A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
36 pág.
PSICOLOGIA CICLO VITAL

Pré-visualização | Página 2 de 13

já é gente grande‟ e se rebela constantemente contra as normas da vida diária, gerando um ambiente de permanente atrito com os pais. A mãe alega que até seis meses atrás „eu dava banho nele uma vez por semana, porque ainda não se lava direito‟ coisa que de lá para cá tem se recusado a aceitar. Afirma ainda que „outra coisa esquisita é que ele costuma se trancar horas seguidas no banheiro‟. A mãe também encontrou embaixo do colchão dele duas revistas de mulheres nuas e crê „que isso não é coisa pra moleque; e, além do mais, ele anda com uns amigos que o influenciam negativamente e vai acabar ficando tarado‟. Ela alega que até surgirem tais amigos „ele se interessava por futebol, videogame, brincava com carrinhos e lego‟. Segundo a mãe, „os amigos fizeram-no perder os interesses antigos, são más influências para nosso filho‟. O pai, por sua vez, tem medo que ele „vire homossexual‟, pois por conta dos amigos „deu para querer fazer aula de desenho artístico‟. Por outro lado, ele anda mudando de comportamento a todo o momento: há horas que está de ótimo humor e, às vezes, fica „murcho, sem vontade de nada‟ e quando „a gente quer ajudá-lo, fica bravo, acusando-nos de velhos, autoritários, que não o entendemos e que gostaria de poder ser livre para morar longe da gente, que só lhe criamos problemas.” 
 
Leia as afirmativas a seguir e reflita: do ponto de vista psicológico, o que está acontecendo com João? 
 
João apresenta comportamentos de isolamento, labilidade emocional e a adoção de outras condutas (delinqüentes), que são indícios de uma psicopatologia. 
João reage para “matar simbolicamente” seus pais, pois “quer ser alguém” e precisa diferenciar-se deles para construir sua identidade, e, para isso, precisa ser violento com eles. 
João está perdendo seu corpo de criança e descobrindo o novo corpo, precisando, assim, explorá-lo, bem como descobrir as novas sensações que isso lhe traz. Necessidade de intimidade consigo, pois a sexualidade está surgindo e ele sente-se constrangido na presença da mãe que ainda quer controlá-lo, quando já não se vê mais como criança. 
 
Assinale a alternativa que contém a(s) afirmativa(s) correta(s): 
 
Somente a alternativa III está correta. 
Somente a alternativa I está correta. 
Somente a alternativa II está correta. 
Somente as alternativas II e III estão corretas. 
Somente as alternativas I e III estão corretas. 
 
 
12: Leia o fragmento abaixo e responda à questão: 
 “Selma é uma mulher de 45 anos, mãe de dois jovens „bem encaminhados‟ (sic). Casou-se aos 17 anos e não conseguiu realizar o seu grande sonho, o de tornar-se professora. Este ano ingressou na faculdade de 
Pedagogia e está confiante apesar das dificuldades que tem encontrado, pois há muitos anos „fugi‟ da escola 
(sic)”. 
 
Em que etapa do ciclo vital encontra-se Selma: 
 
Vida adulta jovem. 
Vida adulta média. 
Vida adulta tardia. 
Velhice precoce. 
Adolescência tardia. 
 
 
13: Leia o fragmento a seguir e responda à questão: 
“Eu acho que já estou num ponto mais crítico, porque começo a conviver com as perdas dos amigos, pessoas mais próximas. Você vai caminhando para o início de uma coisa derradeira. Já começo a falar do passado, já começo a contar história sem precisar ler, história minha mesmo. Já tenho o que contar. Eu acho que eu fico... Eu acho até... que dá para ser uma pessoa diferente. É interessante. Interessante para as outras pessoas, eu acho que, para mim, eu tenho dificuldade de aceitar isso, de viver tranquilamente, perder o gosto, perder a cor. Ah, não tenho uma visão boa, não tenho mesmo. As coisas, às vezes, parece cair no marasmo, coisa ambivalente, falta sentido para as coisas, parece que caem no vazio, ficando sem graça mesmo. E cada vez mais a perspectiva da morte. Sei lá, tenho a impressão de que vou ficar só calculando o tempo de vida. Talvez faltem apenas uns 15 anos. É tenebroso! E a família? Filhos, netos, todos com a vida organizada. Nem sempre a gente se encontra ou se fala. Será que quando eu não puder mais viver sozinha eles vão querer ou vão deixar que eu more com eles? Tenho medo, a vida deles é tão diferente da minha...” 
 
Qual é a fase de vida retratada acima? 
 
Adolescência, porque o texto explicita aspectos de ordem biopsicossociais como: a redefinição da identidade, autoconceito e autoestima. 
Meia-idade, porque o texto cita uma degeneração dos órgãos, alterações fisiológicas e perda das capacidades habituais, como a visão. 
Maturidade, porque o texto explicita a crise de generatividade versus estagnação, na qual o indivíduo realiza um “balanço de vida” buscando o sentido da sua existência frente à possibilidade de morte. 
Velhice, porque o texto menciona a redução do investimento psíquico fora do eu, diminuição nas trocas relacionais por desinteresse ou ausência de estímulos. Crise de integridade de ego versus desesperança. 
Crise de identidade versus confusão de papéis, porque o texto explicita conflitos frente à revisão de papéis e a redefinição de identidade depois do “ninho vazio”. 
 
 
14- Podemos dizer que o período no qual a pessoa começa a realizar seu projeto de vida é: 
 
Vida adulta jovem 
Primeira infância 
Segunda infância 
Terceira infância 
Puberdade e adolescência 
 
 
15: O primeiro passo no desenvolvimento humano é o momento quando uma célula espermática do homem atravessa a parede do óvulo da mulher e uma criança poderá ser concebida. De acordo com essa afirmação, podemos garantir que: 
Na concepção, os 25 cromossomos do espermatozoide se reúnem com os 21 cromossomos do óvulo para formar o conjunto de 46 que será reproduzido em cada célula do corpo do novo bebê 
Durante o período pré-natal, o ser humano passa por fases de desenvolvimento que são sucessivamento: germinal, embrião, zigoto e feto 
A síndrome de Down é um exemplo de anomalia cromossômica 
Embora seja verdade que a maioria dos partos é bastante normal, há algumas coisas que podem sair erradas, por exemplo, a anoxia (falta de oxigênio) 
 
Assinale a alternativa que contém a afirmativa correta: 
apenas I, III e IV estão corretas 
Apenas II, III e IV estão corretas 
Apenas I e III estão corretas 
Apenas II e IV estão corretas 
Apenas III e IV estão corretas 
 
 
16: Na idade pré-escolar, há uma expansão da curiosidade intelectual, demonstrando assim o desenvolvimento cognitivo da criança nesta fase. Com o aparecimento da função simbólica, formam-se os primeiros conceitos, permitindo que a criança represente pessoas ou objetos ausentes, além de utilizar-se da imaginação em seus jogos de faz de conta. Com isso, pode-se afirmar que: 
 
as ações da criança passam a ser fruto de hipóteses e conclusões 
O pensamento da criança nesta fase se caracteriza por ser intuitivo e pré-lógico 
Devido ao pensamento egocêntrico, a criança atribui alma aos objetos, coisas e pessoas. IV. O pensamento da criança nesta fase é reversível. 
 
Assinale a alternativa correta: 
I e II estão incorretas 
III e IV estão incorretas 
II e III estão incorretas 
I e III estão incorretas 
I e IV estão incorretas. 
 
 
17- De acordo com os estudos da disciplina sobre concepção, gestação e parto assinale a alternativa correta: 
 
A)Os fatores teratogenicos atuam igualmente ao longo de toda a gestação 
B)A anoxia diz respeito a uma insuficiencia de oxigenio no bebe que pode ocorrer durante o primeiro ano de vida 
C)Os bebes nascem com reflexos e não irão desenvole-los ao longo do primeiro ano de vida 
D)Os reflexos de moro e de Babinsky devem desaparecer por volta dos seis meses de idade, mas não são substituidos pelas funções celebrais mais complexas 
E) Fatores teratogenicos durante a gestação podem afetar o desenvolvimento do feto 
 
 
18- Dentre as mudanças que ocorrem no pensamento da criança a partir dos sete anos de idade, podemos afirmar que: l O pensamento vai se tornando objetivo e descentralizado. ll O comportamento continua fortemente egocentrico. lll A criança pasa a dominar os conceitos de: distância, tempo,

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.