A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
Exame de Ordem OAB Segunda Fase Penal  Prisão Provisória  Pedido de Liberdade Provisória

Pré-visualização | Página 1 de 1

01/04/2018 Exame de Ordem OAB Segunda Fase Penal: Prisão Provisória: Pedido de Liberdade Provisória.
http://oabsegundafase.blogspot.com.br/2014/05/prisao-provisoria-pedido-de-liberdade.html 1/2
Exame de Ordem OAB Segunda Fase Penal
Início Vídeos Contato
quarta-feira, 21 de maio de 2014
Prisão Provisória: Pedido de Liberdade Provisória.
Para fazer Pedido de Liberdade Provisória,siga o modelo do relaxamento e revogação de
prisão preventiva. 
 
Liberdade provisória fundamenta-se nos artigo 5º, inciso LXVI, da Constituição Federal
e artigo 310,inciso III, do Código de Processo Penal 
 
E para identificar a peça, use o método de exclusão, se não couber relaxamento, procure
ver se o juiz decretou a prisão preventiva, não tendo sido decretada a peça cabível é
Liberdade Provisória. 
 
Se o delegado indeferir pedido de liberdade provisória cabe impetrar Habeas Corpus para
juiz da Vara Criminal. Se o magistrado indeferir cabe impetrar Habeas Corpus para Tribunal. 
 
(OAB/SP) Alberto e Benedito foram presos em flagrante por agentes policiais do 4º Distrito
Policial da Capital, na posse de um automóvel marca Fiat, Tipo Uno, que haviam acabado de
furtar. O veículo quando da subtração, encontrava-se estacionada regularmente em via
pública da Capital. O Dr. Delegado de Polícia que presidiu o Auto de Prisão em Flagrante
capitulou os fatos como incursos no artigo 155, § 4º, IV, do Código Penal. Motivo pelo qual
não arbitrou fiança, determinando o recolhimento de ambos ao cárcere e entregando-lhes
nota de culpa. A cópia do Auto de Prisão em Flagrante foi remetida pelo juiz da 4ª Vara
Criminal da Capital, Alberto reside na Capital, é primário e trabalhador. QUESTÃO: Elaborar
na qualidade de defensor de Alberto a medida cabível. 
_________________________________________________________________
_________________________________________________________________ 
Excelentíssimo Senhor Doutor Juiz de Direito da 4ª Vara Criminal da Comarca de _______
da Capital do Estado de ____.
Processo nº: _________.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
ALBERTO, já qualificado nos autos às folhas ( ), vem por meio de seu advogado e
procurador que a este subscreve, conforme procuração em anexo, vem respeitosamente, à
presença de Vossa Excelência, requerer a concessão de 
LIBERDADE PROVISÓRIA SEM FIANÇA
com fulcro no artigo 5º, inciso LXVI, da Constituição Federal cumulado com artigo 310,inciso
III, do Código de Processo Penal, pelas razões de fato e direito a seguir expostas:
 
I- DOS FATOS
 
O acusado encontra-se preso à disposição da justiça em virtude de prisão em flagrante
pelos suposta pratica do delito previsto no artigo 155, § 4º do Código Penal, por
supostamente ter participado do furto de um automóvel, Fiat, tipo Uno. 
 
Em razão da qualificadora de concurso de pessoa, a autoridade policial entendeu por bem
não arbitrar fiança, determinando o recolhimento do acusado ao carcere e entregando-lhe
nota de culpa, sendo a cópia dos autos de prisão em flagrante remetida para este juízo. 
 
Ocorre que o acusado é pessoa de boa índole e mantém o sustento de sua família através
de seu trabalho, possuindo residência fixa e não apresentando antecedentes criminais,
sendo a primeira vez que se depara com uma situação como está. Ademais, o veículo foi
encontrado em perfeito estado de conservação e devidamente estacionado na sargenta,
conforme autos de apreensão ( ), não tendo a vítima qualquer prejuízo financeiro. 
 
II - DO DIREITO
 
Agravo em Execução
Apelação
Carta Testemunhável
Correição Parcial
Embargos de Declaração
Embargos Infringentes
Habeas Corpus
Memoriais
Prisão Provisória
Queixa-Crime
Recurso em Sentido Estrito
Recurso Ordinário Constitucional
Resposta à Acusação
Revisão Criminal
Categorias
Memoriais: Exercício Resolvido
Agora resolveremos o exercício discutido anteriorme
denunciada, com recebimento ocorrido em 31/10/20
do de...
Resposta à acusação: Parte II
Na primeira parte discorremos apenas sobre os artig
devemos ficar atentos ao identificar a peça como Re
Acusação. Agora ve...
Memoriais Júri: Exercício e Dicas
Este post dediquei ao Rito do Tribunal do Júri, devid
particularidades, mas calma não é um bicho de sete
_____________...
Prisão Provisória: Pedido de Liberdade Provisória.
Para fazer Pedido de Liberdade Provisória,siga o mo
relaxamento e revogação de prisão preventiva. Libe
fundamenta...
Recurso Ordinário Constitucional: Modelo Peça
Prazo é de 5 dias com as razões do pedido de reform
Peça de interposição do recurso e Razões de Recur
nos...
Memoriais: Parte I
Antes de iniciarmos, cabe alertar que n
tratarei de Tribunal do Júri, sobre este 
dedicarei um post a parte. ...
Destaques
Informativos
 mais Próximo blog»
01/04/2018 Exame de Ordem OAB Segunda Fase Penal: Prisão Provisória: Pedido de Liberdade Provisória.
http://oabsegundafase.blogspot.com.br/2014/05/prisao-provisoria-pedido-de-liberdade.html 2/2
Postagem mais recente Postagem mais antigaPágina inicial
às 21:31 
A prisão cautelar reveste-se de caráter de excepcionalidade, pois somente deve ser
decretada quando ficarem demonstrados o fumus bonis iuris e o periculum in mora, o que
não ocorreu no presente caso. 
 
O Requerente é primário e portador de bons antecedentes, conforme comprova documentos
de folhas ( ), logo não há risco à ordem pública se posto em liberdade.
 
Da mesma forma, não há indícios de que o acusado em liberdade ponha em risco a
instrução criminal, a ordem pública e, tampouco, traga risco à ordem econômica.
 
Por fim, o requerente tem residência fixa na __, nº___, bairro___, nesta comarca, e
trabalhadora, conforme documentos em anexo ( ), portanto, não há risco à aplicação da lei
penal.
 
Assim, conforme lesiona a melhor doutrina, uma vez verificado que estão ausentes os
requisitos autorizadores da prisão preventiva previstos no artigo 312 do Código de Processo
Penal, a liberdade provisória é medida que se impõe, conforme determina o parágrafo único,
do artigo 321, do Código de Processo Penal. 
 
Devendo ser concedido o pedido de liberdade provisória, pela ausência dos requisitos
elencados no artigo 312 do Código Processo Penal, como forma de direito e de justiça. 
 
III - DO PEDIDO
 
Diante do exposto, requer que seja deferida liberdade provisória sem fiança ao Requerente,
 com a expedição de alvará de soltura. Assim, como a intimação do Ilustre representante do
Ministério Público, nos termos da lei.
 
 
Nesses Termos,
Pede Deferimento.
 
Local, dia de mês de ano. 
 
 
___________________________
Advogado
OAB/UF nº 
NOTÍCIAS em 29/03/2018
Ex-assistente de conselho profissional é
condenado por estelionato por fingir ser
advogado
(http://www.jornaljurid.com.br/noticias/ex-
assistente-de-conselho-profissional-e-
condenado-por-estelionato-por-fingir-ser-
advogado)
Com novo enquadramento da denúncia, o acusado
teve a pena reduzida para 2 anos, 11 meses e 15
dias de reclusão. Na prática, porém, a pena
convertida manteve a prestação de serviços
comunitários e a prestação pecuniária no valor de
R$ 10 mil.
NOTÍCIAS em 29/03/2018
Supremo Tribunal Federal cassa decisão do
TJ MS i l ú l i l t
(http://www.jornaljurid.com.br)
Embed
#stf
PIOR DO QUE AS MENTIRAS DE
É O #STF...TENTANDO SALVÁ-
 #LulaDay#1deabril
Cassiavel
@cassiavel
Twitter
STF
STJ
 343,083
Exame de Ordem segunda fase. Imagens de tema por Airyelf. Tecnologia do Blogger.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.