A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
DESAFIO 1 - Gêneros Textuais Discursivos

Pré-visualização | Página 1 de 1

DESAFIO 1
GÊNEROS TEXTUAIS DISCURSIVOS
Os gêneros textuais/discursivos são ações sociais e discursivas que surgem e se situam nos meios socioculturais (MILLER, 2009). Tais práticas sociais se caracterizam muito mais por suas funcionalidades do que por seus elementos estruturais e linguísticos. Além disso, do mesmo jeito que surgem na sociedade, podem sumir (MARCUSCHI, 2002). Ademais, esses eventos históricos ajudam a organizar os processos comunicativos, uma vez que dão pistas de como se deve realizar, receber e produzir as várias ações comunicativas.
Baseado nisso, veja o Desafio a seguir:​​​​​​​
Após a leitura e análise dessas situações, responda: embora João tenha precisado escrever três e-mails, você acha que ele se comunicou da mesma maneira? Por quê? Quais são as características fundamentais que determinam cada uma das situações comunicativas em que João enviou um e-mail?
RESPOSTA:
Não.
Porque cada texto tem uma esfera diferente.
1- Há uma relação, formal.
2- A mensagem será construída a partir de um texto distinto. Esfera da atividade de trabalho.
3- Relação interpessoal íntima, informalidade. Está relacionado à esfera discursiva do cotidiano.
Padrão de resposta esperado
Não, João não se comunicou da mesma maneira. Embora João tenha usado o mesmo gênero textual/discursivo – o e-mail – para se comunicar nas três situações comunicativas ilustradas, há diferenças significativas no e-mail final enviado. Isso se dá em virtude:
a) do contexto sócio-histórico de cada e-mail: cada e-mail foi escrito dentro de um tempo e espaço distintos;
b) do propósito comunicativo de cada e-mail: o primeiro e-mail foi feito para solicitar um boleto atrasado; o segundo, para pedir auxílio ao seu chefe no tocante à resolução de um conflito interpessoal no trabalho; e o terceiro, para responder a sua amiga que está morando distante e saber notícias dela;
c) dos papéis/das funções dos sujeitos envolvidos: cada e-mail foi escrito para um sujeito participante diferente, cujas funções sociais são também distintas, isto é, o administrador do prédio, o seu chefe e a sua amiga;
d) do grau de formalidade ou informalidade requerido pela situação comunicativa: o primeiro e o segundo exigiram um certo grau de formalidade, enquanto o último não;
e) da composição ou estruturação linguística de cada texto: em virtude dos diferentes propósitos e das especificidades comunicativas de cada e-mail, os elementos textuais (estruturais linguísticos) mobilizados na sua escrita poderão variar.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.