A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
52 pág.
CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Pré-visualização | Página 14 de 14

adota-se o seguinte procedimento:
listar todas as despesas variáveis de venda (DVVs)
ICMS s/ vendas 17 %
Comissões s/ vendas 3 %
Lucro desejado 5%
somar as DVVs, (17% + 3 % + 5% = 25%)
partindo de 100% e subtrair a soma das DVVs, (100% - 25% = 75%)
o mark-up multiplicador é obtido dividindo 100 pelo resultado da fase anterior (c), (100 : 75 = 1,333)
o preço de venda a vista é obtido multiplicando o custo unitário da mercadoria pelo mark-up multiplicador.
Exemplo: se o custo unitário é de $ 500 x 1,333, o preço de venda é $ 666,67. a mesma comprovação utilizada no mark-up divisor pode ser utilizada no caso do mark-up multiplicador.
Levantamento dos custos indiretos mensais
	Se a empresa desejar incluir um percentual relativo aos custos indiretos ou despesas (todos os custos, exceto os custos de compra e os fatores já incluídos) no mark-up, o caminho que pode ser seguido passa pela obtenção do valor total dos custos indiretos mensal e o respectivo faturamento mensal. Sugere-se o uso de médias para eliminar fatores sazonais, muito comuns nas empresas. 
	Valor total das despesas mensais
	8.000
	(/)
	(/)
	Valor faturamento médio mensal
	120.000
	(=)
	(=)
	Quociente
	0,066667
	(x 100)
	X 100
	Percentual de despesas para o Mark-up
	6,6667 %
	
Não existe percentual padrão para as despesas. No entanto quanto menor o percentual das despesas em relação ao faturamento, melhor.
	É importante salientar que para efeito de calculo, as despesas que foram efetuadas no mês, devem ser divididas pelo numero de meses de uso. Esse procedimento faz com que não seja sobrecarregado determinado mês com os gastos que dizem respeito a outros períodos.
	Por exemplo: o alvará de funcionamento é pago uma vez por ano e tem validade de 12 meses. Para apurar o valor que deve constar na tabela de despesas mensais, utiliza-se o valor pago dividido pó 12 meses. O valor correspondente a 1/12 avos do alvará é que deve ser computado naquele mês. Idem para as embalagens, propaganda, material de expediente, IPTU, IPVA, seguros, anuidades, etc.
Exercícios
Uma empresa deve determinar o preço de venda de seus produtos exclusivamente com base nos custos de produção? Sim ou não? Porquê? 
No seu entendimento, o que é preço orientativo?
Uma empresa adquiriu 5.000 kg de matéria prima e o valor total da nota fiscal foi $ 20.000,00. Ocorreram ainda os seguintes gastos: Frete $ 2.000,00 e Seguro $ 800,00. O ICMS (12%) e o IPI (10%) são recuperáveis. Calcule o custo dessa compra.
Uma loja de perfumes deseja aplicar um mark-up considerando ICMS igual a 18%, comissão igual a 2%, despesas iguais a 25% e margem de lucro igual a 15%. Qual o valor da taxa de marcação que ela deve usar?
Na nota fiscal de compra estão registrados os seguintes dados:
	Uni.
	Produto
	Valor $
	IPI $
	ICMS $
	50 Kg
	Aço
	250
	22
	24
	20 Kg
	Ferro
	960
	45
	108
	10 Kg
	Papel
	110
	-
	12
	30 m
	Fita
	670
	48
	72
	Totais
	
	1.990
	115
	216
	Valor total da NF
	$ 2.105
Sabendo-se que o ICMS está incluso no valor total da mercadoria e que para esta nota fiscal a empresa pagou R$ 55,00 de frete (efetuar rateio com base no custo da fatura), calcule o custo comercial de compra de cada mercadoria.
	Produtos
	Aço 
	Ferro
	Papel
	Fitas
	(+) Custo na fatura $
	
	
	
	
	(+) Impostos não recuperáveis $
	
	
	
	
	(-) Impostos recuperáveis $
	
	
	
	
	(+) Fretes/seguros/outros $ 
	
	
	
	
	(=) Custo total $
	
	
	
	
	(:) Quantidade comprada
	
	
	
	
	(=) Custo unitário $
	
	
	
	
Supondo que os custos indiretos médios mensais seja de $ 40.000 e que o faturamento mensal esteja situado em torno de $ 500.000, determine o índice de custos indiretos, caso deseja-se incluir o mark-up.
Considerando-se os seguintes fatores: ICMS s/vendas 12%; PIS/Cofins s/vendas 9,25 %; comissões s/ vendas 5%; Lucro desejado 6 %; Frete sobre vendas 3%; determine o mark-up.
Determine o preço de venda unitário para os produtos.
A loja dos Artigos Técnicos precisa definir qual o mark-up aplicará para formar os preços dos diferentes produtos que pensa comercializar. As vendas da empresa estão estimadas em $ 100.000,00 mensais, com despesas iguais a $ 10.000,00 por mês. Sabe-se que a empresa deseja um lucro igual a 20% das vendas, paga comissões iguais a 3% e recolhe ICMS com a alíquota de 17%. Pede-se: Qual o mark-up da empresa; para um produto comprado por $ 800,00, com $ 7% de ICMS, qual o preço a ser praticado?
REFERÊNCIAS
BRUNI, Adriano Leal. A Administração de Custos, Preços e Lucros. 3 ed. São Paulo: Atlas, 2008.
MARTINS, Eliseu. Contabilidade de Custos. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2002
MEGLIORINI, Evandir. Custos. São Paulo: Makron Books, 2002.
PADOVEZE, Clóvis Luís. Curso Básico Gerencial de Custos. São Paulo: Pioneira Thomson Learning, 2005.
RIBEIRO, Osni Moura. Contabilidade de Custos. São Paulo: Saraiva, 2009.
STARK, José Antônio. Contabilidade de Custos. São Paulo: Person Prentice Hall, 2007. 
WERNKE, Rodney. Analise de Custos e Preço de Venda. São Paulo: Saraiva, 2005.
________________. Gestão de Custos. São Paulo: Atlas. 2005.
Algodão
Fio de algodão
Fio de algodão
Tecido
Tecido
Confecção de uma calça
$ 1.500,00�
�
 3�
�
$ 1.500,00�
�
310 u�
�
Custo da Energia�
�
$ 1.500,00�
�
Total de horas�
�
2.450 h�
�
Análise Custo/volume/lucro
Ponto de equilíbrio
Margem de segurança
Margem de contribuição
contribuição
Área de Lucro
PE
Custos + Despesas
Área de Prejuízo
Receitas
$ 927,50 (-) $ 556,50�
�
�	 Insumo é o conjunto de recursos básicos necessários à produção de bens e serviços.
�	 O exemplo “comissão de vendedores” não é classificado como custo e sim como despesa por não fazer parte do processo produtivo, porém considera-se relevante, cita-lo nesse momento da aula para que o aluno tenha uma completa noção de como se classifica um custo ou uma despesa em relação ao volume produzido ou vendido.
�	 Nota: O mix de produção e venda foi obtido da seguinte maneira: prioridade ao produto X por possuir maior margem de contribuição. Como sua demanda é de 1.300 u mensais, consome 65.000 kg de matéria-prima. Ainda há um saldo de 25.000 kg de matéria-prima, que permite produzir Y ou Z. Como Y tem melhor margem de contribuição que Z, procura-se atender a sua demanda, exigindo 10.800 kg de matéria-prima. Para o produto Z, sobram 14.200 kg de matéria-prima, o que permite uma produção de 1.420 unidades.
�	 Custo de oportunidade: rendimento alternativo máximo que se obteria, caso o produto, serviço ou capacidade produtiva tivessem sido aplicados, em algum uso alternativo.
_99869720/ole-[42, 4D, 7E, B9, 00, 00, 00, 00]

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.