Hematologia    p2   passeidireto
3 pág.

Hematologia p2 passeidireto


DisciplinaHematologia5.412 materiais31.293 seguidores
Pré-visualização1 página
Hematologia Prof. Suellen 
 
Leucemias 
Definição: Grupo de neoplasias malignas derivadas das células hematopoiéticas. Inicia-
se sempre na medula-óssea, local onde as células sanguíneas são produzidas, e 
posteriormente invadem o sangue periférico, podendo atingir vários órgãos do paciente 
afetado. 
Tipos: são de acordo com a célula de origem, as leucemias podem ser classificadas em 
mielóide ou linfocítica. Desta forma temos quatro tipos principais de leucemias: 
- Leucemia Linfocítica Aguda (LLA), Leucemia Mielocítica Aguda (LMA), Leucemia 
Linfocítica Crônica (LLC), Leucemia Mielocítica Crônica (LMC). 
Leucemia Agudas (LLA e LMA) Aumento do n° de blastos. 
\u2022 A LLA tem como causa o acúmulo de mutações somáticas em células precursoras 
da linhagem linfóide B ou T (linfoblastos), levando a um descontrole da 
proliferação celular, interrupção na diferenciação e resistência à indução 
apoptótica.. (L1, L2 e L3) 
\u2022 LMA presença de bastões de Auer 
Leucemia Crônicas (LLC e LMC) - presença de células maduras. 
\u2022 LLC \u2013 mais comum em adultos. A presença de restos nucleares (sombras ou 
manchas de Gu\u308mprecht) e\u301 um achado bastante comum, resultante da fragilidade 
dessas ce\u301lulas, as quais se arrebentam no momento da confecção da distensão 
sanguínea em lâmina (efeito que acontece apenas in vitro e não in vivo. 
\u2022 A LMC distingui-se de outras leucemias por apresentar uma anormalidade 
molecular singular, uma translocação entre um gene do cromossomo 9 e outro 
no cromossomo 22. 
Classificação: aguda e crônica. 
Aguda: Desenvolve-se rapidamente e pode afetar igualmente adultos ou crianças. (LLA 
e LMA) 
Crônica: Desenvolve-se lentamente e afeta mais frequentemente adultos e idosos, 
respectivamente. (LLC e LMC). 
Fab: Classificação morfológico e citoquímico das leucemias mielóides agudas em M0, 
M1, M2, M3, M4, M5, M6, M7 em que o grau de diferenciação das células (m0 à m7) 
Diagnóstico: Imunofenotipagem(A imunofenotipagem é realizada por meio de 
anticorpos monoclonais marcados, que reconhecem epítopos específicos de antígenos 
celulares), Cariótipo (Detecta alterações numéricas ou estrutural), Fish (Avalia os 
cromossomos usando fluorocromos) 
Citoquímico: MPO, Sudan Black, Ácido de Schiff. 
As provas citoquímicas são realizadas como exames complementares afim da 
identificação de linhagem celular e portando classificação das leucemias, principalmente 
as agudas. 
 
 
Mutações: 
Translocação \u2013 é o tipo mais comum de alteração no DNA que podem levar à leucemia. 
Uma translocação significa que parte de um cromossomo se rompe e se liga a um 
cromossomo diferente. Exemplo este que pode afetar as células sanguíneas a 
amadurecerem. 
A leucemia mieloide crônica, é uma translocação entre os braços longos dos 
cromossomos 9 e 22, t 9;22. Também denominado de cromossomo Filadélfia (Ph1). 
(BCR-ABL). 
A leucemia promielocítica aguda, é um subtipo da leucemia mieloide aguda (LMA), 
caracterizada pela translocação t15;t17. (BASTÕES DE AUER) 
\u2022 Essa translocação faz com que seja produzido um receptor do ácido retinóico 
com distribuição celular anormal, tendo como consequência a inibição da 
maturação dos promielócitos, levando a que todos os precursores granulocíticos 
permaneçam nesse estágio de maturação. 
 Deleções - Ocorrem quando parte de um cromossomo é perdido. Isto pode resultar na 
perda de um gene celular que mantém seu crescimento sob controle (gene supressor de 
tumor). 
Adição - Significa que existe um ou parte de um cromossomo extra. Isto pode levar a 
muitas cópias de alguns genes no interior da célula. O que pode ser um problema se um 
ou mais destes genes são oncogênese. 
 
 
Linfomas 
Definição: O linfoma representa um grupo de neoplasias malignas com origem nos 
linfonodos, podendo invadir sangue periférico e medula óssea. 
Sintomatologia: febre superior a 38ºC e de origem desconhecida, sudorese noturna e 
perda de peso. 
Tipos: Hodyking (presença das células de Reed-Sternberg) e Não Hodking (pode ser 
causado por vírus/fungos) 
Hodykin é conhecida como Olhos de Coruja. Neoplasias de células B, T e NK maduras, 
Neoplasias histiocitárias e dendríticas, Distúrbios linfoproliferativos pós-transplante 
(DLPT). 
Não-hodgkin - Grande número de neoplasias linfóides, na maioria de linhagem B, 
Evolução clínica bem variada, Disseminação irregular, inclusive extranodal. 
 
Mieloma Múltiplo 
\u2022 Definição: neoplasia maligna dos plasmócitos com proliferação clonal. 
Apresenta: Fase I, II e III. 
Sintomatologia: dor óssea com ou sem fratura, insuficiência renal, suscetibilidade a 
infecções, anemia, hipercalcemia, distúrbios da coagulação e manifestações clínicas 
relacionadas à hiperviscosidade.. 
Presença de Imunoglobulina M, presença de Rouliaux, Ca (normal à aumentado), 
Eletroforese de proteína - confirmatório. 
Exames complementares: soro e urina (na fase II urina de 24horas). 
Lâmina aparece vários plasmocitos; Hemograma apresenta Anemia; Característica: 
Núcleo excêntrico 
 
Cascata de Coagulação 
 TAP*, TTPA*, TS*, TC, RC, PLAQUETAS*, PL *Obrigatórios! 
Via extrínseca (TAP) e Via intrínseca (TTPA) 
Fator de Van Willbrand = resp. pela agregação plaquetária