A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
30 pág.
Estudos Dirigidos 1

Pré-visualização | Página 1 de 5

Introdução a Semiologia e Estomatologia 
Conceitue semiotécnica.
Parte integrante da semiologia que compreende a técnica de pesquisa dos sinais e sintomas.
Cite 05 exemplos de semiotécnica e descreva o seu objetivo.
Inspeção: Visão por meio de forma direta (há olho nú), e indireta (através de lentes e espelhos). Seno facilitado pela secagem com ar, afastadores e boa iluminação.
Diascópia (Vitropressão): Checar a correlação da lesão com a vascularização, observando uma estrutura comprimida através de uma lamina de vidro. Quando desaparece, tem origem vascular, quando não, a origem é pigmentar.
Palpação: Perceber o endurecimento ou amolecimento, alterações de superfície e o crescimento tecidual. Tocar com as pontas dos dedos, avaliando de forma minuciosas a textura, espessura, consistência, sensibilidade, volume, temperatura.
Percussão: Direto ou indiretamente, ato ou efeito de tocar ou bater. Usar cabo dos instrumentos para comparar a sensibilidade dos periodontos laterais e apicais. Avaliar o estado físico do conteúdo (liquido semissólido e sólido).
 
Punção: Aspiração de um conteúdo liquido de uma lesão. Lesões vasculares preenchidas por sague. Seringa tipo Luer de 20ml.
Olfação: O olfato é um dos cinco sentidos pelo qual se percebe os odores. Detectar halitose, álcool, cheiro cetônico de diabéticos, pus e necrose.
Auscultação: É o termo técnico para a escuta dos sons internos do corpo, normalmente usando um estetoscópio. Na odontologia é utilizada para ouvir sons e ruídos emitidos pela ATM. Pode ser direto ou indireto. 
Exploração: Avaliar o interior de determinadas estruturas orgânicas com instrumentação especifica (pesquisar mais).
Raspagem: Ato de flexionar e esfregar determinadas áreas da mucosa bucal. (Ex.: áreas brancas que se destacam quando raspadas)
Defina sintoma e cite 03 exemplos.
É qualquer fenômeno ou mudança provocada no organismo por uma doença, e que descritos auxiliam o diagnóstico. 
Exemplo: Periodontite: 
Gengiva inchada, vermelha e sensível; 
Sangramento durante a escovação e no uso do fio dental; 
Retração gengival que passa a impressão de dentes mais compridos; 
Dentes com mobilidade ou espaços entre eles;
Conceitue sinal e cite 05 exemplos. 
Possibilidade de conhecer, reconhecer ou prever alguma coisa. Na Odontologia evidência objetiva da causa de uma doença. Portanto os sinais indicam onde mecanicamente está apresentando problemas e que se não removido, com o tempo evolui para o desequilíbrio.
Exemplo: 
Carie: Manchas Brancas;
Sífilis: Sinais de lesões granulomatosas na cavidade oral. Forma um pequeno tumor e, no centro desse tumor, há uma ferida aberta que muitas vezes demora em cicatrizar. É o primeiro sinal que a sífilis dá.
Anemia: Quando há um despapilamento da língua, ela fica ‘careca’, com aspecto liso, brilhante e muitas vezes com secura. Isso pode significar que a pessoa está anêmica.
Leucemia: A leucemia se manifesta por lesões ulcerativas e por áreas necrosadas. Muitas vezes, há o aumento da gengiva e um sangramento espontâneo, que não existia anteriormente.
Pericardite: Bactérias que ficam na boca podem até mesmo causar uma infecção no coração. Por causa de gengivite, doenças gengivais avançadas ou de um canal não realizado essas bactérias da boca podem cair na corrente sanguínea e se alojar em tecidos cardíacos, causando uma infecção.
Defina sinais ou sintomas patognomônicos e cite 04 exemplos.
São características específicas de uma determinada doença, diferenciando-a das outras.
Exemplo: 
Caxumba: Aumento das parótidas, que é uma glândula situada no ramo ascendente da mandíbula. Pode afetar um ou ambos os lados do rosto. Irá se apresentar mole, dolorosa a palpação, sem sinais inflamatórios e sem limites nítidos. Com o edema da parótida há uma elevação da febre e dor de garganta.
Rubéola: Percebe-se um aumento dos gânglios cervicais, retroauriculares e occiptais. As lesões cutâneas são máculo-papulosas, de coloração rósea e às vezes confluentes. Iniciam na face, pescoço, tronco, membros superiores e inferiores em menos de 24 horas. Na maioria dos casos, a erupção permanece por 3 dias. Existem muitos indivíduos que apresentam a infecção inaparente.
Catapora: As lesões evoluem em menos de 8 horas: máculas > pápulas > vesículas > formação de crosta. As crostas costumam cair em 7 dias até 3 semanas, se houver contaminação. Neste caso ou se houver remoção prematura da crosta deixa cicatriz residual. As lesões acometem predominantemente tronco, pescoço, face, segmentos proximais dos membros, poupando palma das mãos e planta dos pés. Aparecem em surtos de 3 a 5 dias, por isso pode-se visualizar em uma mesma área a presença de todos os estágios de lesão.
Sarampo: São máculo-papulosas avermelhadas, isoladas uma das outras e circundadas por pele não comprometida, podendo confluir. Começam no início da orelha, após 24 horas são encontradas em: face, pescoço, tronco e braços, e após 2 ou 3 dias: membros inferiores e desaparecendo no 6º dia. As lesões evoluem para manchas pardas residuais com descamação leve. A temperatura tende a se normalizar no quarto dia de exantema.
Defina sinais ou sintomas prodrômicos ou preditivos e cite 02 exemplos. 
É indicativo de uma patologia clínica. Um conjunto de sinais e sintomas que prenunciam uma doença ou uma alteração da normalidade orgânica. 
Exemplo: 
TPM é prodrômico em relação ao período menstrual.
Dor de cabeça inexplicada podem ser sinais prodrômico de AVCs hemorrágicos OU alterações neurológicas focais.
Defina síndrome e cite 02 exemplos. 
É o conjunto de sinais ou sintomas que caracterizam uma determinada doença.
Síndrome de Sjögren: É uma doença autoimune de causa desconhecida que afeta as glândulas lacrimais e salivares, causando olho e boca seca. Os sintomas de olho seco podem apresentar-se como sensação de areia nos olhos ou de corpo estranho, dificuldade para abril os olhos pela manhã, vermelhidão. A boca seca leva a dificuldade de comer alimentos secos sem ingerir líquido, língua grudada no céu na boca pela manhã, feridas pequenas nos cantos da boca, cáries frequentes e quebra fácil dos dentes.
Sindrome de Gardner: Geralmente os osteomas são observados durante a puberdade e precedem o desenvolvimento de qualquer sintoma dos pólipos intestinais. Os indivíduos portadores desta desordem podem apresentar anormalidades dentárias, tais como prevalência aumentada de odontomas, dentes supranumerários e impacção dentária.
Defina prognóstico. 
O Prognóstico dependerá do diagnóstico final encontrado, e será elaborado graças ao conhecimento que o profissional tem sobre a doença. Devem ser dados anteriormente ao tratamento e com os possíveis danos anatômicos e funcionais, quais recursos terapêuticos que o paciente precisará as condições do paciente, o tipo da doença deve ser explicado ao paciente também. Em geral, o prognóstico pode ser bom, ruim ou sombrio, duvidoso.
Descreva os fatores que podem interferir no prognóstico. 
Diagnostico errado ou tardio, informações do paciente, fator desencadeante ou agravante.
Defina tratamento e cite 03 tipos.
É o conjunto de meios de qualquer tipo cuja finalidade é a cura ou alívio de enfermidades ou sintomas. 
Tipos:
Tratamento sintomático: busca combater os sintomas do paciente, tratando apenas o efeito, e não a causa. É comum o uso de analgésico, antitérmico e antiemético.
Tratamento etiológico ou efetivo: haverá combate do agente etiológico, quando conhecido. Há tratamento da causa, e consequentemente do efeito.
Tratamento de suporte: é uma manutenção da saúde geral do paciente através do repouso, alimentação e manutenção das funções vitais.
Tratamento cirúrgico: faz a cirurgia e trata o paciente.
11. Conceitue proservação. 
É o acompanhamento do paciente durante e após o tratamento. É importante para avaliar a marcha da doença com o tratamento, se está fazendo o devido efeito. Período de acompanhamento clínico, laboratorial e/ou imaginológico após terapêutica do caso e resolução da doença. O tempo de proservação varia