Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
55 pág.
tolerancia sexualidade e homofobia

Pré-visualização | Página 1 de 2

SALVADOR, 
MAIO 2013. 
DISCIPLINA: SAÚDE NOS CICLOS VITAIS l 
 
DOCENTE: JORGAS MARQUES RODRIGUES 
 
ATIVIDADE: SEMINÁRIO 
 
SALVADOR, 
MAIO 2013. 
COMPONENTES: 
CARLA SOUZA DE FIGUEREDO SANTOS 
CRISTIANE POMPONET FERRAZ 
ROSANA CINTRA 
SHIRLEY NASCIMENTO DOS SANTOS 
UESLEI TÁSSIO SANTOS DE SOUZA 
OBJETIVO DESSE TRABALHO 
● Compreender a diversidade de valores, crenças e 
comportamentos relativos à intolerância, 
sexualidade e homofobia. 
 
● Reconhecer e respeitar as diferentes formas de 
atração sexual e o seu direito à expressão, 
garantindo a dignidade do ser humano, visando a 
melhoria da qualidade de vida da população. 
TEMAS QUE SERÃO ABORDADOS: 
● INTOLERÂNCIA 
 
● SEXUALIDADE 
 
● HOMOFOBIA 
 
INTOLERÂNCIA 
INTOLERÂNCIA 
● Definição 
 
● Sintomas da 
intolerância 
 
● Tipos de intolerância 
DEFINIÇÃO 
● A intolerância manifesta-se quando uma pessoa não 
aceita a outra pessoa diferente. 
 
● Comportamento - atitude odiosa e agressiva - de caráter 
político ou religioso, daqueles que possuem diferentes 
opiniões. 
SINTOMAS 
DE 
INTOLERÂNCIA 
DIVERSIDADE 
E 
IGUALDADE 
RELIGIOSA 
PORTADORES 
DE 
NECESSIDA-
DES 
ESPECIAIS 
HOMOFOBIA 
E 
TRANSFOBIA 
DESIGUALDA
-DES DE 
GÊNERO 
RACISTA 
E 
XENÓFOMA 
TIPOS 
DE 
INTOLERÂNCIA 
DIVERSIDADE E IGUALDADE 
 Aceitar as diferenças, 
mas promover a 
igualdade de direitos 
e deveres entre os 
membros de uma 
sociedade. 
RACISTA E XENÓFOMA 
 Racismo é julgar certa raça humana como superior ou 
inferior a outras. 
 
 A xenofobia é uma forma de discriminação social que 
consiste na aversão a diferentes culturas e 
nacionalidades. 
Exemplo de racismo: 
 
VÍDEO DO PASTOR FELICIANO 
CAMPANHA CONTRA O RACISMO 
 “A Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade 
(SEPPIR), lançou a campanha “Igualdade Racial é pra 
Valer”. A iniciativa é motivada pelo Ano Internacional dos 
Povos Afrodescendentes, instituído em 2011 pela 
Organização das Nações Unidas (ONU). 
Exemplo de xenofobia em redes sociais: 
 
 
DESIGUALDADE DE GÊNERO 
 Refere-se a diferenças entre 
homens e mulheres ( machismo e 
feminismo). 
HOMOFOBIA E TRANSFOBIA 
 É o termo utilizado para identificar o ódio ou a 
discriminação de uma pessoa contra homossexuais 
(homens que gostam de homens), lésbicas (mulheres 
que gostam de mulheres), transexuais(pessoas que 
mudam de sexo), travestis(homens que se vestem de 
mulheres). 
PORTADORES DE 
NECESSIDADES ESPECIAIS 
Deficientes físicos e 
deficientes mentais muitas 
vezes são vítimas de 
preconceito e discriminação e 
costumam não receber o 
mesmo tipo de tratamento na 
sociedade. 
RELIGIOSA 
A intolerância religiosa é 
um conjunto de 
ideologias e atitudes 
ofensivas a diferentes 
crenças e religiões. Em 
casos extremos esse 
tipo de intolerância 
torna-se uma 
perseguição. 
Em 2007 foi sancionada, pelo ex-presidente Lula, 
a Lei nº 11.635 que faz do 21 de janeiro o Dia 
Nacional de Combate à Intolerância Religiosa. 
SEXUALIDADE 
SEXUALIDADE 
● É definida pela OMS (Organização Mundial De 
saúde) como “uma energia que nos motiva a 
procurar contato, afeto, prazer, bem-estar e que 
influencia pensamentos, ações e interações. 
● O sexo pode definir-se como o ato sexual, como 
a condição orgânica que distingue o macho da 
fêmea ou como o conjunto de órgãos sexuais. 
 
 
SEXUALIDADE 
 SEXO 
VÍDEO EXPLICANDO A DIFERENÇA SOBRE 
SEXUALIDE E SEXO. 
Sexualidade nas 
diferentes fases 
da vida 
● Sexualidade na infância 
 
● Sexualidade na adolescência 
 
● Sexualidade na fase adulta 
 
● Sexualidade na terceira idade 
 
SEXUALIDADE 
NA 
INFÂNCIA 
 
Predomínio do prazer corporal difuso e inespecífico. 
 
0 a 18 meses: 
● Sensações de prazer vindas da exploração oral 
 
● Conhecimento e exploração do próprio corpo 
 
● Formação da identidade genital 
 
 
18 meses a 3 anos: 
●Interesse pelas diferenças entre adultos e 
crianças 
 
●Consciência da identidade de gênero 
 
●Aprendizado do controle esfincteriano 
 
 
 
3 a 6 anos: 
● Reconhecimento das diferenças entre os sexos 
 
● Interesse sobre a origem dos bebês 
 
● Aprendizado dos papéis sexuais 
 
6 a 9 anos: 
●Brincadeiras sexuais consigo 
mesmo ou com crianças do 
mesmo sexo 
 
●Interesse crescente por assuntos sexuais 
 
●Aumento das influências externas - família, 
escola, igreja, amigos, mídia 
 
9 a 11 anos: 
●Interesse e atração pelo sexo 
oposto de forma platônica 
 
●Fase de vergonha do corpo 
 
●Aumento da atividade auto-erótica 
 
●Aumento da procura de informações sobre sexo 
 
 
SEXUALIDADE 
NA 
ADOLESCÊNCIA 
● Aparecimento do prazer erótico-genital, início da 
função reprodutiva e consciência da orientação 
afetivo-sexual. 
 
● Intenso interesse e preocupação com as mudanças 
do corpo 
 
● Mudanças hormonais desencadeando o início da 
puberdade e da capacidade 
● Aprendizado das relações afetivas 
 
● Expectativas, fantasias e ansiedades sobre a 
iniciação sexual 
 
● Consciência da orientação afetivo-sexual 
 
 
SEXUALIDADE 
NA IDADE 
ADULTA 
 Função sexual plena: prazer erótico-genital, 
capacidade reprodutiva e vivência da intimidade. 
 
●Diversidade de experiências sexuais 
 
●Interesse pelo estabelecimento de vínculos afetivos 
mais estáveis 
●Importância da qualidade do relacionamento 
conjugal e familiar para a vida sexual 
 
●Mudanças sexuais na gravidez, puerpério e 
amamentação 
 
●Influência do stress sobre o desempenho sexual 
 
SEXUALIDADE 
NA TERCEIRA 
IDADE 
Predomínio da vivência 
da intimidade, 
capacidade erótica 
preservada, declínio da 
função reprodutiva. 
●Atividade sexual pode continuar por toda a vida, 
desde que mantida uma regularidade no 
relacionamento sexual 
 
●Resposta sexual se torna mais lenta com a idade, 
mas nunca desaparece por completo 
 
●Maior problema: o preconceito 
 
●A menopausa marca o término da função 
reprodutiva na mulher, e não o fim da função 
sexual erótico-afetiva 
 
●O homem preserva a capacidade 
de gerar filhos até o fim da vida 
 
●Vida sexual pode ficar comprometida por 
debilitação física, doenças e efeitos de certos 
medicamentos 
 
●Dificuldades sexuais em relação direta com a 
crise existencial e com a forma de encarar as 
“perdas”. 
 
HOMOFOBIA 
HOMOFOBIA 
É o termo utilizado para designar 
uma espécies de medo irracional 
diante da homossexualidade ou da 
pessoal homossexual,colocando este 
em posição de inferioridade e 
utilizando –se,muitas vezes,para isso 
de violência física ou verbal. 
 
HOMOFOBIA 
● O termo foi utilizado pela primeira vez nos estados 
unidos em meados dos anos 70 e a partir dos anos 90 
foi difundido ao redor do mundo. 
 
● No decorrer dos anos, inúmeras denominações foram 
usadas para identificar a homossexualidade,refletindo o 
caráter preconceituoso das sociedades que 
determinavam alguns termos: pecado mortal, perversão 
sexual, aberração. 
 
● A homofobia esta tão enraizada na cultura, na 
inversão dos
Página12