Formulario_FísicaIII
5 pág.

Formulario_FísicaIII

Pré-visualização1 página
L
r
Cargas e Campo Elétrico
Definição 
Geral
Força (Cap 21)
Campo (Cap 22 / 23)
DDP (Cap 24)
Capacitância (Cap 25)
1º Simetria
2º Gaussiana
3º Integrar dA
R
z
+
+
+
-
-
-
1º carga (q)
2º campo (E)
3º DDP(V)
4º q = CV
Densidade de carga
Constantes
Circuito Série
Circuito Paralelo
Energia
Densidade de Energia
Particular para 
2 elementos
Escala
Formulário de Física sobre eletricidade e carga elétrica
1
Força (Cap 21)
Campo (Cap 22)
Fluxo (Cap 23)
DDP (Cap 24)
Volume
Área
Capacitância (Cap 25)
Capacitância é a propriedade de armazenar cargas. É definida estritamente pela sua geometria e meio dielétrico (\u3b50).
Resistência e Campo Magnético
Definição 
Geral
Força
Definições
Circuito Série
Circuito Paralelo
R
r
Particular para 
2 elementos
Comportamento na associação de indutores e resistência é o mesmo. Substituir L por r. 
Campo Magnético
Indução e Indutância
Circuito RC
Carga
Descarga
Quando t\u2192\u221e capacitor comporta-se como circuito aberto.
Torque e Momento Dipolar
Ø - radianos
Circuito RL
Carga
Descarga
Quando t\u2192\u221e indutor comporta-se como circuito fechado.
Constantes
Escala
Energia
Formulário de Física sobre resistores, corrente e campo magnético
3
Circuitos (Cap 27) \u2013 Haliday pg-159
Campo Magnético (Cap 28) \u2013 Halliday pg-191
Campo produzidos por corrente (Cap 29) \u2013 Halliday pg-221
Indução e Indutância (Cap 30) \u2013 pg-251
Corrente e Resistência (Cap 26) \u2013 Halliday pg-133
Referência de Halliday, 7ª edição
Corrente elétrica (i ou I) são cargas em movimento (em Ampere (A) ou coulomb/segundo). A corrente que passa por um material condutor obedece determinado fluxo que nos permite avaliar a densidade de corrente (J em i/Área).
Resistência (r ou R) é oposição a passagem de corrente, depende da geometria e da resistividade (\u3c1 em \u2126/m) ou condutividade (\u3c3 = 1/\u3c1 = (\u2126/m)-1) que é uma característica exclusiva do material. A velocidade de deriva (Vd) é a densidade de corrente (J) pelo número de portadores livre no elétron (ne) (Vd = J / ne).
1ª Lei dos nós: Em um nó, a soma das correntes elétricas que entram é igual à soma das correntes que saem.
2ª Lei das malhas: A soma algébrica da d.d.p (Diferença de Potencial Elétrico) em um percurso fechado é nula. Ou seja, a soma de todas as tensões (f.e.m. em Volts - V) é igual a soma de todas as quedas de tensões (resistência x corrente \u2013 R(\u2126) x I(A)).
Campo magnético ((B) em Tesla (T) x entrando no plano / \u298 saindo do plano) são manifestações da força magnética. Para determinar o sentido da força aplicada em uma partícula que penetra um campo utilizamos a regra da mão direita e avaliamos a interação do vetor velocidade(v) com o vetor campo (B).
Campo é a carga em movimento. Através deste conceito, observamos a comprovação da Lei de Briot-Savart e Lei Circuital de Ampère. Com o polegar da mão direita apontando para corrente conseguimos observar o campo gerado. As ondas magnéticas, serão círculos concêntricos perpendiculares a corrente (i).
Lei de Briot-Savart: Em eletromagnetismo, um campo magnético (B em Tesla(T)) pode ser descrito como um vetor de indução magnética em termos de magnitude e direção de uma fonte de corrente (i), da distância(d) da fonte de corrente elétrica (i) e a permeabilidade do meio(\u3bc0).
Lei Circuital de Ampère: Um fio ao conduzir uma corrente elétrica (i), gera um campo magnético (B em Tesla(T)), de linhas de força perpendiculares a ele.
A corrente que atravessa um fio produz um campo elétrico induzido(Ei), o mesmo influencia tal qual é influenciado por outros campos a sua volta. Esta conexão é chamada de circuito magnético e tem como elemento comum o fluxo (ØB/dt) que chamamos enlace de indução magnético (NØ). A indutância (L = NØB/i) é a razão da fluxo em relação a corrente tal qual a f.e.m. (E = L di/dt), sendo que depende da variação no tempo (d/dt). Seu valor depende do número de espiras.
Lei de Faraday: corrente elétrica induzida em um circuito fechado por um campo magnético, é proporcional ao número de linhas do fluxo que atravessa a área envolvida do circuito, na unidade de tempo.
Lei de Lenz: A f.e.m. induzida é tal que se opõem a causa que produziu (o sinal de menos).
Allan
Allan fez um comentário
Excelente material. Muito obrigado
0 aprovações
Carregar mais