Estudo de CASO  Tendencia Pedagogicas
1 pág.

Estudo de CASO Tendencia Pedagogicas


DisciplinaEstudo de Casos262 materiais1.600 seguidores
Pré-visualização1 página
Questão 1/1 - Teorias do Conhecimento Pedagógico
ESTUDO DE CASO - TEMA: Tendências pedagógicas na educação 
 
 PROBLEMA: 
O trabalho docente e as práticas pedagógicas de modo geral refletem em boa medida as concepções, valores e crenças dos educadores. 
equivale a dizer que não existe neutralidade no trabalho pedagógico. Diante dessa perspectiva, considere a seguinte situação. Numa escola localiz
em região urbana de uma capital brasileira, dois professores conversam sobre suas práticas e \u201cestilos\u201d pedagógicos. O professor \u201cA\u201d comenta que
tolera conversas paralelas de seus alunos, nem em suas mínimas manifestações. Que não estudou tanto para ser interrompido enquanto explic
por isso, exige silêncio total durante a aula. Argumenta que seus certificados e trajetória lhes garantem a autoridade em sua área, e que s
conhecimentos precisam ser assimilados. Cabe aos seus alunos ouvirem a assimilarem, se quiserem ser alguém na vida. O Professor \u201cB\u201d o
pacientemente e depois pondera que, na atualidade, com tantas informações disponíveis, os professores precisam dialogar e aprender com s
alunos. Que em suas aulas, prefere o trabalho em grupos, (apesar da aparente bagunça), com aulas exploratórias e debates. Justifica sua postura
entender que o conhecimento se constrói coletivamente e que os alunos são sujeitos de sua própria aprendizagem, cabendo ao professor auxil
mediar esse processo. No fim da conversa, cada qual parece permanecer convencido de que estão no caminho certo. Diante dessa situação, pesq
sobre a Tendência Pedagógica Tradicional e a Tendência Pedagógica Progressista. Em seguida, conceitue o trabalho e o posicionamento dos 
professores. É importante que você justifique sua classificação. 
 
QUESTÃO ORIENTADORA:
 Considerando sua trajetória pessoal como estudante, tente se lembrar como eram seus professores. Você diria que eram tradicionais? Progressis
Democráticos? Tinham posicionamento crítico e libertador, ou eram autoritários? E os professores \u201cA\u201d e \u201cB\u201d apresentados? Qual é a tendê
educacional de cada um deles? Por quê? 
 
*Responda a questão em formato de resposta-texto. 
Nota: 100.0
RESOLUÇÃO 1:
TENDÊNCIA TRADICIONAL Segundo esse quadro teórico, a tendência liberal tradicional se
caracteriza por acentuar o ensino humanístico, de cultura geral. De acordo com essa escola
tradicional, o aluno é educado para atingir sua plena realização através de seu próprio esforço.
Sendo assim, as diferenças de classe social não são consideradas e toda a prática escolar não
apresenta nenhuma relação com o cotidiano do aluno. Por isso, o professor A se enquadra nessa
classificação. Quanto aos pressupostos de aprendizagem, a ideia de que o ensino consiste em
repassar os conhecimentos para o espírito da criança é acompanhada de outra: a de que a
capacidade de assimilação da criança é idêntica à do adulto, sem levar em conta as
características próprias de cada idade. A criança é vista, assim, como um adulto em miniatura,
apenas menos desenvolvida. Fonte: http://coral.ufsm.br/lec/01_00/DelcioL&C3.htm. Acesso em 29
set. 2016.
TENDÊNCIA PROGRESSISTA As tendências progressistas libertadora e libertária têm, em
comum, a defesa da autogestão pedagógica e o antiautoritarismo. A escola libertadora, também
conhecida como a pedagogia de Paulo Freire, vincula a educação à luta e organização de classe
do oprimido. Segundo GADOTTI (1988), Paulo Freire não considera o papel informativo, o ato de
conhecimento na relação educativa, mas insiste que o conhecimento não é suficiente se, ao lado
e junto deste, não se elabora uma nova teoria do conhecimento e se os oprimidos não podem
adquirir uma nova estrutura do conhecimento que lhes permita reelaborar e reordenar seus
próprios conhecimentos e apropriar-se de outros. São elementos e características pertencentes ao
professor B. Fonte: http://coral.ufsm.br/lec/01_00/DelcioL&C3.htm. Acesso em 29 set. 2016.
RESOLUÇÃO 2:
Segundo esse quadro teórico, a tendência liberal tradicional se caracteriza por acentuar o ensino
humanístico, de cultura geral. De acordo com essa escola tradicional, o aluno é educado para
atingir sua plena realização através de seu próprio esforço. Sendo assim, as diferenças de classe
social não são consideradas e toda a prática escolar não tem nenhuma relação com o cotidiano
do aluno. É o caso do professor A.
As tendências progressistas libertadora e libertária têm, em comum, a defesa da autogestão
pedagógica e o antiautoritarismo. A escola libertadora, também conhecida como a pedagogia de
Paulo Freire, vincula a educação à luta e organização de classe do oprimido. É o caso do
professor B. Fonte: http://coral.ufsm.br/lec/01_00/DelcioL&C3.htm. Acesso em 29 set. 2016.