A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
avaliando comportamento

Pré-visualização | Página 1 de 1

Avaliando Aprend.: GST1621_SM_201801206619 V.1 
	Aluno(a): CLAUDIO ROBERTO RODRIGUES DE SOUZA
	Matrícula: 201801206619
	Desemp.: 0,4 de 0,5
	01/10/2018 10:35:07 (Finalizada)
	
	
	1a Questão (Ref.:201803726411)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	A motivação no ambiente de trabalho pode ser desenvolvida por lacunas, ou seja, o homem se move de modo a completar o que lhe falta. A este tipo de motivação denomina-se:
		
	
	Motivação Elementar
	
	Aprendizagem por punição
	
	Aprendizagem por reparação
	
	Motivação condicionada
	 
	Motivação por deficiências
	
	
	
	2a Questão (Ref.:201803726683)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	O modelo dos cinco grandes fatores defende a existência de cinco traços básicos de personalidade (HUTZ ET AL, 1998; THOMPSON, 2008), os quais são:
		
	
	neurose, psicose, borderline, psicopatia e depressão
	
	neuroticismo,  extroversão, agressividade, realização e abertura
	
	neuroticismo, introversão, amabilidade, realização e abertura
	 
	neuroticismo, extroversão, amabilidade, realização e abertura
	
	neuroticismo, psicose, amabilidade, realização e abertura
	
	
	
	3a Questão (Ref.:201803726434)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	A atividade cognitiva que permite às pessoas identificarem e nomearem objetos e os mais variados estímulos que chegam até elas através dos órgãos dos sentidos, como avaliar se um sinal de trânsito está aberto ou fechado, denomina-se:
		
	
	Reparação
	 
	Percepção
	
	Estruturação
	
	Facilitação
	
	Alteração
	
	
	
	4a Questão (Ref.:201804127819)
	Pontos: 0,0  / 0,1  
	Segundo Stoner e Freeman (1999), na ética empresarial, são consideradas as regras básicas do comportamento individual, das organizações, das ações e da sociedade, apresentando quatro níveis de questões éticas, os quais são, com EXCEÇÃO da opção:
		
	
	Pessoal
	 
	Stakeholders
	 
	Cultura
	
	Política Interna
	
	Sociedade
	
	
	
	5a Questão (Ref.:201803726581)
	Pontos: 0,1  / 0,1  
	Nas organizações o modo como cada pessoa interpreta os fatos que ocorrem depende das suas vivências, da sua personalidade e do contexto situacional. Nesse sentido é correto afirmar que:
		
	 
	A percepção é sempre pessoal e intransferível.
	
	Os colaboradores de uma mesma equipe percebem os eventos o trabalho sempre da mesma forma.
	
	O conceito de percepção não é aplicável às organizações.
	
	As organizações impõem percepções falsas para seus colaboradores.
	
	A percepção é sempre coletiva e transferível.