ensino público abrange várias áreas, que vão desde o
direito da educação, passando pela área da qualidade, pela função social da escola, liberdade
de escolha, participação popular e equidade de oportunidades. Analise as asserções a seguir e
marque a alternativa que apresenta uma correta relação entre elas:
I. A democratização do ensino público é um conceito complexo que envolve vários aspectos,
como o acesso e condições de permanência na escola, sendo a gestão democrática importante
neste contexto e o Conselho Escolar fundamental.
II. Por meio de práticas típicas da gestão democrática, são envolvidos os membros da
comunidade escolar. Assim, no Conselho Escolar, são realizadas deliberações e tomada de
decisões importantes, que contribuem com a equipe gestora na condução das escolas.
D.
As asserções I e II são verdadeiras, e a asserção II é uma justificativa correta da asserção I.
A democratização do ensino envolve muitos aspectos, sendo a gestão democrática da escola
pública um fator fundamental para garantir a participação de todos da comunidade escolar
nestas discussões. Assim, o Conselho Escolar é um dos importantes espaços em que a
comunidade escolar poderá exercer sua cidadania, ampliando seu compromisso com a
educação dos estudantes, reforçando os aspectos da democratização do ensino público.
2.
Democratização do ensino público remete ao ato de democratizar, que significa proporcionar
que o povo participe das questões que envolvem o ensino. Dentro desta ideia, existem aspectos
importantes que devem ser considerados, como: popularização, direito, qualidade, cidadania e
oportunidade. Analise as alternativas abaixo e marque aquela que apresenta um destes
aspectos e sua correta descrição.
C.
Prover processos de ensino e aprendizagem de qualidade aos estudantes das escolas públicas
faz parte da democratização do ensino.
A democratização do ensino público envolve aspectos importantes, como: popularização
(embora o acesso a todos seja um elemento importante, não é sinônimo de democratização,
pois restringe o termo a simples universalização); direito (a educação é um direito de todos e
compromisso que envolve o Estado, a família e a sociedade como um todo); qualidade (além do
acesso, as escolas públicas devem ter padrões de qualidade assegurados); cidadania
(compreender seus deveres e direitos faz parte da formação dos estudantes, o que contribui
para a democratização do ensino); oportunidade (a escola deve ponderar se está preparando
seus alunos para que tenham as mesmas oportunidades em suas vidas futuras, equalizando
sempre que necessário essa preparação). 
3.
“Art. 205. A educação, direito de todos e dever do Estado e da família, será promovida e
incentivada com a colaboração da sociedade, visando ao pleno desenvolvimento da pessoa, seu
preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho.” (BRASIL, 1988). A
partir deste artigo da Constituição Federal vigente e de seus estudos da Unidade de
Aprendizagem, é possível entender que: 
B.
A Constituição Federal amplia o rol de agentes envolvidos com a educação, reforçando o papel
da família e da sociedade como um todo.
A Constituição Federal, em seu artigo 205, reforça a educação como um direito social de todo
brasileiro, estabelecendo ser dever do Estado e das famílias a sua oferta, reforçando a
obrigação dos pais na garantia do direito de seus filhos. Assim, amplia os agentes envolvidos
com a educação para o Estado, a família e a sociedade como um todo. Estabelece três
finalidades igualmente importantes: o desenvolvimento pleno da pessoa, o que envolve
aspectos cognitivos, sociais e emocionais, como o aprendizado de valores; o exercício da
cidadania, que, embora ocorra também na educação informal e não formal, pode ocorrer dentro
da escola; e a qualificação dos estudantes voltada para o mundo do trabalho.
4.
Ao analisar como se configuram as escolas na contemporaneidade, Nóvoa (2006) propõe o uso
de três expressões necessárias para a efetiva democratização do ensino público: mais
aprendizagem, mais sociedade e mais comunicação. Analise as características de cada um
destes componentes e associe a primeira e a segunda colunas, de forma a estabelecer a correta
relação entre elas.
I. Mais aprendizagem.
II. Mais sociedade.
III. Mais comunicação.
( ) É necessário que as escolas públicas ampliem o nível de qualidade dos procedimentos
conteudinais e atitudinais com os estudantes.
( ) A comunidade escolar e local deve entender que sua participação é essencial para
determinar os rumos que as escolas irão tomar.
( ) Ampliar os espaços em que as pessoas possam interagir, relacionando-se e discutindo
aspectos intervenientes na educação escolar é necessário.
( ) Por meio do exercício de opinião, da expressão de seu pensamento, a pessoa elabora sua
visão de mundo e exercita sua cidadania.
( ) Estratégias de gestão democrática, como o Conselho Escolar, são fundamentais para que a
comunidade se insira na escola de fato.
Você acertou!
A.
I, II, III, III, II.
Nóvoa (2006),ao analisar as características das escolas contemporâneas e suas fragilidades
em relação a democratização do ensino, utiliza as expressões: mais aprendizagem –
referindo-se a ampliação da qualidade dos conteúdos e das atitudes dos alunos em detrimento
de tantos outros aspectos que transbordam o funcionamento da escola; mais sociedade –
enfatizando a importância da participação da comunidade na escola e sua gestão, promovendo
a gestão democrática e o exercício efetivo da cidadania, o que se dá por meio de espaços de
participação popular, como o Conselho Escolar; mais comunicação – as pessoas precisam
comunicar-se, relacionar-se e interagir, compartilhando experiências e crescendo mutuamente
por meio da exposição de sua opinião e da aceitação do contraditório.
5.
A gestão democrática está estabelecida na Constituição Federal de 1988 e reforçada na Lei de
Diretrizes de Bases da Educação Nacional de 1996, em vigência no momento, como sendo a
forma de gerenciamento a ser adotada pelas equipes gestoras nas escolas públicas. Analise as
alternativas abaixo e marque aquela que apresenta uma manifestação de gestão democrática
dentro das escolas. 
D.
Existe a eleição de diretores e os pais e demais membros da comunidade escolar e local podem
participar e contribuir com a escola de várias formas.
A gestão democrática manifesta-se de várias formas dentro das escolas públicas, como: na
descentralização das decisões por parte da equipe gestora, na abertura para a presença dos
pais e demais membros da comunidade na escola, na promoção da participação dos alunos e
seu protagonismo no processo de ensino e aprendizagem, na eleição de diretores e participação
da comunidade escolar nos órgãos colegiados da escola e no exercício de livre participação da
escola, sem critérios de indicação.
10
1.
A autonomia, no contexto escolar, nem sempre tem sido devidamente compreendida. Um
exemplo disso é a postura adotada por alguns diretores escolares que afirmam que “quem
manda aqui sou eu, e eu sei o que é melhor para a minha escola”. A centralização do poder é
uma construção histórica, que dificulta a implementação de uma gestão democrática, prevista na
legislação brasileira, como sendo um dos princípios básicos da educação nacional.
Nesse sentido, para que a gestão democrática seja uma realidade escolar, cabe ao diretor:
Você acertou!
A.
oportunizar a criação de colegiados na unidade escolar, dando voz a seus participantes e
acolhendo as decisões tomadas pela maioria.
Para que a gestão democrática seja uma realidade na educação brasileira, cabe ao diretor
oportunizar a criação de colegiados na unidade escolar, dando voz a seus participantes e
acolhendo as decisões tomadas pela maioria. Sendo assim, todos os órgãos criados devem ter
sua voz ouvida e seus interesses contemplados. Ainda, os órgãos colegiados devem envolver
professores, alunos e familiares dos alunos. Por fim, as orientações oferecidas pelos órgãos
oficiais devem ser analisadas e discutidas pelos colegiados, sendo adaptadas à realidade da
unidade escolar.
2.
A participação de todos os envolvidos nos processos de ensino e de aprendizagem é
fundamental para a implementação de uma gestão democrática nas escolas. Essa participação
se efetiva através da constituição de órgãos colegiados, dentre os quais está o Conselho
Escolar. Sobre esse órgão colegiado, analise as afirmativas a seguir.
I - Assim como a Associação de Pais e Mestres, o Conselho Escolar tem função fiscalizadora
das ações do gestor escolar e dos professores, cabendo a ele relatar os problemas encontrados
para os órgãos superiores.
II - O Conselho Escolar é composto por representantes do Ministério da Educação e das
Secretarias Estadual e Municipal da Educação, visando verificar se a legislação educacional
está sendo cumprida ou não.
III - O Conselho Escolar tem a função de participar da tomada de decisões nas unidades
escolares, no que diz respeito aos aspectos financeiros, pedagógicos e administrativos.
IV - O Conselho Escolar reúne participantes da direção da unidade escolar, dos demais órgãos
colegiados e representantes da comunidade na qual a escola está inserida.
V - A importância do Conselho Escolar reside no fato de que ele é formado pelos representantes
da comunidade na qual a escola está inserida, sendo fundamental exclusivamente para o
estabelecimento de parcerias.
Quais estão corretas?
D.
III e IV apenas.
O Conselho Escolar é formado por representantes da direção da unidade escolar e dos demais
órgãos colegiados, bem como de representantes da comunidade na qual a escola está inserida.
Sua ação não é apenas fiscalizadora, cabendo-se participar da vida escolar e da tomada de
decisões relevantes para a promoção de melhorias. A sua participação diz respeito aos
aspectos financeiros, administrativos e pedagógicos da escola, bem como no estabelecimento
de parcerias. Sendo assim, estão corretas as afirmativas III e IV apenas.
3.
A Associação de Pais e Mestres (APM) é um dos órgãos colegiados fundamentais para a
implementação de uma gestão democrática na escola e para a elaboração do Projeto
Político-Pedagógico.
Sobre esse órgão, assinale a alternativa correta.
B.
A existência da Associação de Pais e Mestres é obrigatória apenas nas escolas públicas que
recebem verbas do governo federal.
A Associação de Pais e Mestres (APM) é um dos órgãos fundamentais para a implementação
de uma gestão democrática na escola e tem poder decisório, sendo obrigatória nas escolas que
participam do Programa Dinheiro Direto na Escola. Essas escolas recebem verbas do governo
federal e não têm autonomia para decidir como elas serão empregadas sem que seja
constituída a APM. Seus integrantes, pais e professores, participam voluntariamente, sem que
sejam indicados pelo gestor escolar.
4.
O grêmio estudantil encontra amparo legal na Lei do Grêmio Livre, e seu fortalecimento se
constitui como uma das metas do Plano Nacional de Educação 2014-2024.
No espaço escolar, o grêmio é de fundamental relevância, tendo em vista que:
C.
oportuniza aos alunos o desenvolvimento de habilidades de organização política e de
participação democrática.
O grêmio estudantil é um órgão de representação dos interesses discentes, sendo de
fundamental importância porque possibilita aos educandos o desenvolvimento de habilidades de
organização política, de participação democrática e de tomada de decisões. Seus dirigentes são
eleitos de forma democrática, em assembleia geral, na qual todos os alunos devem participar.
As decisões tomadas são coletivas, sendo sempre necessária a convocação de assembleias
com essa finalidade. Sendo assim, os dirigentes não têm um poder maior do que os demais
alunos, os quais representam. O objetivo do grêmio não é o de desacatar as autoridades
escolares, mas sim levar a elas as reinvindicações dos alunos, além disso, pode promover
atividades lúdicas, sociais e esportivas, todavia, sua ação não se limita somente a isso.
5.
O processo de elaboração do Projeto Político-Pedagógico de uma unidade escolar é
fundamental para a construção de sua identidade e de sua autonomia. Embora o percurso de
elaboração seja único em cada escola, ele passa por três movimentos interligados.
Sobre os movimentos para a construção do PPP, analise as afirmativas a seguir.
I - O primeiro movimento visa à definição das estratégias que serão adotadas e das pessoas ou
grupos responsáveis por cada uma das ações propostas, de maneira coletiva.
II - O processo de construção do PPP deve ser iniciado pelo diagnóstico da realidade escolar,
nos âmbitos pedagógico, administrativo, financeiro e jurídico.
III - O levantamento das concepções do coletivo da escola, em relação ao trabalho pedagógico
como um todo, é fundamental para a construção da identidade da unidade escolar,
constituindo-se como o segundo movimento da construção do PPP.
IV - Como os movimentos para a construção do PPP são interligados e interdependentes, a
ordem pela qual eles serão propostos não faz diferença.
Verifica-se que estão corretas:
D.
somente as afirmativas II e III.Estão corretas somente as afirmativas II e III. O primeiro movimento de construção do Projeto
Político-Pedagógico de uma escola diz respeito ao diagnóstico da realidade escolar, nos âmbitos
pedagógico, administrativo, financeiro e jurídico. Feito isso, deve ser feito o levantamento das
concepções do coletivo da escola, em relação ao trabalho pedagógico como um todo. Esse
segundo movimento é fundamental para a construção da identidade escolar. Ciente de qual
identidade se quer construir, a escola deve partir para a proposição de estratégias e ações, bem
como para a definição dos responsáveis pela implementação de cada uma delas. A ordem na
qual esses movimentos são realizados deve ser respeitada, tendo em vista que não há sentido
em se propor ações sem o diagnóstico da realidade na qual elas serão desenvolvidas e sem a
clareza acerca do que é pretendido.
11
1.
O Plano de Ação é essencial para que a escola possa se desenvolver e para atingir os objetivos
previstos no Projeto Pedagógico. O plano é organizado a partir do conhecimento e da análise
dos indicadores, processo em que se identifica o problema a ser tratado.
Assim, assinale a alternativa na qual a relação entre as partes constituintes de um bom Plano de
Ação esteja correta:
E.
Um bom Plano de Ação precisa explicitar os objetivos e as metas a serem atingidos, a
identificação e a descrição das ações que serão realizadas e os responsáveis por elas, além de
um cronograma de realização, recursos, estratégias, instrumentos utilizados no monitoramento e
de como será feita a sua avaliação.
Um Plano de Ação precisa ser elaborado tendo como referência os indicadores disponíveis, que
precisam ser estudados para identificação dos problemas e das respectivas causas raiz. O
Projeto Pedagógico da escola é uma das principais referências para a equipe de trabalho. O
Plano precisa apresentar uma estrutura contemplando minimamente: o que de fato precisa ser
feito, por quem precisa ser realizado, em quanto tempo, com quais recursos, quais estratégias,
qual o resultado esperado, quais indicadores e registros serão utilizados como evidência, como
será realizado o monitoramento ao longo da realização, como será feita a avaliação da eficácia
e sua retroalimentação.
2.
A equipe escolar obteve acesso ao resultado geral do IDEB, que foi positivo. Contudo, ao
desagregar os indicadores, identificou-se que o desempenho em Língua Portuguesa ficou muito
abaixo da avaliação anterior. Por sua vez, em Matemática, o fluxo se manteve e apresentou
melhoria.
Conhecendo a composição do IDEB, e comprometida com a melhoria dos processos de ensino
e de aprendizagem da escola, é correto afirmar que os principais documentos no estudo inicial
da equipe gestora para entender onde se encontra o problema serão: 
Você acertou!
A.
Escala de proficiência de Língua Portuguesa, Matriz de Referência de Língua Portuguesa,
descritores das habilidades e competências requeridas na avaliação, Plano de Curso e currículo
escolar. 
A escala de proficiência é uma unidade de medida arbitrária, organizada com base na Teoria de
Resposta ao Item (TRI), que mede a proficiência do estudante; já a Matriz de Referência é o
documento que contém a indicação das habilidades e competências que são requeridas para a
realização de uma avaliação em larga escala, organizado por segmento de ensino. Os
descritores representam o detalhamento das habilidades e das competências identificadas na
Matriz de Referência. Destacamos que esses documentos relativos à avaliação externa contêm
um recorte do que a escola precisa desenvolver junto aos estudantes, pois o currículo escolar é
amplo, já que contempla todas as habilidades e competências que o estudante precisa
desenvolver ao longo de cada período de escolarização.
3.
A melhoria da qualidade da educação é um contínuo desafio para as equipes escolares. A
formação docente é fator relevante para a promoção da aprendizagem junto aos estudantes.
Sobre a formação docente, leia as assertivas a seguir.
I - O relatório dos resultados das avaliações externas contém uma análise do impacto da
formação e do esforço docente, o que pode direcionar as políticas de formação.
II - A formação docente não impacta negativamente no resultado da avaliação externa, pois
quem faz os testes são os estudantes.
III - A formação continuada dos professores é essencial para a melhoria da qualidade dos
resultados das avaliações externas.
IV - É preciso reformular todo o currículo dos cursos de licenciatura, padronizando-os para que
fiquem de acordo com os princípios da Educação Básica.
Quais estão corretas?
C.
I e III.
As notas técnicas do IDEB, indicadores relativos ao trabalho docente buscam identificar se a
formação inicial considerando sua formação acadêmica mínima desejável: graduação em cursos
de Licenciatura dedicados à área que lecionam direcionam as políticas públicas nacionais e
regionais de formação docente, inclusive de reformulação de alguns aspectos dos cursos de
licenciaturas. A formação do professor é extremamente relevante para o desenvolvimento da
qualidade e da educação, especialmente porque os processos de aprendizagem e de ensino
são interdependentes. Para melhorar a qualidade da educação, a formação do professor é
prioritária dentro do contexto educacional e não pode ocorrer de forma estanque ou episódica:
ela deve ser um processo contínuo, considerando a importância do exercício da docência para a
formação dos estudantes em uma sociedade.
4.
A partir da identificação do resultado da avaliação externa, o que é necessário para que a
equipe da escola realize a apropriação pedagógica dos resultados do SAEB e o transforme em
alavanca para a melhoria da aprendizagem dos estudantes e do desempenho da escola?
Marque V para verdadeiro e F para falso:
( ) Desenvolver um plano de ação tendo como referência o planejamento estratégico.
( ) Reformular o currículo escolar tendo como referência a Matriz de Referência das avaliações
externas.
( ) Debruçar-se sobre os resultados e desdobrá-los para identificar o problema a fim de poder
intervir.
( ) Realizar, com base na Matriz de Referência das avaliações, aulas de recuperação e
simulados para que os alunos melhorem o desempenho.
( ) Realizar uma reunião com os representantes de todos os segmentos dando ciência do
resultado das avaliações e informando as medidas de superação definidas pela equipe gestora.
Assinale a alternativa que traz a ordem correta:
B.
V – F – V – F – F.
Diante dos resultados das avaliações externas, é importante que a escola se debruce sobre os
resultados e os desdobre para identificar os problemas a fim de que possa intervir, por meio de
um plano de ação, elaborado coletivamente, com a participação de representantes de todos os
segmentos, tendo como referência as diretrizes do planejamento estratégico. As ações precisam
ser factíveis e focar na causa raiz do problema; por isso, é importante conhecer a matriz de
referência da avaliação e o currículo escolar para poder identificar os pontos de vulnerabilidade
na consecução do currículo escolar. Podemos considerar um equívoco ações que priorizem o
desenvolvimento das habilidades previstas na Matriz de Referência, bem como ações exclusivas
de treinamento para a realização das avaliações. 
5.
O desenvolvimento da qualidade da educação não depende somente do estudante; aliás, ele é
o sujeito nesse processo. A avaliação externa não mede o desempenho __________________,
mas o desempenho _____________________, ou seja, mede o desempenho
_________________, especialmente ______________________.
Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas:
D.
do estudante – da escola – da equipe escolar – do professor.
O desenvolvimento da qualidade da educação não depende somente do estudante; aliás, ele é
o sujeito nesse processo. Na escola, a aprendizagem ocorre por meio de situações previamente
planejadas tendo como referência o currículo. Os professores planejam situações de
aprendizagem em que o estudante é estimulado a desenvolver habilidadese competências
presentes no currículo. Isso muda o papel do professor, que deixa de ser transmissor de
informações e conhecimentos para ser o profissional que planeja situações de aprendizagem
para os estudantes e realiza a mediação entre o estudante e o objeto da
aprendizagem/conhecimento. Nesse sentido, os resultados das avaliações refletem não o
desempenho do estudante, mas o desempenho de toda uma equipe de trabalho, especialmente
do professor.
12
1.
A gestão democrática, nos espaços formais e não formais de aprendizagem, requer mais do que
mudanças nas estruturas organizacionais; requer mudança de paradigmas que fundamentem a
construção de uma proposta educacional e o desenvolvimento de uma gestão diferente da que
hoje é vivenciada.
Sua adoção implica:
C.
exercício constante da participação coletiva na tomada de decisões e na organização da
instituição.
A efetivação de uma gestão democrática nos espaços formais e não formais de aprendizagem
implica exercício constante da participação de todos os envolvidos no processo educativo,
tomada de decisões e organização da instituição. Isso não significa que a figura do gestor será
excluída ou que haverá um gestor externo. Deve haver alguém qualificado ocupando o cargo de
gestor, que esteja apto a dividir as responsabilidades com os outros membros da instituição e da
comunidade, estabelecendo o constante diálogo entre todos.
2.
Quando se fala em educação, encontra-se diferentes tipos de ações educativas: as formais, as
não formais e as informais. Identifique se são verdadeiras (V) ou falsas (f) as afirmativas
relacionadas à conceituação dos espaços formais, informais e não formais de educação.
( ) A educação escolar convencional consiste em um exemplo típico da educação formal.
( ) A educação informal é caracterizada por atividades que têm caráter de intencionalidade, mas
que são pouco estruturadas e sistematizadas; ocorrem relações pedagógicas, mas não estão
formalizadas.
( ) A educação não formal perpassa as modalidades de educação formal e informal, pois o
contexto da vida social, política, econômica e social, bem como a família e a rua também
produzem efeitos educativos sem constituírem instâncias claramente institucionalizadas.
( ) Os valores familiares são exemplos de educação informal, na medida em que são aprendidos
por meio de relações nas quais não há a determinação prévia dos objetivos, conteúdos e
estratégias.
Agora, assinale a alternativa que corresponde à sequência estabelecida por você:
D.
V – F – F – V.
A educação escolar convencional consiste em um ótimo exemplo da educação formal, enquanto
a aprendizagem de valores familiares, que ocorre sem que haja um planejamento prévio, se
constitui como um bom exemplo de educação informal. A educação informal não tem um caráter
de intencionalidade, não sendo nem sistematizada nem estruturada ou formalizada. A educação
não formal tem um certo grau de intencionalidade e não ocorre de maneira espontânea, em
espaços diversos. 
3.
A educação informal ou não intencional refere-se às influências do contexto social no qual os
indivíduos estão inseridos. Por meio dessas influências, os indivíduos adquirem conhecimentos
que não estão ligados a nenhuma instituição.
Isso posto, são experiências da educação informal as ações: 
C.
educativas e formativas que são espontâneas e ocorrem no meio social nos quais o indivíduo
vive.
A educação informal pressupõe ações educativas e formativas que são espontâneas e que
ocorrem como decorrência das interações do sujeito no meio no qual está inserido. As ações
educativas sistematizadas e intencionais, desenvolvidas em espaços escolares, são
características da educação formal, bem como aquelas pautadas por métodos predeterminados
e avaliadas com rigor para promover avanços. As ações que apresentam um certo grau de
sistematização, em geral ligadas às igrejas e aos movimentos sociais, são características da
educação não formal. Essas ações, em geral, são resultado das necessidades que emergem de
um determinado grupo social e visam ao fortalecimento desse grupo.
4.
A Resolução nº 2 do Conselho Nacional de Educação e do Conselho Pleno definiu as Diretrizes
Curriculares Nacionais para a formação inicial e continuada dos cursos de licenciatura.
A formação continuada é uma das atribuições do gestor na educação não formal, pois os
egressos dos cursos de licenciatura em Pedagogia devem estar aptos a:
Você acertou!
A.
ter habilidade para realizar o levantamento das características e demandas do contexto no qual
irá atual, sendo responsável pelo planejamento de ações que atendam essas demandas.
Os egressos dos cursos de licenciatura devem estar aptos para realizar o levantamento das
características e as demandas do contexto no qual irá atuar, sendo responsável pelo
planejamento de ações que atendam essas demandas. Esse planejamento, mesmo que parta
dos objetivos propostos nos documentos oficiais, deve ser flexível, para que possa ser adaptado
sempre que os resultados obtidos não estejam sendo satisfatórios. Os educandos devem
participar da tomada de decisões sobre as ações educativas, mas é necessário que o pedagogo
faça os ajustes necessários, tendo em vista os referenciais teóricos sobre o ensino e a
aprendizagem. Ações desenvolvidas em outras realidades podem servir de inspiração para as
ações que serão desenvolvidas, desde que as características locais sejam contempladas.
5.
Em uma ONG responsável por oferecer atividades para crianças de 6 a 10 anos de idade, no
contraturno escolar, os materiais artísticos produzidos pelas crianças e expostos nas paredes da
sala de aula começaram a aparecer destruídos, causando aborrecimentos para os autores.
Diante da situação, um gestor que seja adepto de uma gestão democrática deve:
E.
convocar uma assembleia na qual o problema seja discutido, resultando em soluções coletivas.
A conduta coerente com uma gestão democrática é a realização de uma assembleia na qual
todos os envolvidos possam buscar, coletivamente, uma solução para o problema. Atitudes que
visem à punição das crianças (tirar o acesso aos trabalhos, dar bronca ou deixar as crianças
sem realizar atividades de artes), bem como à premiação da criança que têm o melhor
comportamento não levam à formação de sujeitos autônomos.
13
1.
Considerando a complexidade da gestão escolar, o uso das tecnologias pode contribuir para a
otimização e qualificação dos processos internos. Diante dessa afirmativa, é correto afirmar que:
B.
Para implementar melhorias dos processos internos da escola por meio do uso de tecnologia, o
gestor escolar precisa conhecer o perfil dos profissionais, o contexto e a cultura da escola, para
definir de forma colaborativa quais ferramentas serão utilizadas, além de possibilitar a formação
em serviço.
O gestor escolar precisa conhecer as exigências específicas da gestão de uma escola, pensar e
definir o uso de estratégias e métodos de gestão e de realização de tarefas, das mais simples às
mais complexas, considerando o perfil dos profissionais da equipe de trabalho que lhe for
designada, além de conhecer o contexto e a cultura escolar, além, é claro, de conhecer as
tecnologias e possibilitar formação em serviço aos profissionais que atuam na escola.
2.
O uso de redes sociais pela escola favorece a informação para a comunidade, bem como amplia
sua comunicação, além de promover a transparência da gestão. Entretanto, a publicação em
redes sociais deve ser realizada considerando algumas precauções. Indique qual das
alternativas contempla as precauções mais pertinentes e adequadas.
Você acertou!
A.
Para a permanência segura da escola em uma rede social, é necessário que o gestor defina
juntamente com a equipe qual rede será utilizada e para quais finalidades, considerando seu
Projeto Pedagógico. Selecionar e preparar profissionais que serão responsáveis por sua
atualização periódica e monitoramento da rede social, visto a existência de regras acerca da
privacidade de dados corporativos, dados e imagens pessoais. Divulgar junto à comunidadeescolar (interna e externa) a rede social da escola e seus propósitos.
Para a manutenção das redes sociais, são necessários alguns cuidados, principalmente em
relação à manutenção da privacidade de dados corporativos, dados pessoais e de imagem.
Nesse sentido, é importante gerir o espaço de forma compartilhada, delegando e preparando os
profissionais que serão responsáveis pela atualização, monitoramento e interação na rede
social, lembrando que o Projeto Pedagógico da escola é a referência para tal.
3.
A escola não pode negligenciar a importância da utilização de modernas tecnologias em seu
cotidiano escolar, quer na dimensão administrativa, quer na dimensão pedagógica. Nesse
sentido, qual das alternativas contempla a relevância do uso pedagógico de ferramentas
digitais?
D.
A evolução tecnológica transformou os modos de vida e produção das pessoas, gerando novas
demandas profissionais, novas necessidades do mercado de trabalho e novas formas de
comunicação. Dessa maneira, o Projeto Pedagógico da escola precisa contemplar, em seu eixo
transversal, o uso das tecnologias como estratégias de desenvolvimento e de aprendizagem.
A tecnologia, de forma geral, interfere diretamente nas formas de produção e consumo, assim
como na vida das pessoas comuns. O uso da tecnologia deve fazer parte da escola,
considerando as novas demandas profissionais, novas necessidades do mercado de trabalho.
Neste sentido, o trabalho escolar, cujas projeções estão delimitadas no Projeto Pedagógico,
deve estar voltado para o desenvolvimento das pessoas, mas não pode ser entendido como a
inserção de uma nova disciplina na matriz curricular, e sim como eixo transversal, na formação
dos estudantes, é essencial. Para tanto, a formação e atualização dos professores em serviço é
relevante, pois a utilização de recursos tecnológicos prescinde o uso de estratégias
metodológicas ativas, em que o professor passa a mediar a relação do aluno com o
conhecimento.
4.
A criação de um blog para a escola possibilita a interação por meio de grupos de discussão, que
podem apoiar o desenvolvimento da aula e motivar alunos e professores no desenvolvimento do
processo educativo. Qual alternativa exemplifica essa possibilidade?
C.
O professor de Ciências indicou no blog a leitura de uma reportagem sobre a devastação da
Floresta Amazônica, solicitou que os alunos a lessem, buscassem outras informações
pertinentes sobre o tema e elaborassem uma releitura da matéria; e, considerando a importância
da preservação da natureza, publicassem no comentário um texto, utilizando outro tipo de
portador, sugerindo “slogan” ou “poesia”, informou ainda que esta atividade seria a base para as
próximas aulas presenciais.
O blog também é importante para a realização do pedagógico, pois permite a interação entre as
pessoas, que podem se manifestar, comentar, perguntar sobre o que consta em seu conteúdo,
bem como por meio de um grupo de discussão fechado. Neste caso, o blog apresenta o recurso
de participação, o que para o enriquecimento da aula é sensacional, visto que o professor
poderá publicar algum tema relevante para que os alunos leiam e discutam virtualmente, o que
poderá motivar o interesse dos alunos pelas aulas, além de ampliar a qualidade, é uma
excelente ferramenta para trabalhar uma variação da estratégia metodológica da sala de aula
invertida.
5.
Com o desenvolvimento tecnológico, significativas mudanças ocorreram em toda a sociedade,
inclusive na gestão escolar. Desse modo, indique a alternativa que contempla o papel do gestor
na escola, na dimensão pedagógica.
E.
O gestor em sua ação precisa liderar, engajar, motivar os professores no uso das tecnologias
como um meio para desenvolver a aprendizagem dos alunos, visando garantir que seu o uso
seja coerente e não torne impessoal o processo educativo.
O gestor precisa garantir que o uso da tecnologia não torne impessoal o processo educativo
escolar, aliás, ao contrário, precisa desenvolver muito mais o sentido de colaboração,
coletividade, cooperação, pois estas são habilidades bastante requeridas no mundo digital. O
gestor precisa liderar, engajar e motivar os professores para tal, pois somente a formação dos
professores para o uso em tecnologia, ou ainda, a disponibilização de equipamentos, não
garantirá a implementação das tecnologias com qualidade na escola.
14
1.
As incivilidades são comportamentos relativamente comuns no cotidiano da escola que colocam
em risco o clima escolar. Envolvem falta de respeito e grosserias que afligem a coletividade.
Para neutralizar atitudes de incivilidade na escola, é correto afirmar que:
E.
No caso de incivilidades, é preciso conhecê-las para intervir de forma planejada. Devem ser
incentivadas conversas com a turma sobre os problemas que as atitudes causam à coletividade,
desde que realizadas de forma impessoal. A aula motivadora e desafiadora também poderá
diminuir as ocorrências da situação.
No caso de incivilidades, é importante primeiro entendê-las para poder intervir de forma
planejada e assertiva. Não ignore as incivilidades; planeje e realize conversas com a turma para
que os alunos possam compreender que esses atos prejudicam a coletividade. Nas conversas
com a turma, é importante tratar o assunto sem identificar ou culpar alguém; oportunize aos
estudantes a manifestação e elabore com eles um contrato de convivência. Aulas motivadoras e
estimulantes também contribuem para a melhoria da situação. 
2.
A violência é construída socialmente. Dentro do contexto escolar, é possível identificar diferentes
tipos de violência: a violência na escola, a violência à escola e a violência da escola. Indique em
qual das alternativas está descrita uma ação de violência da escola.
B.
Um exemplo de violência da escola é quando um aluno que tem dificuldade em se expressar é
impedido, pelo professor, de participar de uma apresentação cultural na escola, pois nenhum
dos alunos se dispõe a ser parceiro dele.
Identifica-se como violência da escola aquela em que os alunos são vítimas de outros alunos ou
dos profissionais. A violência na escola está alicerçada em situações externas à escola e que
passam a ocorrer dentro da escola. Já a violência à escola está vinculada à depreciação ou à
agressão às dependências físicas da instituição ou aos seus representantes.
3.
O bullying é uma forma de violência que ocorre na escola e uma forma de agressão ou
humilhação que ocorre de forma sistemática e contínua. As pessoas que sofrem bullying ficam
intimidadas e angustiadas, além de sofrerem física, psicológica e socialmente. Uma das
principais características do bullying é que as ações negativas e realizadas repetidamente são
feitas de forma intencional. Segundo a literatura, as pessoas que cometem bullying têm a
intenção de ferir psicologicamente o outro e são mal-intencionadas. Assinale a alternativa que
apresenta os deveres da escola em relação à prática do bullying:
Você acertou!
A.
Faz parte dos deveres da escola, em relação ao bullying, assegurar medidas de
conscientização, prevenção, diagnose e combate à violência e à intimidação sistemática do
bullying.
O gestor escolar precisa saber que a Lei n.º 13.185, de 6 de novembro de 2015, que institui
programas de combate ao bullying, apresenta, além de indicadores de comportamento de quem
sofre bullying, os deveres dos estabelecimentos de ensino, clubes e agremiações recreativas,
que são os de assegurar medidas de conscientização, prevenção, diagnose e combate à
violência e à intimidação sistemática (bullying), ou seja, ações educativas e inclusivas das
pessoas.
4.
A mediação de conflitos na escola não é tarefa exclusiva do gestor; ela deve ser compartilhada
com professores e funcionários. Nesse sentido, os profissionais precisam ter formação
adequada (inicial, continuada e em serviço) para desenvolver as habilidades para a mediação
de diferentes tipos de conflitos que ocorrem na escola. Sobre a mediação de conflitos, é correto
afirmar que:
E.
As práticas de mediação de conflitos na escola têm caráter educativo. Trata-se

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes