Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
SERVIÇO DE REFERÊNCIA E FONTES DE INFORMAÇÃO - Respostas

Pré-visualização | Página 1 de 4

QUESTIONÁRIO – SERVIÇO DE REFERÊNCIA E FONTES DE INFORMAÇÃO – AULA 01 
 Qual o objetivo dos estudos sobre a Gestão da Informação? 
R: A gestão da informação foi estudada sob a perspectiva da identificação e o uso das fontes de informação, como meio de 
geração de conhecimento organizacional. 
 Davenport (2000) também relata que o fenômeno da gestão da informação ocorre de forma processual, estabelecendo 
o Modelo Ecológico para o gerenciamento da informação. Este modelo está sustentado no modo holístico de pensar e 
em quatro atributos-chave: I) integração dos diversos tipos de informação; II) reconhecimento de mudanças 
evolutivas; III) ênfase na observação e na descrição; e IV) ênfase no comportamento pessoal e informacional. Envolve 
três ambientes: 
R: ambiente informacional, ambiente organizacional e ambiente externo. 
 Para que a gestão da informação seja realizada de forma adequada, é importante conhecer as fontes de informação, 
tanto internas quanto externas, que envolvem o ambiente em que está inserida a organização, pois essas fontes variam 
em formatos, natureza e conteúdo, os que irá influenciar no processo de uso de forma ótima. Para Cunha (2001), as 
fontes de informação ou documento podem abranger manuscritos e publicações impressas, além de objetos, como 
amostras minerais, obras de arte ou peças museológicas, podendo ser divididas em três categorias: documentos 
primários, documentos secundários e documentos terciários. E para Choo (1994, 2006) as fontes de informação 
organizacionais estão divididas em quatro categorias. Quais são elas? 
R: externas e pessoais, externas e impessoais, internas e pessoais, e internas e impessoais. 
 Choo (2006, 2008), em sua abordagem, tenta explicar como as organizações usam a informação para criar significado, 
construir conhecimento e tomar decisões, e expõe que o conhecimento está sustentado em três arenas: 
R: criação de significado, construção do conhecimento e tomada de decisão. 
 Indagou-se aos participantes suas percepções acerca do processo de uso da informação que envolve a seleção e 
processamento (tratamento técnico) das fontes de informação para dar resposta a uma pergunta, solução de um 
problema, tomada de decisão, negociação ou entendimento de uma situação. Foi perguntado: “você consegue observar 
estas etapas em seu processo de uso de informação? Exponha sua concepção”. As respostas foram analisadas, de 
acordo com o modelo de Processo de Gerenciamento da Informação de Davenport (2000), é composto de quatro passos. 
Quais são eles? 
R: Determinação das exigências, Obtenção, Distribuição e Utilização. 
QUESTIONÁRIO – SERVIÇO DE REFERÊNCIA E FONTES DE INFORMAÇÃO – AULA 02 
 A palavra enciclopédia (do grego enkyklopaideia, formada por enkyklos = circular e paideia = educação, cultura), 
significava, na sua origem: 
R: um sistema ou círculo completo de educação, isto é, uma formação abrangente que incluía todos os ramos dos saber. 
 Na educação inclusiva, é de fundamental importância que o professor esteja em constante processo de reciclagem, 
sendo capaz não apenas de detectar as chamadas “necessidades educacionais especiais”, estando atento ao 
comportamento e queixas de cada aluno, mas também de tomar atitudes corretas diante das situações que se 
apresentam. Assinale a alternativa que condiz CORRETAMENTE com o que este enunciado afirm Devido às suas 
características técnicas e inovadoras, a Encyclopédie exerceu grande influência nas enciclopédias européias que 
surgiram posteriormente, tendo ultrapassado em todos os aspectos a obra que lhe deu origem. Existem outros exemplos 
da influência de interesses políticos no trabalho de produção de enciclopédias. Qual alternativa confirma a influência 
existente? 
R: a conhecida enciclopédia alemã Brockhaus, cujo conteúdo sofreu grandes distorções, em consequência das pressões 
feitas pelos nazistas, e a Enciclopédia Italiana di Scienze, Lettere ed Arti, que teve seu editor substituído pelo fascista 
Giovanni Gentili (1875-1944), durante o governo de Benito Mussolini. 
 A maioria das enciclopédias produzidas antes da invenção da imprensa (1442) tinha arranjo metódico ou sistemático, 
por grandes assuntos. Esse arranjo diferia de obra para obra, a critério do autor, cada um escolhendo a ordem que 
lhe parecia mais lógica. Essa diversidade no arranjo das enciclopédias continuou até 1620, quando o filósofo inglês 
Francis Bacon (1561-1626) definiu o plano de sua obra Instauratio Magna, que colocou fim às controvérsias a respeito 
da classificação do conhecimento e forneceu as bases para a organização de muitas das enciclopédias publicadas 
posteriormente. Bacon dividiu o conhecimento em três grandes classes. Quais são elas? 
R: natureza externa, homem e ação do homem na natureza. 
 No caso das enciclopédias, que por sua natureza são obras que pretendem representar a realidade em todas as suas 
manifestações, a tecnologia tem permitido uma máxima aproximação dessa realidade, devido à incorporação de som 
e imagem em movimento à tradicional configuração de texto mais ilustrações. Mas, a simples incorporação de novas 
possibilidades comunicativas e de maior quantidade de informação não seria revolucionária sem a existência de um 
recurso que possibilitasse o acesso e a recuperação de informações de forma inovadora por suas potencialidades 
relacionais. Esse recurso permite ao usuário navegar mais facilmente por meio do conteúdo das enciclopédias 
eletrônicas. Qual a afirmativa define a tecnologia utilizada? 
R: é a tecnologia do hipertexto que traduz o ideal sempre buscado pelos editores de enciclopédias, que é o de possibilitar a 
máxima integração do conhecimento humano. Essa possibilidade de exploração dos assuntos através da navegação mais 
fácil pelo conteúdo da enciclopédia, em função dos assuntos de interesse e pela associação de ideias que vão delimitando a 
leitura, é levada às últimas consequências pelo uso de hipertexto. 
 Com a peculiaridade de ser vendida em fascículos, em bancas de jornais, a Enciclopédia Abril, publicada pela Editora 
Abril, representou uma estratégia que fazia parte de um programa de comercialização que colocou no mercado uma 
série de produtos, a maioria deles traduzidos de obras europeias, sendo a Fabbri, da Itália, a maior fonte. Constituiu, 
entretanto, uma experiência de que não chegou a se consolidar no mercado de enciclopédias. Em meados da década 
de 1990, esse mercado começou a dar os primeiros passos em direção à publicação de enciclopédias em CD-ROM. 
Duas editoras foram pioneiras nesse setor. Quais foram elas? 
R: Enciclopédia Britânica do Brasil e a Delta. 
QUESTIONÁRIO – SERVIÇO DE REFERÊNCIA E FONTES DE INFORMAÇÃO – AULA 03 
 A comunicação ocupa papel fundamental nas relações sociais, pois é por meio dela que as pessoas se relacionam, 
trocando e divulgando informações, ideias, opiniões, noções e conceitos. A multiplicidade dos grupos sociais que 
compõem as sociedades modernas faz com que as mensagens trocadas entre eles possam encontrar obstáculos que 
impeçam a sua livre circulação. Isso é mais evidente quando se trata de duas línguas naturais diferentes; quando, 
então, a barreira linguística intercepta a transferência de informações. O processo de comunicação, no seu modelo 
clássico, é constituído de três elementos básicos: 
R: um emissor, uma mensagem, um receptor. 
 Qual o primeiro dicionário da língua portuguesa, escrito e publicado no Brasil, de autoria de um goiano, Luiz Maria 
da Silva Pinto que, em 1832, em Ouro Preto, MG? 
R: Dicionário da Língua Brasileira. 
 Em 2001, foi publicado, pela editora Objetiva, o Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, fruto do trabalho conjunto 
de 140 especialistas brasileiros, portugueses, angolanos e timorenses, que durante 10 anos participaram da elaboração 
do dicionário. Seu idealizador, o filólogo Antônio Houais, falecido em 1999, não chegou a ver seu projeto realizado, 
que era o de organizar o mais
Página1234