Buscar

Avaliação II - Individual

Prévia do material em texto

Prova Impressa
GABARITO | Avaliação II - Individual (Cod.:883755)
Peso da Avaliação 1,50
Prova 70890194
Qtd. de Questões 10
Acertos/Erros 10/0
Nota 10,00
As gramáticas tradicionais dividem os verbos transitivos entre diretos e indiretos. Essa classificação 
se dá pelo tipo de complemento que cada um rege.
Com base na transitividade verbal, assinale a alternativa CORRETA que apresenta a sentença em que 
a complementação direta deixa a oração agramatical:
A Queria que você me entendesse!
B Insatisfeito, João disse que iria embora.
C Teresa duvidava os funcionários.
D Ela quebrou a janela mais uma vez.
Os verbos selecionam diferentes tipos de argumentos na construção de uma oração, o que podemos 
relacionar à seleção categorial. Diante da seleção categorial do enunciado “Paulo gosta Maria”, avalie 
as asserções a seguir e a relação proposta entre elas:
I- A oração é classificada como agramatical.
PORQUE
II- Deveria haver a mobilização de um sintagma preposicional (SPs) na construção do argumento 
posicionado à esquerda. 
Assinale a alternativa CORRETA:
 VOLTAR
A+ Alterar modo de visualização
1
2
A A primeira asserção é uma proposição falsa, e a segunda, uma proposição verdadeira.
B As duas asserções são proposições verdadeiras, mas a segunda não é uma justificativa correta da
primeira.
C A primeira asserção é uma proposição verdadeira, e a segunda, uma proposição falsa.
D As duas asserções são proposições verdadeiras, e a segunda é uma justificativa correta da
primeira.
Considerando um verbo que predica um argumento de sujeito, a definição desse conceito se faz 
necessária para que se entenda o que é o sujeito de uma oração. Nas gramáticas, é comum o uso de 
algumas noções que explicam o que é esse termo, como o termo que concorda com o verbo, aquele 
que pratica a ação e aquele sobre o qual se declara algo. Sobre o sujeito e as definições dele, 
classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
( ) A definição de que o sujeito é o termo da oração que concorda com o verbo deixa de ser 
verdadeira em uma oração como “Nós vai embora”, dita no português coloquial, por exemplo, uma 
vez que mesmo com a falta de concordância, ainda há um sujeito, “nós”.
( ) O sujeito pode ser definido como aquele que pratica a ação do verbo, como se vê em “A menina 
foi julgada pela juíza”.
( ) Outra definição de sujeito pode se referir a um conceito relacionado ao domínio interno do 
sintagma nominal, como podemos observar quanto à sua posição, ao lado esquerdo do verbo em: “Na 
serra catarinense, neva às vezes”.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
A F - F - V.
B F - V - F.
C V - V - F.
3
D V - F - F.
Há dois tipos de predicativos: do sujeito e do objeto. O predicativo do sujeito não faz parte 
constituinte do objeto.
Com base nisso, qual dos termos entre colchetes é o predicativo do objeto?
A Maria comprou o lápis [azul].
B Pareceram [lindas] as flores.
C A bandeirinha julgou o lance [impedido].
D Aquela foi [a pior tarde de todas].
Os conceitos de argumento e adjunto são abordados, em estudos formalistas, para análise da relação 
sintática nas realizações linguísticas dos falantes. Sobre os argumentos e adjuntos entre colchetes em 
cada sentença, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- Argumento.
II- Adjunto.
( ) José quer um carro [novo].
( ) A criança chorou [de forma incontrolável].
( ) [Catarina] viveu uma vida cheia de felicidades.
( ) Aquela menina fez [a pior decisão de sua vida].
4
5
 Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
A I - I - I - II.
B II - I - II - I.
C I - II - II - II.
D II - II - I - I.
A língua portuguesa possui uma ordem canônica, a direta, e a ordem inversa, em que os elementos 
apresentam outra disposição, sem deixar de ser gramatical. Essa ordem, na abordagem normativa, é 
relacionada, também, à posição do sujeito na sentença. Nesse sentido, considere os versos de 
Fernando Pessoa a seguir:
“Duas horas te esperei
Dois anos te esperaria”.
Com base nos versos e sobre o sujeito, analise as sentenças a seguir:
I- O sujeito “te”, nos dois versos, concorda com seus respectivos verbos. 
II- Os versos estão na ordem inversa da língua portuguesa, já que o primeiro elemento é um sintagma 
adverbial.
III- Com base na língua portuguesa falada no Brasil, uma forma aceitável de rearranjar esses versos, 
independentemente das prescrições normativas, seria: “Te esperei duas horas / Te esperaria dois 
anos”.
Assinale a alternativa CORRETA:
Fonte: PESSOA, Fernando. Quadras ao gosto popular. Disponível em: 
www.dominiopublico.gov.br/download/texto/jp000001.pdf. Acesso em: 18 out. 2022.
6
A As sentenças II e III estão corretas.
B As sentenças I e II estão corretas.
C Somente a sentença I está correta.
D Somente a sentença III está correta.
Os predicadores exigem argumentos para ter seu sentido completo. No entanto, é preciso que esses 
argumentos exerçam a categoria necessária para isso, ou seja, um predicador, que seleciona um 
sintagma nominal como complemento, não pode ter um sintagma adverbial exercendo essa função, 
pois isso tornaria a frase agramatical. A isso dá-se a nomenclatura de c-seleção, isto é, seleção 
categorial.
Com base na oração “O gabinete teve uma conversa séria com o presidente”, assinale a alternativa 
que contém a representação CORRETA:
A {SAdva; SV; SP}.
B {SN; SN; SP}.
C {SV; SN; SN}.
D {SAs; SN; SV}.
Há três tipos de predicado – verbal, nominal e verbo-nominal – , os quais são classificados de acordo 
com o seu núcleo. Essa classificação é feita referente ao nome das categorias, ou seja, o núcleo do 
predicado verbal é um verbo, do predicado nominal, um nome, e do predicado verbo-nominal, um 
verbo e um nome. Com base na classificação dos predicados, associe os itens, utilizando o código a 
seguir:
I- Predicado verbal.
7
8
II- Predicado nominal.
III- Predicado verbo-nominal.
( ) A chefe de cozinha comeu contente sua mais nova criação.
( ) A chefe de cozinha estava contente com sua mais nova criação.
( ) A chefe de cozinha fez sua mais nova criação.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
A I - II - III.
B II - I - III.
C I - III - II.
D III - II - I.
Os adjuntos adverbiais modificam sentidos expressos por verbos e são classificados de acordo com o 
sentido expresso na sentença. Há vários sentidos que podem ser expressos pelos advérbios, e um deles 
é o de companhia, em que se expressa a noção de acompanhamento de algo ou alguém.
Acerca da oração em que o termo entre colchetes é um adjunto adverbial de companhia, assinale a 
alternativa CORRETA:
A A mãe disse que Paulo era parecido [com seu avô].
B O professor foi embora [com os alunos].
C Brenda conseguiu ler [com os novos óculos].
9
D Não consegui comprar minhas passagens [com o preço do dólar].
A depender do complemento exigido pelo verbo transitivo e do contexto em que esse predicador é 
inserido, ele pode ser classificado como direto ou indireto, ou seja, o verbo pode predicar um SN ou 
um SP. Sobre essas classificações e a oração “Desapareceu (o/do) mapa”, classifique V para as 
sentenças verdadeiras e F para as falsas:
( ) Da maneira como está escrita a oração, o verbo pode ter a transitividade verbal direta.
( ) O verbo “desaparecer” pode ser compreendido como indireto; nesse caso, é preciso um 
argumento preposicionado, e, sem ele, pode ocorrer agramaticalidade em alguma sentença.
( ) Nessa oração, ser um verbo transitivo indireto ou intransitivo muda o sentido da sentença.
( ) O termo “o mapa” pode ser compreendido com diferentes funções sintáticas a depender da 
transitividade atribuída ao verbo.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
A V - V - F - F.
B F - F - V - F.
C F - V - V - V.
D V - F - F - V.
10
Imprimir