A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
Aula 1 - DG(5)

Pré-visualização | Página 1 de 1

*
*
Curso: Psicologia
Disciplina: Dinâmica de Grupo
Docente: Greice C. Nunes
*
*
HISTÓRICO
J. Pratt, americano, médico especialista em tuberculose pulmonar (tisiologista). 
Início a partir de 1905, Boston, em enfermaria com mais de 50 pacientes.
Aula sobre a doença seguida de perguntas dos pacientes, com interação grupal e resultados na aceleração da recuperação física.
Ícones: Freud, Moreno, Lewin, Rivière.
Brasil: início – década de 50 e apogeu – década de 60.
*
*
O QUE É UM GRUPO?
Não é a soma de indivíduos.
Integrantes: tarefa e objetivo comuns.
Tamanho sem comprometer comunicação.
Enquadre (setting): combinações.
Interação entre unidade e totalidade.
Identidade grupal própria, preservando identidade individual.
*
*
Distribuição de posições e papéis, intercambiáveis entre si.
Interação afetiva.
Formação de campo grupal dinâmico.
*
*
CLASSIFICAÇÃO GERAL
Grupos de ensino-aprendizagem: aprender.
Grupos institucionais: integração.
Grupos comunitários: promoção da saúde.
Grupos terapêuticos: melhoria em situação de patologia.
Grupos terapêuticos X Grupos psicoterápicos
(formação espontânea
com identificação)
*
*
GRUPOS PSICOTERÁPICOS
Orientações teóricas:
1- Psicodramática: resignificação às experiências emocionais.
2- Sistêmica: grupo como sistema.
3- Cognitivo-comportamental: redução das concepções errôneas, treinamento de táticas comportamentais e modificação no estilo de viver.
4- Psicanalítica: se baseia em resistência, transferência e interpretação. Visa tornar consciente o que é inconsciente.
*
*
ASPECTOS PRESENTES NOS GRUPOS
Duas forças: coesão e desintegração.
Presença de identificações.
Circulam ansiedades e defesas.
Comunicação.
Papéis.
Ressonância.
Grupo como continente.
Aspectos ocultos.
*
*
FUNDAMENTOS DOS GRUPOS TERAPÊUTICOS
Planejamento
Seleção e grupamento
Enquadre
Manejo das resistências e contra-resistências
Manejo dos aspectos transferenciais e contra-transferenciais
Manejo dos Actings
Comunicação
Atividade interpretativa
*
*
PAPÉIS 
Bode expiatório
Porta-voz
Radar
Instigador
Atuador pelos demais
Sabotador
Vestal
Líder
*
*
Vínculo 
Término dos grupos
*
*
INDICAÇÕES E CONTRA-INDICAÇÕES
Indicações:
Opção do cliente /paciente.
Inadaptação à psicoterapia individual.
Clientes regressivos – psicóticos, borderline, deprimidos graves, etc – com grupos homogêneos.
Clientes borderline – psicoterapia individual.
Adolescentes – psicoterapia grupal.
*
*
Contra-indicações:
Falta de motivação para grupos.
Casos de depressão maior, transtorno de personalidade paranóide e narcisistas.
Tendências de natureza maligna.
Inspirem graves riscos: ex, suicídio.
Apresentem déficit intelectual.
Estejam em crise aguda grave.
*
*
OBRIGAD@!
Enquadre= espaço disponível 
Manjo dos actings= Ato
*
borderline = Paciente que diverge entre Neurotico e psicotico.
*