av1 e av2 gramatica da unopar 2017
6 pág.

av1 e av2 gramatica da unopar 2017


DisciplinaGramática de Língua Portuguesa54 materiais1.827 seguidores
Pré-visualização2 páginas
Av1 gramatica
1) Leia o trecho a seguir:
"Ela ____________ o casaco no armário, ____________ até o banheiro e ligou o chuveiro. Depois ela e um amigo ____________ ao cinema, ao restaurante. Na manhã seguinte, ____________ correr se o tempo estivesse bom."
Assinale a alternativa que preenche corretamente as lacunas do trecho acima:
Alternativas:
a)pôs \u2013 foi \u2013 foi \u2013 vai.
b)pôs \u2013 foi \u2013 foram \u2013 iria.
c)pus \u2013 foi \u2013 foram \u2013 iria.
d)pus \u2013 foi \u2013 foi \u2013 ia.
e)pus \u2013 foi \u2013 foi \u2013 iria.
2) 
Leia as palavras a seguir:
a)coro                                 
b)eminente
c)prescrever 
d)cesta 
e) atoar 
 I. sesta
 II. atuar
III. couro
IV. iminente
V. proscrever
Assinale a alternativa correta que representa as relações de homonímia entre as palavras.
Alternativas:
a)a \u2013 IV; b \u2013 III; c \u2013 II; d \u2013 I; e \u2013 V.
b)a \u2013 V; b \u2013 I; c \u2013 II; d \u2013 III; e \u2013 V.
c)a \u2013 III; b \u2013 IV; c \u2013 V; d \u2013 I; e \u2013 II.
d)a \u2013 II; b \u2013 III; c \u2013 V; d \u2013 I; e \u2013 IV.
e)Não há relação de paronímia entre as palavras.
3) 
A violência entrou de vez no currículo escolar. Só que, em vez de uma batalha no campo das ideias, alunos, profes-sores, diretores e funcionários precisam conviver com agressões, ameaças e abusos. Para Miriam Abramovay, coordenadora da área de Juventude e Políticas Públicas da Faculdade Latino - Americana de Ciências Sociais e coordenadora de pesquisas da Unesco (Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura), os conflitos são resultado de relações sociais ruins e da falta de diálogo.
Pesquisadora do tema há mais de dez anos, Miriam defende a criação de políticas públicas de prevenção da violên-cia escolar, diagnóstico dos problemas e a formação específica de professores. "Um bom professor é o que ensina bem a disciplina, mas também que sabe ser amigo, que sabe entender o que é ser jovem".
Disponível em: <http://educacao.uol.com.br/noticias/2013/12/17/a - escola - tinha - que - ser - de - protecao - e - nao - de - reproducao - da - violencia.htm>. Acesso em: 17 nov. 2015.
Na construção das ideias de um texto, elementos coesivos, como conjunções, são importantes instrumentos para garantir que um texto tenha ideias bem conectadas e claras para o leitor. No fragmento em questão:
Alternativas:
a)a conjunção utilizada no título do texto apresenta uma ideia de oposição.
b)a expressão só que, na primeira linha do excerto, introduz uma ideia de adição.
c)a locução conjuntiva mas também indica um sentido conclusivo entre as ideias que articula.
d)a oração que é ser jovem é utilizada para completar o sentido do verbo ENTENDER.
e)o pronome relativo que , no último período do texto, introduz uma oração coordenada.
4)
Leia o texto a seguir:
Selfie: a palavra do ano
Recentemente, o termo selfie foi alvo de muitas matérias e reportagens, por ter sido eleita a palavra do ano, incorporado ao dicionário virtual da Oxford e por estar sob votação para entrar em sua versão impressa. O uso da palavra aumentou 17.000% desde 2012. Segundo o jornal &quot;USA Today&quot;, a escolha diz muito sobre a &quot;obsessão pelas mídias sociais&quot; que vivemos hoje em dia. (...) As motivações desses registros parecem ter similaridades em suas origens históricas, mas é fato conhecido que hoje em dia, com avanços tecnológicos e a possibilidade de compartilhamento muito mais ao alcance das mãos, essas motivações desenvolveram também novos aspectos. Acreditamos que estes registros tenham algum caráter de autoafirmação - comprovar que seu autor esteve naquele local/situação, mostrar que tal situação diz sobre seu jeito de ser, como se a pessoa pudesse se apresentar na rede através desses registros; pertencimento a um grupo (o que chamamos de filiação) e seu reconhecimento dentro dele. Se determinado momento ou atividade é importante para se fazer parte de um determinado grupo, ou alguma ação é valorizada por ele, é importante para o usuário realizar esses registros.
Disponível em: <http://www2.uol.com.br/vyaestelar/fotografias_tipo_selfie.htm>. Acesso em: 14 nov. 2015.
No fragmento analisado, o pronome ele é utilizado para fazer referência coesiva ao termo:
Alternativas:
a)autor.
b)grupo.
c)pessoa.
d)selfie.
e)usuário.
5)
O AUTO-RETRATO
Mário Quintana
No retrato que me faço - traço a traço - às vezes me pinto nuvem, às vezes me pinto árvore...
às vezes me pinto coisas de que nem há mais lembrança... ou coisas que não existem mas que um dia existirão...
e, desta lida, em que busco - pouco a pouco - minha eterna semelhança,
no final, que restará? Um desenho de criança... Corrigido por um louco!
Conhecendo a importância do uso dos artigos nas frases, analise as afirmações abaixo e assinale a opção VERDADEIRA.
Alternativas:
a)O artigo &quot;um&quot;, se colocado no lugar do &quot;o&quot;, no título, não mudaria o sentido deste.
b)Ao utilizar o artigo indefinido em &quot;um desenho&quot;, o autor quer sugerir que há um só desenho.
c)Na expressão &quot;um louco&quot;, fica claro que se trata de um ser conhecido do autor.
d)Ao retiramos do título o artigo &quot;o&quot;, o texto ganha o sentido de generalização.
e)O uso do artigo &quot;um&quot; antes do substantivo louco indica sentido específico.
Av2 gramatica
1) 
Leia o texto a seguir:
A CARTA
Quando completei quinze anos, meu compenetrado padrinho me escreveu uma carta muito, muito séria: tinha até ponto-e-vírgula! Nunca fiquei tão impressionado na minha vida.
QUINTANA, Mário. Do Caderno H. Porto Alegre: Editora Globo, 1973.
A expressão &quot;tinha até ponto-e-vírgula!&quot; utilizada pelo autor significa que:
Alternativas:
a)a correspondência apresentava excesso de pontuação.
b)o texto da carta continha muitos erros.
c)a carta estava escrita conforme as normas gramaticais.
d)o afilhado não entendera o conteúdo da carta, porque ela era séria demais.
e)o texto da carta não estava de acordo com as normas gramaticais.
2) 
John, olá.
O manuelzinho da c´roa sumiu.
Eu só vi um, unzinho só, no ano passado, e ele estava
Sozinho na beira do rio.
Parece que era um macho.
Meu pai diz que o manuelzinho e outros passarinhos
Estão sumindo por causa dos desmatamentos.
Você sabe o que é desmatamento, né?
Desmatamento é derrubar árvore.
No lugar das árvores eles fazem pasto, lavoura ou plantação de eucalipto.
Depois fazem carvão com o eucalipto.
É por isso que os passarinhos estão indo embora.
Tico-tico também sumiu.
Tiziu também.
E sabiá só canta de vez em quando.
Mas, se eu conseguir uma foto do manuelzinho, eu te mando, tá?
Um abraço
Pedro Pereira
ASSUNÇÃO, Paulinho. Bilhetes viajantes. Belo Horizonte. Dimensão, 2013. p. 11 -16.
Uma palavra no diminutivo, dependendo do contexto, pode assumir diversos efeitos de sentido. Releia o trecho do texto a seguir:
O manuelzinho da c´roa sumiu.
Eu só vi um, unzinho só, no ano passado, e ele estava
Sozinho na beira do rio.
O vocábulo &quot;unzinho&quot;, no trecho acima, significa:
Alternativas:
a)uma diminuição de tamanho do passarinho.
b)um sentimento de carinho em relação ao pássaro.
c)um reforço para a informação em relação à quantidade.
d)uma ironia em relação ao desaparecimento do pássaro.
e)uma diminuição à existência do pássaro.
3)
Dadas as sentenças a seguir, leia atentamente:
I \u2013 Temos aulas às duas e meia da tarde na sala de informática.
II \u2013 Ela estudou muito ontem, mas está meia ansiosa por causa da prova
III \u2013 A médica está meia atrasada para a primeira consulta.
As sentenças usam a palavra meia. Assinale a alternativa esteja correta:
Alternativas:
a)Apenas a III está correta.
b)Apenas a II está correta.
c)Apenas a I está correta.
d)As alternativas I e II estão corretas.
e)As alternativas II e III estão corretas.
4) Basta ser homem, estar em sociedade e estar rodeado de pessoas falantes que a língua - este sistema de comunicação inigualável - emerge. Ela se instaura e toma conta de todos nós, de nossos pensamentos, de nossos desejos e de nossas ações. Falar faz parte do nosso cotidiano, de nossa vida. A troca por meio das formas linguísticas é a nossa dádiva maior, nossa característica básica. É por