A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NO TRATAMENTO DE HERNIA DE DISCO

Pré-visualização | Página 1 de 1

Categoria do Trabalho (Oral ou Pôster):
	Titulo:AVALIAÇÃO FISIOTERAPÊUTICA NO TRATAMENTO DE HERNIA DE DISCO
	Instituição de Origem/Estado: Estácio Teresina
	Autor e Apresentador:
 Autor 01 e Apresentador: Ariana Carvalho Pinheiro
Autor 02: Brenda Araújo de Lima
	Orientador: Liana Cardoso Andrade
Resumo
	INTRODUÇÃO:
 Hérnia de disco é uma desordem musculoesquelética responsável
por lombociatalgia e ocorre devido a ruptura do anulo fibroso, subsequente ao
deslocamento da massa central do disco intervertebral nos espaços dorsal ou
dorsolateral do disco. (Barros Filho,2012).
OBJETIVO:
 Descrever o protocolo de
atendimento fisioterapêutico bem como os resultados alcançados no
tratamento fisioterapêutico na hérnia de disco.
METODOLOGIA:
 Foi realizado um estudo descritivo e quantitativo em uma clínica escola, localizada na cidade de Teresina-PI, que atende em média 15 pacientes por dia. Realizou-se uma
avaliação cinesiológica funcional para avaliar a funcionalidade do paciente e
elaborar assim uma conduta fisioterapêutica no período entre setembro e
outubro de 2018. Utilizou-se técnicas analgesia como tens modo bust,
frequência 150 Hz, largura de pulso 250, tempo 40 minutos e ultrassom 1MHZ,
modo pulsado intensidade 0,5 W/cm tempo 5 minutos, em seguida
alongamento e fortalecimento.
RESULTADOS E DISCURSÃO:
 Segundo Kitchen (2003) diz que o tens é útil para pacientes com dores múltiplas. O ultrassom é
uma modalidade passiva tipicamente usadas para relaxar o paciente, como
uma distração à dor e/ou para aquecer os músculos para o exercício físico
(ELIZÂNGELA COUTO,2006). De acordo com Marcelo, Brigano, 2009, a
cinesioterapia é necessária na reabilitação dos pacientes com lombalgia e
apresentam-se eficientes no tratamento da dor lombar. 
CONCLUSÃO: 
 De acordo com este caso o tratamento fisioterapêutico com ênfase nos exercícios: são
mais eficazes e muito utilizados no tratamento da lombalgia; fortalecimento da
musculatura lombar; melhora da capacidade funcional; estabilização da coluna
lombar, protegendo sua estrutura do desgaste excessivo; promovendo
estabilidade funcional. Esse estudo mostrou que a eletrotermofototerapia
consistem inicialmente em diminuir a dor preparando o indivíduo para executar
exercícios que devolvam a sua funcionalidade. A pesquisa observou as
orientações contidas na resolução CNS 466/12, o paciente foi informado
quanto as características e objetivos e da pesquisa exposta, e assim assinou o
termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE)