Aula 04 - Modalizadores e Questões Gerais na Norma Culta - Narrativa Jurídica
12 pág.

Aula 04 - Modalizadores e Questões Gerais na Norma Culta - Narrativa Jurídica


DisciplinaTeoria e Prática da Narrativa Jurídica738 materiais3.486 seguidores
Pré-visualização1 página
3- MODALIZADORES E QUESTÕES 
GERAIS DE NORMA CULTA 
 
OBJETIVOS 
 
 
Identificar e aplicar diferentes tipos de modalizadores; 
 
Compreender a narrativa jurídica como a construção de uma versão verossímil dos fatos; 
 
Reconhecer e corrigir os principais problemas de norma culta em textos jurídicos. 
 
As formas de expressão não são neutras, e, quando escolhidas pelo autor de um texto, dão pistas dessa sua intencionalidade e constituem-se nos chamados recursos de MODALIZAÇÃO. 
São eles elementos que traduzem uma apreciação subjetiva por parte de quem fala, expressando sua atitude em relação ao que é dito. 
RECURSOS DE MODALIZAÇÃO 
A- SELEÇÃO VOCABULAR; a escolha que se faz dos substantivos e adjetivos revelam, em geral, juízos de valor, expressam julgamentos subjetivos: 
Ex: 1- O jovem deverá prestar seu depoimento amanhã. 
2- O suspeito deverá prestar seu depoimento amanhã \uf0a2\uf0203- O acusado deverá prestar seu depoimento amanhã. 
4- O assassino deverá prestar seu depoimento amanhã. 
 
MODALIZADORES 
 
B- USO DE ADVÉRBIOS E LOCUÇÕES ADVERBIAIS \u2013 expressões que alteram o sentido básico do enunciado, acrescentando-lhe novos sentidos. Ex: 
1- Ele está respondendo a um processo. 
2- INFELIZMENTE ele está respondendo a um processo. 
3- PROVAVELMENTE ele está respondendo a um processo. 
4- CERTAMENTE ele está respondendo a um processo. 
 
C- USO DE AUXILIARES MODAIS \u2013 dever, poder, querer \u2013 que criam nuances no enunciado. Ex: 
1- Ele não irá à audiência. 
2- Ele não PODERÁ ir à audiência. 
3- Ele não DEVERÁ ir à audiência. 
 
 
D- USO DE VERBOS DE ATITUDE PROPOSICIONAL \u2013acho, penso, suponho \u2013 que indicam uma opinião pessoal. Ex: 
1- Ele é o assassino. 
2- ACHO que ele é o assassino. ( PENSO / SUPONHO) 
 
E- USO DE VERBOS NA 3ª PESSOA \u2013 para sugerir impessoalidade, neutralidade e, muitas vezes, autoridade Ex: 
1- A lei será logo promulgada. 
2- AFIRMA-SE que a lei será logo promulgada. 
3- ACREDITA-SE que a lei será logo promulgada. 
 
F- METÁFORA TEMPORAL : ocorre sempre que utilizamos um tempo verbal em lugar de outro. Em geral,atenua , torna mais polido o pedido. Ex:1- Mostre-me aquele documento. 
2- PODERIA me mostrar aquele documento? 
 
EXERCÍCIOS 
 
1- Explique a diferença de sentido que ocorre nas seguintes frases, pela presença do modalizador: 
A) Mostre-me aquele livro. / Poderia me mostrar aquela livro? 
B) Acredita-se que o mundo acabará em dezembro de 2012./ Acho que o mundo acabará em dezembro de 2012. 
C) O governo tem por obrigação tomar providências imediatas para diminuir a violência. / O governo teria por obrigação tomar providências imediatas para diminuir a violência. 
2- Explique o que altera no sentido das sentenças a seguir, se delas tirarmos os modalizadores assinalados: 
A) Resolver o problema das enchentes nos bairro periféricos é fácil em termos. 
B) Profissionalmente, minha mudança para esta cidade trouxe muitas vantagens. 
C) Consta que ele teria matado a esposa. 
 
MODALIZADORES 
MODALIZADORES 
EXERCÍCIOS 
 
3- Reescreva as frases a seguir, utilizando modalizadores, a fim de obter o efeito pedido: 
A) Aquele homem cometeu vários roubos nos últimos dois meses. 
1- atenuação: 
2- intensificação: 
3- opinião pessoal: 
B- Você traz o processo que está sobre minha mesa. 
1- ordem; 
2- ordem com polidez; 
3- desejo pessoal; 
4- dúvida; \uf0a2\uf0205- ênfase. \uf0a2\uf0201- Emprego de HÁ, A. À: 
a) Há ( verbo haver) \u2013 quando indica fato passado ou pode ser substituído pelo verbo fazer: 
Ex: Ele está preso há muitos anos. 
OBS: Considera-se uma redundância o uso: Há dois anos atrás. 
b) A ( preposição): indica ação futura ou distância: 
Ex: Daqui a duas horas a audiência deve ter início. 
Daqui a Macaé são, aproximadamente, cem quilômetros. 
c) À ( preposição + artigo) 
Irei à audiência com você. 
2- Emprego de ACERCA DE, A CERCA DE, HÁ CERCA DE: 
Acerca de= a respeito de, sobre.Ex: Falava acerca da reforma do código penal. 
A cerca de = a uma distância ( espacial ou temporal) aproximada. 
Ex: O sítio fica a cerca de três quilômetros) 
 
c) Há cerca de = faz aproximadamente. Ex: A sessão teve início há cerca de vinte minutos. 
3- À CUSTA \u2013 é a expressão correta: Vive à custa dos pais. \uf0a2\uf020Custas \u2013 são despesas judiciais; \uf0a2\uf0204- AFIM \u2013 A FIM DE: 
a) Afim= parente por afinidade; semelhante, análogo; Ex: O primo é um parente afim. 
b) A fim de= para. Ex: Citação é o ato pelo qual se chama a juízo o réu ou o interessado, a fim de se defender (CPC, art.213) 
5- AO ENCONTRO DE \u2013 DE ENCONTRO A: 
a) Ao encontro de= para junto de, em favor de. Ex: O advogado, assim que chegou, foi ao encontro de seu cliente. 
b) De encontro a= contra, em prejuízo de. Ex: Não concordo com essa decisão, que vem de encontro aos meus objetivos. 
 
 
6- AO INVÉS \u2013 EM VEZ DE: 
a) Ao invés = ao contrário de. Ex: Ao invés de punir o infrator, está o recompensando! 
b) Em vez de = em lugar de. É preferível prevenir em vez de punir. 
7- À(s) FOLHA(s) \u2013 NA (s) FOLHA(s) - quando se trata de folha determinada, numerada, a preposição deve ser acompanhada do artigo definido A, no singular ou plural, de acordo com o número de folhas. Ex: Conforme se lê à fl.12; Conforme se lê às fls. 12 a 16 dos autos. Segundo consta da/ na fl. 32 do relatório. Conforme depoimento das /nas fls. 85-93 
OBS: Com o verbo CONSTAR, só se usam as proposições DE ou EM, nunca a preposição A. 
8- ATRAVÉS DE= de um lado para outro; por entre; no decurso de: \uf0a2\uf020Ex: Através dos tempos, os vocábulos sofrem modificações; \uf0a2\uf020A luz passa através do vidro. 
 
 
OBS: É erro utilizar-se a expressão através de com sentido de por meio de, por. Ex: Esse assunto será regulado por meio de decreto ( e não através). O réu, por intermédio de outro advogado, também contestou o pedido. 
9- EM FACE DE: à vista de, diante de, perante. È considerada errada a expressão \u2018face a\u2019. 
Ex: Em face do exposto, nego provimento à apelação. 
10- JUNTO A= ao lado de, em companhia de, perto. 
Ex: O advogado permaneceu junto ao cliente. 
É considerado erro o uso dessa expressão em frases tais como: Ele pediu empréstimo junto ao banco. ( Correto: ao banco) Entrou com recurso junto ao tribunal. ( Correto: no tribunal) 
 
 
ALGUNS PROBLEMAS DE LINGUAGEM 
ALGUNS PROBLEMAS DE LINGUAGEM 
EXERCÍCIOS 
 
1- Reescreva as frases a seguir, corrigindo os erros que apresentam: 
1- Ele saiu mais cedo, afim de não se atrasar para a audiência. 
2- Preferiu fazer a própria defesa ao invés de contratar um advogado. 
3- A sessão teve início acerca de 3 horas e ainda não acabou; 
4- Os argumentos do defensor público foram de encontro às expectativas do réu. 
5- O advogado ficou de comunicar o resultado através de carta. 
6- A direção cancelou as visitas, face a confusão reinante no presídio. 
7- Estava insolvente e não conseguia empréstimo algum junto a bancos. 
8- Sempre se manteve às custas do irmão. 
9- Este foi o depoimento da testemunha, conforme consta à fl. 14 do processo. 
10- O fato ocorreu a mais de duas décadas.