Os princípios e garantias processuais no novo CPC - Resumo
1 pág.

Os princípios e garantias processuais no novo CPC - Resumo

Pré-visualização1 página
1
Processo Civil - Resumo
OS PRINCÍPIOS E GARANTIAS
PROCESSUAIS NO NCPC
Ante o contex to do neoproce ssualism o, o processo d eve ser estu dado sob o
ponto de vis ta constitu cionalista, devendo se adequar à tutela e fetiva dos direitos
fundamentais e se estr uturar conf orme os ma ndamentos ju risdiciona is.
Segundo Jos é Herval S ampaio Jún ior, “os direitos e garant ias fundam entais
são quem comandam todo esse processo de compreensão da constitui ção como centro
do ordenamento e de um processo que tenha c omo premissa a concretização desses
direitos em cada caso c oncreto”.
Por causa dess e fenômeno, vári os princípi os do proces so estão cons agrados
na CF, ou decorrem da necessi dade de e fetivar ou materializ ar certa garantia
constitucio nal.
Ainda que a lguns prin cípios não estejam p ositivados no Novo CPC , continu am
a ser aplicad os no pr ocesso. Dest e modo, em bora não exp ressos na l egislaç ão
infraconstit ucional, os princípios devem nort ear as decis ões judici ais.
A comissão de juristas preocupou-se em abrigar no CPC os ch amados
princípios p rocessuais t ransnacion ais, mesmo que não contemplados na CF. Assim, a
principiolog ia decorren te da leit ura das n ormas do CPC é aind a mais abr angent e
quando com parada à da CF. Do mesmo modo, haverá princípios que não se
encontram p ositivados no CPC, ma s que são co ntemplados pela CF.