Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
11 pág.
Anotações-Legislação Aplicada à PF

Pré-visualização | Página 1 de 3

LEI 7.102/83
-É vedado o funcionamento de estabelecimento financeiro de transporte de valores numérico ou guarda de valores que não tem segurança com parecer do ministério da justiça.
OBS: despensa de segurança em empresas que situa-se em edifícios com sistemas de segurança, que possuem um plano de segurança. Dispensa de segurança caso isso inviabilize economicamente a empresa.
-Sistema de segurança: vigilantes, alarmes, câmeras de monitoramento, rádios de comunicação ou meio de comunicação para se comunicar com empresas de segurança ou com a polícia, ação para inviabilizar os criminosos, cabines blindadas com segurança em todo o expediente e etc.
-Art 2: as instituições que forma autorizadas pelo banco central de utilizar caixas eletrônicos tem que criam sistemas que inviabilizem o uso das cédulas, caso venha a sofrer um arrombamento; ex: tinta colorida, pó químico e etc,; desde de que não afetem as pessoas.
· Obrigatório que o estabelecimento avise que existe caixa eletrônico alí
*Descrumprimento dessas lleis podem gerar multa, como: municípios que possuem até 50 mil habitantes, multa de 50% nos primeiros nove meses e os outros 50% com 18 meses;
*Municípios com 50 mil a 500 mil habitantes multa de 100% em até 24 meses;
*Municípios com mais de 500 mil habitantes multa de 100% em até 36 meses.
-Vigilância ostensiva e transporte de valores: podem ser feito por pessoas qualificadas da própria empresa.
OBS: a Pm pode fazer essa segurança, desde de quer o critério seja da união federada ou do próprio estado.
-Carro de segurança que transporta dinheiro: entre 7 a 20 mil ufins, podem ser em carros comuns, á acima de 20 mi ufins, carro especial ou empresas de segurança.
-Ministério da Justiça que aplica as penalidades: advertência, interdição ou multa de um mil até 20 mil ufins.
-Nenhuma seguradora de seguro pode fornecer apólice de seguro em caso de roubos, a não ser que a empresa prove que foi vítima da criminalidade.
OBS: Se a empresa possuí vários outros meios de segurança, ao contratar o seguro deve ter descontos.
-Vedada empresas de segurança de estrageiros.
-Quem trabalha como vigilante não pode ter antecedentes criminais, tem que passar no TAF, nos exames médico, possuir pelo menos estudos até o 3º ano do ensino fundamental. Registro na Polícia Federal. Podem sofrer penalidades como perca ou suspensão da carteira, multa de 500 a 5000 mil ufins e advertência. 
-As empresas que querem atuar no ramo, tem que pedir autorização além de informar o funcionamento nas secretarias de segurança pública do estado que irá atuar.
-Uso de armas calibre 32 ou 38 em serviços de transporte de valores ou serviços arriscados usa-se espingarda calibre 12, 16 ou 20. 
-Alteração da lei pelo poder executivo 90 dias para adaptar as mudanças, outros órgãos até 180 dias. 
LEI 10.357/01
-É função do departamento da polícia federal fiscalizar a produção e transporte dos produtos químicos, que podem ser utilizados de forma ou indiretamente para produção de drogas.
-Compete ao departamento de polícia federal fiscalizar os produtos químicos e aplicar sanções administrativa.
-Cadastro de empresas que irão atuara nesse setor de produção de químicos no Brasil, devem pedir autorização à PF, para funcionar.
-São exentos de pedidos de autorização de funcionamento, empresas ou pequenos comércios que trabalham com produtos lícitos ou que não tem um número grande que necessita de autorização.
Exemplos de produtos químicos: amônia, gasolina, thinner, querosene e etc.
-Exportação, importação e reemportação de produtos químicos necessitam também de autorização da polícia federal.
-A empresa que trabalha com produtos químicos devem fazer relatórios constantemente e devem guardar por pelo menos 5 anos. 
· A empresa tem 30 dias para informar sobre mudanças no produto ou composição química;
· Tem 30 dias para regular as infrações,
· 24 horas para informar suspeita de desvio ou roubo de produto químico, e 48 horas para informar o roubo;
· Medidas administrativas: cassação ou perca da licença de funcionamento, multas que variam de 1.128,20 à 1.064.100,00e até mesmo a apreensão dos produtos. OBS: A MULTA PODE SER PAGA EM ATÉ 5 PARCELAS.
-Os produtos que forem apreendidos podem ser devolvidos, ou destruídos, ou até mesmo doados, visto em caso que realmente estive apto para sua utilização.
-Os produtos que possuem irregularidades, ao ser encontrado pelo agente, o próprio agente ou o departamento da polícia federal irá decidir seu destino.
-Ficam isentos do pagamento da taxa de multa: empresas públicas federais, estaduais ou municipais, instituições públicas de ensino e pesquisa e instituições particulares de caráter assistencial, filantrópicas ou sem fins lucrativos.
-FUNAD: fundação nacional anti drogas, destina 80% das taxas de multas aplicadas a produtos relacionados a drogas, à DPF, para que a mesma intensifique ainda mais seus esforços de combate as drogas.
LEI 13.445( LEI DE MIGRAÇÃO)
-Imigrante e emigrante: temporário/ definitivo, visitante: curto prazo, residente fronteiriço: vive em fronteiras, recebe autorização para frequentar alguns municípios, apátrido: sem nacionalidade.
-Acordo e tratados internacionais
-Art. 3o A política migratória brasileira rege-se pelos seguintes princípios e diretrizes:
· I - universalidade, indivisibilidade e interdependência dos direitos humanos;
· II - repúdio e prevenção à xenofobia, ao racismo e a quaisquer formas de discriminação;
· III - não criminalização da migração;
· IV - não discriminação em razão dos critérios ou dos procedimentos pelos quais a pessoa foi admitida em território nacional;
· V - promoção de entrada regular e de regularização documental;
· VI - acolhida humanitária;
· VII - desenvolvimento econômico, turístico, social, cultural, esportivo, científico e tecnológico do Brasil;
· VIII - garantia do direito à reunião familiar;
· IX - igualdade de tratamento e de oportunidade ao migrante e a seus familiares;
· X - inclusão social, laboral e produtiva do migrante por meio de políticas públicas;
· XI - acesso igualitário e livre do migrante a serviços, programas e benefícios sociais, bens públicos, educação, assistência jurídica integral pública, trabalho, moradia, serviço bancário e seguridade social;
· XII - promoção e difusão de direitos, liberdades, garantias e obrigações do migrante;
· XIII - diálogo social na formulação, na execução e na avaliação de políticas migratórias e promoção da participação cidadã do migrante;
· XIV - fortalecimento da integração econômica, política, social e cultural dos povos da América Latina, mediante constituição de espaços de cidadania e de livre circulação de pessoas;
· XV - cooperação internacional com Estados de origem, de trânsito e de destino de movimentos migratórios, a fim de garantir efetiva proteção aos direitos humanos do migrante;
· XVI - integração e desenvolvimento das regiões de fronteira e articulação de políticas públicas regionais capazes de garantir efetividade aos direitos do residente fronteiriço;
· XVII - proteção integral e atenção ao superior interesse da criança e do adolescente migrante;
· XVIII - observância ao disposto em tratado;
· XIX - proteção ao brasileiro no exterior;
· XX - migração e desenvolvimento humano no local de origem, como direitos inalienáveis de todas as pessoas;
· XXI - promoção do reconhecimento acadêmico e do exercício profissional no Brasil, nos termos da lei; e
· XXII - repúdio a práticas de expulsão ou de deportação coletivas.
-São documentos de viagens: laissez-passer(deixe passar), autorização de retorno, salvo conduto.
-Art. 4o Ao migrante é garantida no território nacional, em condição de igualdade com os nacionais, inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, bem como são assegurados:
· I - direitos e liberdades civis, sociais, culturais e econômicos;
· II - direito à liberdade de circulação em território nacional;
· III - direito à reunião familiar do migrante com seu cônjuge ou companheiro e seus filhos, familiares e dependentes;
· IV - medidas de proteção
Página123