A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Exercícios Psicologia do Transito

Pré-visualização | Página 1 de 2

EXERCÍCIO DE FIXAÇÃO DE CONTEÚDO II 
CURSO DE PSICOLOGIA – PSICOLOGIA DO TRÂNSITO – 1º SEM. 2018 – TURMA NMA 
NOME: R.A. 
 
1) Estruturada em quatro grandes etapas, considerando-se os fatos 
mais relevantes ocorridos ao longo da história da Psicologia, a 
evolução da Psicologia do trânsito caracteriza-se, na segunda 
etapa, com qual das alternativas abaixo? 
A) marcada por um momento político e social muito importante, 
pois ocorreu após o golpe militar de 1964 e o início da ditadura 
militar no Brasil; 
B) ligada à produção científica no meio acadêmico das faculdades e 
universidades em pleno processo de criação no Brasil; 
C) caracterizada como importante aumento na sensibilidade da 
sociedade brasileira e da administração pública para avaliar o fator 
humano nos acidentes; 
D) seu início se deu com a aprovação do Código de Trânsito 
Brasileiro em 1997, que entrou em vigor em janeiro de 1998; 
E) maior envolvimento dos Conselhos Federal e Regionais de 
Psicologia na discussão sobre a responsabilidade social da 
Psicologia e dos psicólogos nas questões do trânsito e da circulação 
humana. 
 
2) A quarta etapa da história da Psicologia do Trânsito, relativa a 
diversidade de caminhos para ações mais efetivas da Psicologia do 
Trânsito (1998 até os dias atuais), na opinião de Hoffmann e Cruz 
(2003) teve seu início com: 
A) o momento político e social muito importante, pois ocorreu após 
o golpe militar de 1964 e o início da ditadura militar no Brasil; 
B) à produção científica no meio acadêmico das faculdades e 
universidades em pleno processo de criação no Brasil; 
C) o importante aumento na sensibilidade da sociedade brasileira e 
da administração pública para avaliar o fator humano nos 
acidentes; 
D) a aprovação do Código de Trânsito Brasileiro em 1997, que 
entrou em vigor em janeiro de 1998; 
E) o maior envolvimento dos Conselhos Federal e Regionais de 
Psicologia na discussão sobre a responsabilidade social da 
Psicologia e dos psicólogos nas questões do trânsito e da circulação 
humana. 
 
3) Silva e Günther (2009) abordam aspectos históricos da 
psicologia do trânsito no Brasil: o desenvolvimento dos 
primeiros estudos psicotécnicos com motoristas para a 
promoção da segurança no trânsito e a importância dos 
Departamentos de Trânsito (DETRANs) na institucionalização e 
expansão da psicologia brasileira. Sobre a história da psicologia 
do trânsito no Brasil, considere as seguintes afirmações: 
I. A avaliação das condições psíquicas dos motoristas ocorreu 
com forte influência estrangeira, destacando-se os trabalhos 
desenvolvidos por Mira y López na Espanha. 
II. A psicologia aplicada ao trânsito, desde os seus primórdios, 
centrou-se em aspectos da mobilidade e do planejamento 
urbano. 
III. O ISOP foi fundado em 1947 por Emílio Mira y López, criador 
do Psicodiagnóstico Miocinético (PMK), amplamente usado e 
recomendado nas avaliações psicológicas ainda hoje. 
IV. O I Fórum Nacional de Psicologia do Trânsito, realizado em 
1999, foi considerado um marco importante na elaboração de 
diretrizes para as normatizações do Conselho Federal políticas 
e Conselhos Regionais de Psicologia na área de trânsito, 
levando em conta o potencial da área em planejamento urbano 
e educação. 
Está correto o que se afirma em: 
A) somente I. 
B) somente I e IV. 
C) somente I, III e IV. 
D) somente I, II e III. 
E) somente II, III e IV. 
 
4) No artigo 'Novos caminhos para a psicologia do trânsito', 
publicado por Rozestraten na Revista Psicologia: Ciência e 
Profissão, em 2000, existem informações a respeito do 37° 
Congresso de Psicologia de Trânsito na Alemanha, ocorrido em 
1998. Na oportunidade, o referido autor destacou que muitos 
dos assuntos tratados poderiam servir como estímulo para 
pesquisas ou congressos no Brasil. Dentre os aspectos tratados, 
estão: 
I. Percepção de risco de direção por parte dos consumidores de 
drogas. 
II. Atitudes de crianças e jovens em relação ao transporte 
coletivo público. 
III. Qualidade dos testes utilizados para avaliação da 
personalidade. 
IV. Necessidade de realizar avaliação psicológica também na 
renovação da licença de dirigir. 
V. Aconselhamento psicológico no trânsito. 
Está CORRETO o que se afirma em: 
A) I, II e III 
B) I, II e IV 
C) I, II e V 
D) II, III e V 
E) III, IV e V 
 
5) Segundo Rozenstraten (1981), o sistema de trânsito funciona 
através da interação de três fatores: 
A) a via, o veículo e o homem. 
B) o homem, o ambiente e as leis. 
C) as regras, o homem e a justiça. 
D) o trânsito, as pessoas e as leis. 
E) o veículo, o Estado e as regras. 
 
 
6) Indique, dentre as alternativas abaixo, aquela que expressa 
CORRETAMENTE o conceito de Psicologia do Trânsito. 
A) A Psicologia do Trânsito deve ser entendida como uma área 
que estuda o comportamento humano em situações que 
envolvam a condução de veículos. 
B) A psicologia do trânsito é uma área da psicologia que 
investiga os comportamentos humanos no trânsito, os fatores 
e processos externos e internos, conscientes e inconscientes 
que os provocam e o alteram. 
C) Estuda os comportamentos dos participantes do trânsito e 
os processos psicológicos associados, considerando 
especificamente o contexto viário onde ocorrem. 
D) Constitui-se no estudo científico do comportamento dos 
participantes do trânsito, entendendo-se por trânsito o 
conjunto de deslocamentos dos veículos automotores dentro 
de um sistema regulamentado. 
E) A Psicologia do Trânsito não pode ser conceituada como o estudo 
do comportamento do usuário das vias e dos fenômenos/processos 
psicossociais subjacentes ao comportamento. 
 
7) Leia as seguintes afirmações sobre a Psicologia do Trânsito. 
I. Conforme especialistas, uma das grandes dificuldades da área é 
compreender a relação entre fenômenos/processos psicológicos e 
acidentes, porque é extremamente difícil obter informações válidas 
sobre acidentes e o comportamento que os precedem. 
II. Os estudos realizados dentro da Psicologia do Trânsito 
demostram que é preciso considerar também o enfoque 
psicossocial na condução de veículos, se houver objetivo de 
compreender a amplitude e complexidade da circulação humana. 
III. A Psicologia do Trânsito pode ser conceituada como o estudo do 
comportamento do motorista das vias e dos fenômenos/processos 
psicossociais subjacentes ao comportamento no contexto da 
avaliação psicológica. 
Está CORRETO o que se afirma em: 
A) somente I. 
B) somente II. 
C) somente III. 
D) I e II. 
E) II e III 
 
8) Escolha dentre as alternativas abaixo aquela que completa a 
frase CORRETAMENTE. 
A real dificuldade da Psicologia de Trânsito é a relação entre 
_____________________________ e acidentes, porque é 
extremamente difícil obter informações válidas sobre 
acidentes e o comportamento que os precedem. 
A) a via/veículo 
B) a atenção concentrada/sinalização 
C) fenômenos/processos psicológicos 
D) veículo/sinalização 
E) fenômenos/homem 
9) De acordo com Hoffamann (2005), Quase todos os esforços no 
sentido de modelar o comportamento do condutor têm focalizado 
o motorista do veículo particular. Em muitos esforços de 
modelagem, a tarefa do condutor é considerada hierárquica e, 
geralmente, três níveis são distinguidos: o nível estratégico, o tático 
ou nível de manobra e o operacional ou nível de controle. Com 
relação a definição do nível tático é CORRETO o que se afirma em: 
A) envolve o controle real do veículo, como distância de 
seguimento e ajuste de

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.