Buscar

cepeti-fisiologia-cardiovascular-46a98393 2

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 30 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 30 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 30 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

FISIOLOGIA CARDIOVASCULAR
 
 
 R3 Camila Araujo
CIRCULAÇÃO
Suprir necessidades dos tecidos corporais.
Transportar nutrientes, eliminar produtos do metabolismo, levar hormônios de uma parte do corpo a outra.
Intensidade do fluxo sanguíneo nos tecidos depende da sua necessidade de nutrientes.
Coração e circulação são controlados para produzir o DC.
Pressão arterial é necessária para gerar o fluxo sanguíneo tecidual necessário.
FÍSICA DA CIRCULAÇÃO
Artérias: Transportam sangue sob alta pressão para os tecidos.
Arteríolas: Ramos finais do sistema arterial que atuam como condutos de controle por onde o sangue é liberado para os capilares. Possuem parede muscular forte capaz de ocluir o vaso ou dilatá-lo com o relaxamento da parede.
Capilares: Trocam os líquidos, nutrientes, eletrólitos, hormônios e outras substâncias necessárias entre o sangue e o interstício.
Vênulas: Coletam sangue dos capilares e se reúnem formando veias progressivamente maiores.
Veias: Conduto para transporte de sangue das vênulas para retornar ao coração, além disso atuam como reservatório de sangue extra. 
PRESSÕES NAS DIVERSAS PARTES DA CIRCULAÇÃO
O coração bombeia sangue para aorta e pressão média nesse vaso é alta, em torno de 100 mmHg. Bombeamento pulsátil, alterna em pressão sistólica e diastólica.
A medida que o sangue flui para a circulação sistêmica a sua pressão média cai progressivamente.
Nas arteríolas pulmonares a pressão também é pulsátil, porém é menor. Em torno de 25 mmHg a Pressão Arterial Pulmonar Sistólica e a Pressão Diastólica em 8 mmHg. A pressão média na artéria pulmonar é de 16 mmHg.
As baixas pressões no sistema pulmonar são necessárias para expor o sangue dos capilares pulmonares a ao oxigênio e aos outros gases alveolares.
TEORIA BÁSICA DA FUNÇÃO CIRCULATÓRIA
A velocidade do fluxo sanguíneo para cada tecido é quase sempre controlada em relação as suas necessidades teciduais.
O débito cardíaco é controlado, principalmente pela soma de todos os fluxos teciduais locais.
A pressão arterial é controlada de forma independente do fluxo sanguíneo local ou do débito cardíaco. 
Pressão, Fluxo e Resistência
O fluxo sanguíneo do vaso depende de 2 fatores: 
 Diferença de pressão sanguínea entre as duas extremidades do vaso – Gradiente de pressão.
Impedimento ao fluxo sanguíneo pelo vaso – Resistência vascular.
 Variação de P = F x R
 R = Variação de P/ F
Fluxo sanguíneo
Fluxo sanguíneo é a quantidade de sangue que passa por determinado local da circulação durante um intervalo de tempo.
O fluxo sanguíneo total na circulação de um adulto é de 5000ml/ min. É o debito cardíaco, por ser a quantidade de sangue bombeada pelo coração para a aorta a cada minuto.
Pressão sanguínea
É a representação da força exercida pelo sangue contra qualquer unidade de área da parede vascular.
Pode ser aferida em mmHg ou Cm de H2O.
O mercúrio não pode subir e descer rapidamente.
Transdutores com uma membrana esticada que forma uma das paredes que por sua vez fica conectada por meio de agulha ou cateter ao vaso no qual a pressão será aferida.
Resistência ao fluxo sanguíneo
É o impedimento ao fluxo sanguíneo em uso vaso, que não pode ser medida direta, deve ser calculada.
A intensidade do fluxo sanguíneo em todo o sistema circulatório é igual à do sangue bombeado pelo coração.
Pequenas variações no diâmetro do vaso poder causar grandes alterações em sua capacidade de conduzir o sangue.
Resistência ao fluxo sanguíneo
O sangue bombeado pelo coração flui da região de alta pressão da circulação sistêmica para a de baixa pressão. 
As artérias, arteríolas, capilares, vênulas e veias são dispostas em série. O fluxo em cada vaso é o mesmo e a resistência total ao fluxo sanguíneo é igual a soma da resistência de cada vaso.
Essa disposição permite que cada tecido regule seu fluxo de modo independe ao fluxo dos outros tecidos.
 R total = R1 + R2 + R3+ R4...
Resistência ao fluxo sanguíneo
A resistência total é menor que a resistência de um vaso sanguíneo isolado.
O aumento da resistência em qualquer um dos vaso aumenta a resistência vascular total.
A adição de vasos sanguíneos reduz a resistência vascular total, pois muito vasos são paralelos facilitando o fluxo de sangue pelos tecidos.
Resistência ao fluxo sanguíneo
O fluxo sanguíneo por cada tecido é uma fração do fluxo sanguíneo total e é definido pela resistência e pelo gradiente de pressão.
A amputação de um membro ou retirada de um rim também remove um circuito paralelo e reduz a condutância e o fluxo sanguíneo total e aumenta a resistência vascular periférica.
Débito cardíaco e Retorno venoso
DÉBITO CARDÍACO
O débito cardíaco é a quantidade de sangue bombeado para a aorta a cada minuto, pelo coração. Também é a quantidade de sangue que flui para a circulação.
O retorno venoso é quantidade de sangue que flui das veias paras o átrio direito a cada minuto. 
O retorno venoso e o débito cardíaco devem ser iguais um ao outro.
Débito cardíaco
Varia de forma acentuada com o nível de atividade do corpo:
1- Metabolismo corporal básico
2- Exercício físico
3- Idade
4- Dimensão corporal
Para homens saudáveis jovens o débito cardíaco em repouso fica em torno de 5,6L/ min. Para mulheres 4,9 L/ min.
Débito cardíaco
Índice cardíaco: é o débito cardíaco por metro quadrado de da área de superfície corporal.
Mecanismo de Frank-Starling: Quando quantidade elevadas de sangue fluem para o coração, há distensão das paredes das câmaras cardíacas. Como resultado da distensão o músculo cardíaco se contrai com mais força, fazendo com que seja ejetado todo o sangue adicional que entrou da circulação sistêmica. O sangue do coração vai para a aorta e para a circulação rapidamente.
Débito cardíaco
A distensão do coração faz com que seu bombeamento seja mais rápido (com FC maior).
Na maioria das situações usuais o DC é controlado, de forma quase total pelos fatores periféricos que determinam o retorno venoso.
O retorno venoso é a soma de todos os fluxos sanguíneos locais e segmentos teciduais da circulação periférica. Logo a regulação do débito cardíaco é a soma da de todas as regulações do fluxo sanguíneo total. 
 DC = Pressão Arterial 
 RVP
Causas patológicas de DC aumentado
Todas resultam de resistência periférica total cronicamente reduzida. Nenhum resulta de excitação excessiva do próprio coração.
Causas patológicas de DC baixo
1- Anormalidades de causam redução acentuada da eficácia do bombeamento do coração.
DAC/ IAM
Cardiopatia valvar grave
Tamponamento cardíaco
Distúrbios metabólicos cardíacos
2- Causas que reduzem acentuadamente o retorno venoso.
Volume sanguíneo diminuído
Dilatação venosa aguda
Obstrução de veias maiores.
Massas tecidual diminuída. 
Curvas de DC
A pressão externa ao coração normal é igual a pressão intrapleural normal (pressão na cavidade torácica) de -4mmHg.
Causas que alteração pressão intrapleural e desviam o débito cardíaco.
Alterações cíclicas da pressão intrapleural na respiração.
Respiração com pressão negativa.
Respiração com pressão positiva.
Abertura da caixa torácica 
Tamponamento cardíaco. 
Curvas de Retorno venoso
Causas que alteram o retorno venoso da circulação sistêmica para o coração;
1- Pressão atrial direita que exerce fluxo retrógrado sobre as veias.
2- Grau de enchimento da circulação sistêmica (medido pela pressão média de enchimento sistêmico)
3- Resistência ao fluxo sanguíneo entre os vasos periféricos e o átrio D.
Curvas de Retorno venoso
Capacidade de bombeamento do coração diminuída aumenta a pressão no átrio D e aumenta a pressão sobre as veias da circulação sistêmica, diminuindo o retorno venoso do sangue ao coração.
Aumento da pressão no átrio D causa drástica redução no retorno venosoe o aumento da pressão retrógrada faz com que o sangue se acumule ao invés de retornar ao coração.
A pressão atrial D aumenta e causa estase venosa, o bombeamento cardíaco se aproxima de zero pois há diminuição do retorno venoso.
OBRIGADA

Outros materiais

Materiais relacionados

Perguntas relacionadas

Materiais recentes

Perguntas Recentes