Buscar

CINESIOTERAPIA RESPIRATÓRIA PEDIATRICA E NEONATAL

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 27 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

Fisioterapia Unisulma
CINESIOTERAPIA RESPIRATÓRIA PEDIATRICA E NEONATAL
A fisioterapia respiratória é uma especialidade da fisioterapia utilizada tanto em domicílio como em hospitais, que visa prevenir e tratar disfunções causadas por doenças do trato respiratório como asma, tuberculose, bronquiolite, etc.
A fisioterapia respiratória pediátrica trata especificamente de crianças e a abordagem se difere das práticas utilizadas no adulto.
É preciso respeitar a idade do paciente, fatores anatômicos e fisiológicos, qual a doença pulmonar em questão, quais as doenças associadas e qual a condição clínica atual e evolução do quadro. Também é preciso avaliar o nível de cooperação e aderência ao tratamento por parte da criança e desenvolvimento neuropsicomotor.
TÉCNICAS DE FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA
EXERCICIOS RESPIRATÓRIOS
RESPIRAÇÃO PELO DIAFRAGMA
Tem como objetivo fortalecer a expansão da base dos pulmões, e para a sua realização o paciente deve permanecer sentado, com o tronco inclinado cerca de 45º para trás, com as costas e a cabeça bem apoiadas, os joelhos dobrados e o abdômen relaxado, apoiando uma mão sobre este para perceber os movimentos respiratórios e controlar o exercício realizado.
Então, deve inspirar de forma lenta e profunda, para que se possa verificar a expansão da parede abdominal e a descida do diafragma. Em seguida, deve expirar o ar lentamente para que seja perceptível a contração da musculatura abdominal e a subida do diafragma. Essa é uma das técnicas que são utilizadas assim que se inicia o tratamento do paciente com problemas respiratórios.
EXERCÍCIOS INTERCOSTAIS
São indicados com a finalidade de aprender a controlar e fortalecer a expansão do tórax. Para a realização o paciente pode permanecer de pé ou sentado, apoiando as palmas das mãos sobre o tórax: durante a inspiração, deve efetuar uma ligeira pressão nas costelas, de modo a forçar e treinar os músculos inspiratórios e durante a expiração as mãos devem acompanhar o movimento de retração da cavidade torácica e no final, comprimi-la moderadamente com o objetivo de expulsar o máximo de ar possível.
SOPROS
Entre os exercícios existentes, um dos mais úteis para fortalecer a expiração é o sopro, que consiste na realização de inspirações profundas seguidas de expirações pela boca efetuadas com os lábios entreabertos, de modo a obstruir a saída do ar. Este exercício não deve ser efetuado muitas vezes seguidas, pois o excesso de oxigenação pode provocar enjoos e sensação de formigamento.
TÉCNICAS DE FISIOTERAPIA RESPIRATÓRIA
REMOÇÃO DE SECRECÃO
TOSSE ASSISTIDA
Existem vários procedimentos para desencadear a tosse ou fazer com que a mesma seja mais eficaz, de modo a conseguir a expulsão da expectoração. Efetuar uma inspiração profunda, seguida de pequenos sopros expiratórios alternados com breves pausas.
DRENAGEM POSTURAL
Este procedimento consiste em adotar e manter posições corporais que favoreçam a drenagem das secreções graças a ação da gravidade. Na prática, pretende-se que a zona pulmonar a drenar fique acima dos brônquios principais.
Desta maneira, as secreções fluem passivamente, sendo depois expulsas através da boca. Por exemplo, para facilitar a drenagem da zona superior dos pulmões, o paciente deve permanecer sentado e quando as secreções têm a tendência para se acumularem na parte inferior, é necessário que o paciente se incline de forma que a cabeça fique num plano inferior ao resto do corpo.
EXPIRAÇÃO COM PRESSÃO POSITIVA
É uma terapia que faz uso da Pressão Expiratória Positiva (PEP), alterando as pressões expiratórias de 5 a 20cmH2O e uma resistência nessa expiração para gerar tal pressão nas vias aéreas, por meio de um dispositivo – máscara nasal ou orotraqueal ligado ao ventilador. 
VENTILAÇÃO NÃO INVASIVA (VNI) 
Constitui-se da aplicação de pressão positiva na via aérea do indivíduo, por meio de uma interface, que auxiliará na abertura dos alvéolos e evitará o colabamento destes durante o ciclo respiratório, trazendo melhoras sobre a relação ventilação/perfusão, a troca gasosa, a oxigenação e a capacidade residual funcional, reduzindo o débito cardíaco, o retorno venoso e a pré e pós carga de ventrículo esquerdo.
TIPOS DE INTERFACES
Labirinto: com massinha de modelar, a criança pode construir um labirinto, marcando o início e o fim do percurso. Em seguida, uma bolinha de isopor será colocada no início do trajeto e deverá ser conduzida ao final apenas com o sopro produzido com um canudo ou com os lábios.
Bolinha de sabão: com a mistura de água e sabão, a criança pode ser orientada a soprar em um canudo para fazer bolas grandes e pequenas, controlando-se assim a quantidade de fluxo de ar necessário para cada tipo de bola.
Língua de sogra: a criança pode ser incentivada a usar diferentes quantidades de ar, verificando se consegue ou não desenrolar o brinquedo.
Bexiga: a criança pode encher bexigas em diferentes tamanhos, dependendo de sua idade. Em seguida, a bexiga pode ser colocada sobre uma mesa e uma competição pode ser iniciada, soprando-se a bexiga de um lado a outro para ver quem consegue derrubá-la da mesa. Se estiverem no chão, uma área pode ser delimitada e o mesmo procedimento pode ser seguido. 
Cata-vento: a criança pode ser estimulada a fazer o cata-vento girar a partir da intensidade de seu sopro.
6. Pintura: tendo como base uma folha de papel em branco, convide a criança a colocar o canudo na tinta e depois soprá-lo sobre o papel. Como uma variação, a tinta pode ser colocada diretamente sobre o papel, para que seja soprada pela criança.
7. Soprar sobre uma linha: coloque uma fita colorida sobre uma superfície plana e incentive a criança a soprar uma bolinha de isopor sobre esta linha.
8. Pilha de copos: monte com a criança uma torre de copos descartáveis e, quando estiver pronta, estimule-a a ir derrubando um por um, apenas com o sopro.
9. Bola ao alvo: levar uma bolinha de isopor, por meio do sopro, até o alvo, que pode ser, por exemplo, um copo descartável preso em um canto de uma mesa.
10. Barquinho de papel: faça com a criança barquinhos de papel e coloque-os em uma bacia com água. Incentive-a a movimentar os barquinhos apenas com o sopro.
NEONATOS

Outros materiais

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes