A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
14 pág.
PPP 2007 ESCOLA MUNICIPAL APRÍGIO DE QUEIROZ (2)

Pré-visualização | Página 1 de 3

Níveis Básicos de Ensino
Escola Municipal Aprígio de Queiroz,
Educação Infantil;
Ensino Fundamental de 1ª a 8ª Série.
“O rio conseguiu alcançar seus objetivos, porque soube contornar obstáculos”.
Sumário
I. Parte
1. Introdução------------------------------------------------------------1
1.1		 Referenciam Legal
2. Justificativa-------------------------------------------------------------------3
3. Caracterização da Escola------------------------------------------4
3.1 		Histórico
3.2 		Espaço Físico
3.3 		Dinâmica de Funcionamento
3.4 		Corpo Discente
3.5 		Corpo Docente
3.6 		Ensino Aprendizagem
4. Definição de Objetivos e Metas-----------------------------------6
4.1 		Objetivo Geral 
4.2 		Definição de Metas
5. Fundamentação Teórica – Princípios----------------------------8
5.1		 Princípios Éticos Políticos
5.2		 Princípios Epistemológicos
5.3		 Princípios Didático-Pedagógicos
5.4		 Processo Metodológico – Ensino Fundamental
5.5		 Estrutura Curricular – Ensino Fundamental
6. Avaliação da Aprendizagem-------------------------------------10
7. Recursos--------------------------------------------------------------11
7.1		 Recursos Humanos
7.2		 Recursos Materiais e Financeiros
II. Parte
Ementário – Plano de Ensino
Matriz Curricular – Ensino Fundamental
Calendário Letivo
1. – Introdução
1.1 – Referencia Legal
As escolas deverão reconhecer que as aprendizagens na Educação e Infantil e no Ensino Fundamental são constituídas na interpretação entre o processo de conhecimento das relações entre as distintas identidades dos vários participantes do contexto escolarizado, através das diversas expectativas da vida dos alunos, professores e demais participantes da vida escolar. (A Lei 9.394/96 diz:)
O ensino Fundamental com duração mínima de oito anos, obrigatório e gratuito nas escolas publicas, terá como objetivo a formação básica do cidadão, mediante:
O desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo;
A compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, de tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade;
O desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, tendo em vista a aquisição do conhecimento e habilidades de formação de atitudes e seus valores.
O fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância recíproca em que se assenta a vida social – Artigo 32 e incisos I, II, III, e IV da LDB.
2. – Justificativa
É cada vez maior a responsabilidade de todos, no que diz respeito à importância dispensada à educação. Diante disso cresce a responsabilidade da comunidade escolar da Escola Municipal Aprígio de Queiroz, que tem como princípio básico à autonomia em pensar segundo a sua realidade, às possibilidades, demandas e condições indispensáveis ao desenvolvimento de uma proposta que propicie ao repensar das concepções pedagógicas, e de suas finalidades e de como processar o conjunto de idéias de todos os pares. 
Acreditamos ser fundamental, que os alunos de Educação infantil e Ensino fundamental sejam entendidos e respeitados em suas especialidades afetivas, emocional, sociais e cognitivas, e que lhes sejam garantidos os direitos de viverem experiências prazerosas na escola. 
Para atender esses objetivos estamos procurando melhorar nosso espaço físico, recursos humanos, recursos didáticos, capacitando nossos professores e funcionários para melhor atender o que determina a LDB e o Referencial Curricular para o Ensino Básico – Fundamental e principalmente compreender as novas propostas das práticas educativas contidas em nosso projeto pedagógico.
Este servirá de orientação para o trabalho diário do professor e para impor uma nova identidade a nossa escola, já que, a partir desse ano, conscientes das profundas mudanças que ocorrem na sociedade e afetam o modo de ser, pensar, sentir e agir das pessoas. Estaremos implantando na Educação Infantil e Ensino Fundamental as teorias filosóficas pertinentes aos níveis básicos de ensino, das questões que afetam as realidades educativas, legitimadas pelos modelos implantados a partir das políticas econômicas e sociais do país. 
3. – Caracterização da Escola 
Denominação Escola Municipal Aprígio de Queiroz
Endereço: Vila de Quixaba
Município: Morpará – Bahia
Ato de Criação: Lei Mun. Nº. 0097/2005 de 04 de outubro de 2008
Portaria: 4098
Processo de autorização-: 0061547-5
Código: 2904005/1
Histórico 
A Escola Municipal Aprígio de Queiroz, situada na Vila de Quixaba
, Município de Morpará, Estado da Bahia, nasceu a partir da necessidade de proporcionar ao educando da zona rural a oportunidade de concluir o Ensino Fundamental em sua própria localidade evitando assim, o translado do mesmo à sede do município. A Entidade recebe o nome de Escola Aprígio de Queiroz, por ser o doador do terreno para a construção. A escola foi construída em 1969, na gestão do Sr. Prefeito Horácio Queiroz. Apresenta uma área de 56 m (cinqüenta e seis metros) de frente por 36 m (trinta e seis metros) de frente ao fundo, formando uma área de 2016 m² (dois mil e dezesseis). Limitando-se para o Norte, Sul, Nascente e Poente, com terrenos baldios. O imóvel foi registrado conforme a Lei Estadual de nº 1722 de 31 de julho de 1962, o referido terreno foi avaliado Cr$ 20.000 (vinte mil cruzeiro) de acordo com a avaliação feita serviram como testemunhas os senhores: Galdino Pereira de Souza e Otacílio Queiroz, brasileiros, maiores, capazes, comerciantes, residentes e domiciliados nesta cidade. 
Em 11 dos 06 de 1981, a Escola Municipal Aprígio de Queiroz, recebeu o ato de criação com a portaria, 4098, INEP- 29040051. No ano 2000 (dois mil) a Escola recebeu autorização da DIREC 22 para o funcionamento de 1ª a 8ª série, através do processo de nº 0061547/5. Em 2001 (dois mil e um) também se constituiu o registro do Estatuto do Caixa Escolar Esplendor, registrado no cartório de nota do Livro A-02, folhas nº 10, registro nº 111. Tendo como os primeiros funcionários: Rosalvo Pereira Lima (serviço geral), Leda (Professora).
Em 2001 a Escola recebeu verbas através dos padrões mínimos para ampliação da mesma. Ficando assim, organizado o seu espaço físico:
04 salas de aulas;
01 Diretoria;
01 Cantina;
02 Sanitários;
Fazem parte do Corpo Docente desta unidade escolar 09 (nove) professores todos com formação para o Magistério. Sendo eles: 
Dejanira Pereira Lima de Souza (Matemática e Educação Artística)
Delismara Araújo Lima (Geografia e Agricultura)
Istélia das Chagas Oliveira (Multiseriado)
João dos Santos Filhos (Matemática e Português)
Jucielma Ribeiro de Almeida (Ciências e Ensino Religioso)
José Neto Almeida Santana (História e Agricultura)
Maria da Conceição Ribeiro de Almeida (Língua Portuguesa) 
Marcos Júnior Farias dos Anjos (Educação Artística, Ensino Religioso e Inglês).
Marli Batista de Araújo (Multiseriado).
Corpo Administrativo fazem parte 4(quatro) membros, sendo eles (as):
Adenilda Batista das Chagas Souza (Diretora, com formação para o Magistério, Portaria de Nº.054/2009 de 12/02/09)
Dejanira Pereira Lima de Souza (Vice-Diretora, com Formação para o Magistério e Normal, Portaria de nº. 055/2009 de 12/02/09).
Feliciana Pereira dos Santos (Secretária, com Formação Normal) portaria só consta o RG:1520552661
Andrecia do Vale Amorim (Secretária, com Formação Normal.
Patrícia de Oliveira Silva (Auxiliar de Computação, Formação Normal).
Na Escola existem 06 (seis) computadores todos em pleno funcionamento.
	Equipamentos eletrônicos existentes: Geladeira, Televisão, Som, aparelho de Dvd, Ventiladores, Caixa amplificada.
3.2 – Espaço Físico
O espaço físico destinado a Escola pertence à Prefeitura Municipal de Morpará.
Quanto a sua estrutura física a escola está assim organizada:
 04 Salas de aula
01 Diretoria
02 Sanitário
01 Cantina
3.3 – Dinâmica