A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
Exercício Psicopatologia I (Quarta Prova)

Pré-visualização | Página 1 de 1

CONTEÚDO ESPECÍFICO DA PROVA 4
Esquizofrenia e outros transtornos psicóticos
Q1 – Como é o continuum de tempo entre transtorno psicótico breve, transtorno esquizofreniforme e esquizofrenia? E no caso do tratamento ter ajudado?
Transtorno Psicótico Breve: De 1 à 30 dias.
Transtorno Esquizofreniforme: De 30 dias à 6 meses.
Esquizofrenia: 6 meses em adiante.
Q2 – A genética tem um papel importante na esquizofrenia?
Sim, apareceu em 40 à 60% de gêmeos monozigóticos; é mais importante a criação que o ambiente.
Q3 – O risco de suicídio de esquizofrênicos é alto?
Altíssimo. Cerca de 10%.
Transtorno Bipolar Tipo 1 é que tem mais risco de suicídio, em torno de 20 à 30%.
Q4 – O que são sintomas positivos e sintomas negativos da esquizofrenia?
Sintomas Positivos:
Alucinação;
Delírio;
Discurso desorganizado;
Comportamento desorganizado.
Sintomas Negativos:
Anedonia;
Catatonia.
Q5 – Como costuma a ser o curso da esquizofrenia?
Homens: 18 – 25 anos
Mulheres: 25 – 35 anos
Em mais de 90% dos casos a doença vai até o fim da vida, mas pode-se controlar com tratamento. Curso crônico e raramente entra em remissão. Se não tratado, torna-se um caso agravante.
Q6 – A maioria dos esquizofreniformes desenvolvem esquizofrenia ou se recuperam?
Os 30 primeiros dias são muito importantes para saber se há recuperação, geralmente um Transtorno Psicótico Breve não passa para o transtorno esquizofreniforme.
Q7 – Qual a diferença do transtorno delirante para a esquizofrenia? E para o transtorno psicótico breve?
Transtorno Delirante: Só tem delírio (não pode ser delírio bizarro) e é menos sério que a esquizofrenia.
Esquizofrenia: Alucinações, delírios, discurso e comportamento desorganizados.
Transtorno Psicótico Breve: Duração de 1 à 30 dias.
Q8 – O que é transtorno psicótico induzido? Qual a diferença para outros transtornos psicóticos?
O Transtorno Psicótico Induzido e o transtorno induzido por outra pessoa, sendo assim, quando se encerra a convivência com essa pessoa, também se encerra a psicose.
Q9 – Supondo uma pessoa que fez uso de substâncias alucinógenas e está vendo duendes. Qual a diferença entre sintomas de intoxicação e transtorno psicótico induzido por substâncias?
Intoxicação – A pessoa está ciente de que aquele quadro em quem se encontra está sendo causado pelo uso da substância. Saiu da intoxicação, parou a psicose.
Transtorno Psicótico Induzido por Substâncias – A pessoa não percebe que a psicose está sendo causada pela substância. A psicose pode durar anos.
Transtornos relacionados a substâncias
Q10 – Indique, segundo o DSM-IV-TR, quais são os transtornos por uso de substâncias e os transtornos induzidos por substâncias. 
Uso de Substâncias:
Dependência.
Induzidos por Substâncias: 
Intoxicação;
Abstinência.
Todos os transtornos do DSM podem ser induzidos por substância.
Q11 – Pelo DSM-IV-TR, as três principais características para o diagnóstico de dependência são (1) Tolerância; (2) Abstinência e (3) Uso compulsivo; ocorrendo por um período de pelo menos 12 meses. Dê um exemplo de cada uma dessas três características.
Tolerância: O sujeito precisa de maior quantidade de substância para ter o mesmo efeito do uso anterior. Exemplo – Quando a pessoa começou a beber precisava tomar 2 latas de cerveja para se sentir “alegre”, hoje em dia precisa de 8 para que o mesmo efeito aconteça. É necessário cada vez mais para se satisfazer.
Abstinência: Síndrome ou conjunto de sintomas ocasionados pela ausência/ abstinência da substância (sudorese, tremores, irritabilidade).
Uso Compulsivo: Busca acentuada pelo estímulo químico. Exemplo – Deixa de trabalhar e gasta muito tempo na busca pela droga. Sabe que está sendo prejudicado pelo uso, mas mesmo assim insiste em continuar usando.
Q12 – O que é dependência fisiológica de substância? Para que seja diagnosticada dependência pelo DSM-IV-TR, é preciso que aja dependência fisiológica da substância?
Dependência do organismo pela substância em uso. Depende da droga para adquirir satisfação e prazer.
Dependência Fisiológica: Tolerância + Abstinência.
Dependência: Tolerância + Abstinência + Uso Compulsivo.
Não é necessário que haja dependência fisiológica para ser diagnosticada a dependência pelo DSM.
Q13 – Marquinhos foi a uma festa, bebeu e dirigiu. Na volta para casa, acabou sendo pego numa blitz e perdeu sua carteira de motorista. Esse episódio separado é suficiente para diagnosticarmos dependência? E abuso de substâncias? Porque?
Não. Não. É necessário um padrão de 12 meses.
Q14 – Segundo o DSM-IV-TR, o que é intoxicação por substância?
É uma síndrome reversível que é diretamente vinculada aos efeitos fisiológicos da substância.
Q15 – Segundo o DSM-IV-TR, o que é abstinência por substância?
Sintomas devidos à sessação ao uso contínuo de uma substância.
Q16 – O que é fissura/craving?
É o intenso desejo de usar a substância.
Q17 – Qual a diferença entre lapso e recaída?
Lapso: “Escorregão”. Usa uma vez e depois para de usar novamente.
Recaída: Volta ao padrão anterior do uso.
Delirium e delirium tremens
Q18 – O que é delirium?
NÃO CONFUNDIR COM DELÍRIO.
DeliriUM é uma síndrome confusional (deixa a pessoa confusa).
Há alteração de consciência e atenção, geralmente envolvendo outra função do estado mental como memória ou orientação.
Q19 – Qual a diferença entre delirium e intoxicação por substância?
Delirium não é SÓ causado por substância.
Intoxicação: devido diretamente ao efeito da substância.
Apesar de ambas ocasionarem confusão mental e alteração das funções mentais, o Delirium manifesta-se por outras razões que não somente uso de substâncias. Exemplo – Intoxicação, idade elevada, batida na cabeça... 
Já a intoxicação é ocasionada diretamente pelo uso de substâncias. Exemplo – É intoxicação estar bêbado (álcool), chapado (maconha), ligado (cocaína) ou alucinando (LSD).
Q20 – Quais as funções do exame do estado mental devem estar alteradas no delirium?
Atenção e consciência.
Q21 – O que é delirium tremens?
Delírio pela abstinência de álcool, é um tipo grave de delirium. 1/3 morre por falência múltipla de orgãos, têm alucinações e ataque epilético. Tratamento deve ser feito em hospital e a base de Benzodiazepínico para sedar a pessoa.
Q22 – O delirium tremens é uma condição grave? Pode ser manejada em casa?
Gravíssima. Não.
Q23 – A maioria dos dependentes de álcool vão apresentar delirium tremens? Quais os principais fatores de risco?
5% dos dependentes de álcool apresentarão este quadro de delirium. Uso muito intenso de álcool. Exemplo: 3L de álcool por dia durante um período longo (ex: 5 anos).