A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
7 pág.
VARÍOLA

Pré-visualização | Página 1 de 1

VARÍOLA
	Alunas: Thayná Maciel ,Lenice Pereira e Carmem Araujo
Matéria: Saúde e Epidemiologia Ambiental
Professora: Marianna Louro
A varíola é uma doença infecciosa, contagiosa e grave. É causada por um vírus conhecido como Orthopoxvirus variolae. Esse vírus é caracterizado por ser um dos maiores já vistos, com aproximadamente 300 nanômetros.
Acredita-se que a varíola tenha sido introduzida propositalmente pelo exército de Hernán Cortés para derrotar as civilizações nativas da América Pré-Colombiana. A varíola foi uma das principais responsáveis pela dizimação da população nascida na América depois de ser importada da Europa com Colombo.
O que é Varíola?
A primeira causa registrada no Brasil ocorreu em 1563, matando várias pessoas, principalmente os índios.
A doença não preocupa mais tanto e não é tão divulgada, porque em 1967 foi lançada uma campanha muito grande da Organização Mundial da Saúde (OMS) que tinha o intuito de erradicar a doença através da vacinação. O último caso ocorreu na Somália em 1977.
Apesar de a doença não ter cura, ela pode ser prevenida através da campanha de vacinação que ocorreu somente em 1967. Estudos da vacina eram feitos desde 1796, mas ela só foi aplicada na população após ser aperfeiçoada com o tempo.
Essa doença afeta as pessoas há mais de 10 mil anos. Há casos de múmias que possuem características da doença.
Continuação
 A varíola existe em dois tipos diferentes: a maior e a menor.
A maior pode ser fatal. Ela pode acontecer em pessoas que não foram imunizadas.
A menor possui uma infecção com sintomas, mas as chances de morte são mínimas.
Causas e tipos
A maior causa da doença é a transmissão e ela pode ocorrer de três formas:
Por itens contaminados, como roupas, lençóis, copos, talheres.
Diretamente da pessoa infectada. A transmissão ocorre por gotículas que acontecem após falar, tossir ou espirrar.
Indiretamente através de uma pessoa infectada. O Orthopoxvirus pode se espalhar pelo ar, ou pelo sistema de ventilação.
Hoje em dia não há mais riscos de contrair a doença, pois nos anos 70 uma mega campanha da OMS foi feita e a doença foi erradicada do mundo. Porém, os vírus ainda existem e estão guardados no Centro de Controle e Prevenção de Doenças em Atlanta, Estados Unidos, e também em Koltsovo, na Rússia, no Centro Estatal de Pesquisas de Virologia e Biotecnologia.
O armazenamento dos vírus causa certa preocupação por ser uma arma biológica, principalmente às pessoas mais jovens que não foram vacinadas contra a doença, pois não há mais casos.
Fatores de risco
https://minutosaudavel.com.br/tudo-sobre-variola-o-que-e-sintomas-tratamento-prevencao-e-mais/

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.