quimica - 3
6 pág.

quimica - 3

Disciplina:Química Geral Experimental567 materiais8.800 seguidores
Pré-visualização1 página
UFF - Universidade Federal Fluminense

PUVR – Pólo Universitário de Volta Redonda

Prática nº. 03: Reações Químicas
26/10/2011

Disciplina: Química Experimental I

Turma:VC
Nomes:

Arthur Coelho Abrantes
Vinícius de Almeida Barreto

Professor: Gilmar Clemente Silva

Introdução

O cálculo das quantidades das substancias envolvidas numa reação química é chamado estequiometria.
Para efetuar os cálculos estequiométricos, devem-se conhecer as proporções existentes entre os elementos que formam as diferentes substâncias, ou seja, a relação estequiométrica entre produtos e reagentes permite calcular a massa de produto através da massa do reagente.

Objetivo

Analisar aspectos qualitativos e quantitativos das reações químicas, mostrando que através do cálculo estequiométrico determinam-se as quantidades de reagentes consumidos e de produtos formados nas reações químicas.

Parte Experimental

Materiais e reagentes utilizados

	Os materiais que foram utilizados para os experimentos foram:

-3 Béqueres de 100mL
-Pipeta

-Papel de filtro
-Bomba de vácuo

-Funil
-Bastão de vidro

-Pisseta

-Estufa

-Dessecador

	Os reagentes usados para os experimentos foram:

-10mL de cloreto de bário
-10mL de ácido sulfúrico

-Água

Procedimento Experimental

Para iniciar a primeira parte do experimento, numera-se os três béqueres(em ordem de 1,2 e 3), estando eles limpos e secos, anotando o peso de cada um.
Com auxílio da pipeta, transfere-se 10mL da solução de cloreto de bário de concentração 1,0 mol/L para o béquer 1. Novamente pesa-se o béquer 1.

Com a pipeta, transfere-se 10mL da solução de ácido sulfúrico de concentração 1,2 mol/L para o béquer 2, pesando o conjunto em seguida.
 Transfere-se então todo o conteúdo do béquer 1 para o béquer 3, e logo após transfere-se lentamente o conteúdo do béquer 2 para o béquer 3.
A reação a seguir representa o que foi feito neste experimento, encontra-se abaixo:

BaCl2 + H2SO4 -> BaSO4 + 2 HCl

Onde os produtos são o sulfato de bário (BaSO4) e ácido clorídrico (HCl).

Acabando a primeira parte do experimento, inicia-se a segunda pesando o papel de filtro. Agita-se a mistura produzida na primeira parte do experimento.
Escoa-se esta mistura, através do papel de filtro e funil, lentamente com auxílio do bastão de vidro. E para que não se perca a mistura no papel, lava-se o interior do béquer com a pisseta, de modo a recuperar o máximo possível de mistura para o papel de filtro. E ainda usa-se uma bomba de vácuo, para que mistura escoe mais rápido.
Após o escoamento da mistura através do papel de filtro, retira-se este do funil. Levando o precipitado para secar em estufa à 150 ºC, por dez minutos. Retire o precipitado seco da estufa e coloque-o para resfriar em um dessecador. Depois de frio, pesa-se o papel de filtro com o precipitado.

	
Resultados e Discussões

Para o experimento um, foi feito uma tabela, com as massas obtidas nas pesagens foi montada a tabela 1:

	Tabela 1. Massa da reação

	Substâncias
	Massa (g)

	Cloreto de bário
	11,823

	Ácido sulfúrico
	10,671

	Produto da reação
	22,293

	

	Além disso, nessa parte do experimento, foi possível ver que as substâncias, quando reagiram, mudaram sua cor, de incolor para branco. Além disso, houve a formação de espuma. Após aproximadamente dois minutos foi possível observar a separação das substancias. Sendo que a mais densa (o sulfato de bário) era incolor, e o menos denso (acido clorídrico) era branco.
Na segunda parte do experimento, com o papel de massa 1,00±0,03 grama, obteve o papel com a reação na massa de 4,072 gramas, ou seja, 1,072 gramas de sulfato de bário.
Depois de retirado da estufa o funil, em sua borda ficou levemente queimado e ao meio houve certos “pontos” amarelos.

Conclusões

Conclui-se que mesmo com as fontes de erros, os valores encontrados foram satisfatórios. Sendo que na reação química o aspecto qualitativo pode indicar quais foram as substancias(reagentes e produtos) envolvidos na reação, onde neste caso foram: cloreto de bário e acido sulfúrico como reagentes, e sulfato de bário e acido clorídrico como produtos.
Já no aspecto quantitativo indica as quantidades relativas de reagentes consumidos e de produtos formados, sendo que foram necessários 11,823g de cloreto de bário com 10,671g de acido sulfúrico para formar 1,072g de sulfato de bário e 21,221g de acido clorídrico.
E através deste experimento pode-se notar claramente a lei de Lavoisier: “"Na Natureza nada se cria e nada se perde, tudo se transforma". Portanto, a massa na reação não foi perdida, nem destruída, apenas foi transformada, de reagente para produto.

Questionário

1. Escreva a equação química correspondente à reação observada. Indique o precipitado formado.

A reação é a seguinte:

BaCl2 + H2SO4 -> BaSO4 + 2 HCl

Sendo que o precipitado é o BaSO4.

2. Por que a filtração deve ser realizada com o máximo de cuidado?

Para que não se perca a mistura e, além disso, para que não o ácido clorídrico não entre em contato com nenhuma outra substância.

3. Qual a finalidade de se lavar o precipitado obtido com água destilada?

E para que o liquido, passe completamente, ficando apenas o BaSO4.

4. Quais as massas de ácido sulfúrico e cloreto de bário utilizado no experimento para a síntese do sulfato de bário?

A massa de ácido sulfúrico foi 11,823 gramas e de cloreto de bário foi 10,671 gramas.

5. Qual a massa de sulfato de bário obtida?

A massa de sulfato de bário obtida foi 1,072 gramas.

6. Qual reagente está em excesso na reação? Justifique através de cálculos.

Bibliografia

 Usamos como referências os sites a seguir:

http://www.infoescola.com/elementos-quimicos/bario/

http://luizclaudionovaes.sites.uol.com.br/mistsolrea.htm

http://www.pdamed.com.br/diciomed/pdamed_0001_15453.php

 Usamos como referencia o livro a seguir:

Ubsberco e Salvador – Química volume 1 – Editora Saraiva
Química a ciência central, Brow