RECURSO EM SENTIDO ESTRITO
3 pág.

RECURSO EM SENTIDO ESTRITO


DisciplinaPrática Penal1.209 materiais5.032 seguidores
Pré-visualização1 página
EXCELENTÍSSÍMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA _ VARA CRIMINAL DA COMARCA DE _
Processo nº
 Jerusa, já qualificada nos autos do processo em epígrafe, por seu advogado regularmente constituído, inconformado com a decisão de pronuncia de fls , vem respeitosamente a presença de Vossa Exa, e no prazo legal, com fundamento no Art. 581, IV, do CPP, interpor
RECURSO EM SENTIDO ESTRITO
 Nos termos das razões que seguem anexas. 
 Requer outrossim, caso V. Exa venha a manter a decisão ora impugnada, seja o presente recurso conhecido, processado e encaminhado a superior instancia com as respectivas razões.
Pede Deferimento
Local, 09 de Agosto de 2016
Advogado
Oab
 
RAZÕES DO RECURSO
EGRÉGIO TRIBUNAL
COLENDA CÂMARA
Processo nº
Recorrente: Jerusa
Recorrido: MP
 Data Venia, não merece prosperar a decisão ora impugnada, consoante as fartas razões abaixo aduzidas
BREVE RELATÓRIO
 A Recorrente foi pronunciada pela prática de delito de homicídio doloso, na modalidade dolo eventual. (Art. 121 cc Art. 18, I, parte final, ambos do CP), onde dirigia seu carro nos limites da velocidade, quando resolvera ultrapassar o carro a sua frente que dirigia em velocidade abaixo da permitida. Ocorre que ao fazer a ultrapassagem, não se atentou em ligar a seta e, colidiu com uma motocicleta que estava no lado oposto em alta velocidade. A Recorrente prestou todo apoio a vítima, inclusive chamando socorro. Portanto, este não agüentou os ferimentos e veio a falecer.
 
DOS FUNDAMENTOS
 Cuida-se a hipótese de Recurso em sentido estrito em razão da pronuncia da Recorrente que supostamente na condução de veículo automotor, causou a morte da vítima. Fora reconhecido o dolo eventual.
 A decisão de pronuncia não deve prosperar, vez que, é incontestável a inobservância de dever de cuidado, ou seja, culpa consciente.
 Não se pode presumir após a instrução , pois não há nenhuma prova indicativa que a Recorrente não se importava como resultado, assumindo o risco.
 O resultado morte ocorreu, e deve ser julgado por juízo competente, com seu devido processo legal, a título de culpa consciente . Aliás, a própria acusação admite a culpa no sentido de narrar que \u201c a imprevisão de Jerusa a cerca do resultado , que poderia causar ao não ligar a seta do veículo para realizar a ultrapassagem, além de não atentar para o transito em sentido contrário.\u2019\u2019
 Conclui-se, portanto, que se está diante da clássica situação de homicídio no transito, não caracterizado dolo contra a vida.
DO PEDIDO
 Ante tais razões, espera respeitosamente a Recorrente, seja o presente recurso conhecido e provido para reformar a decisão de pronuncia, desclassificando a imputação na forma do Art. 419, CPP.
Pede Deferimento
Local, data
Ass Adv
Oab