A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
61 pág.
AUXILIAR DE FARMÁCIA E ATENDENTE

Pré-visualização | Página 7 de 15

de Receita Azul (lista B) 
a) Sigla Unidade da Federação; 
b) Identificação numérica: a sequência numérica será fornecida pela Autoridade Sanitária competente 
dos Estados, Municípios e Distrito Federal; 
c) Identificação do emitente: Nome do profissional com sua inscrição no Conselho Regional com a 
sigla da respectiva Unidade da Federação; Ou nome da instituição, endereço completo e telefone; 
d) Identificação do usuário: Nome e endereço completo do paciente, e no caso de uso veterinário, 
nome e endereço completo do proprietário e identificação do animal; 
e) Nome do medicamento ou da substância: prescritos sob a forma de Denominação Comum 
Brasileira (DCB), dosagem ou concentração, forma farmacêutica, quantidade (em algarismos 
arábicos e por extenso) e posologia; 
f) Data de emissão; 
g) Assinatura do prescritor: quando os dados do profissional estiverem devidamente impressos no 
campo do emitente, este poderá apenas assinar a Notificação de Receita. No caso do profissional 
pertencer a uma instituição ou estabelecimento hospitalar, deverá identificar a assinatura com 
carimbo, constando a inscrição no Conselho Regional, ou manualmente de forma legível;
h) Identificação do comprador: nome completo, número do documento de identificação, endereço 
completo e telefone; 
i) Identificação do fornecedor: nome e endereço completo, nome do responsável pela dispensação e 
data do atendimento; 
j) Identificação da gráfica: nome, endereço e CNPJ/CGC impressos no rodapé de cada folha do 
talonário. Deverá constar também, a numeração inicial e final concedida ao profissional ou 
instituição e o número da Autorização para confecção de talonários emitida pela Vigilância 
Sanitária Local; 
k) Identificação do registro: anotação da quantidade aviada, no verso; e quando tratar-se de 
formulações magistrais, o número de registro da receita no livro de receituário; 
l) Quantidade – no máximo 60 dias de tratamento (em algarismos arábicos e por extenso); 
m) A receita “azul” tem prazo para ser comparada de 30 dias após a sua emissão. 
OBSERVAÇÕES IMPORTANTES 
Podem ser prescrita pelo nome comercial ou nome genérico e permite ao farmacêutico fazer a intercambialidade 
com o medicamento genérico ou de referências. Veja o exemplo abaixo: 
 
 
 
 
Numeração fornecida pela vigilância 
Local (de 6 a 8 dígitos) Dados impressos do médico 
Unidade Federativa ou hospital. Caso conste com o CRM impresso, 
É dispensado o carimbo Nome comercial 
 
 
 
Lexotan 
 
 
 
 
 
 
 
Assinatura do médico 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Data da venda 
Dados da pessoa que compra Identificação da gráfica 
na farmácia o medicamento Dados do paciente Nome do vendedor
Alerta: Quando o medicamento é prescrito com o nome genérico, a legislação permite aviar o medicamento 
genérico ou de referência, no caso acima, seria o Lexotan. 
 
 
 
 
 
 
 
 
Observe o caso abaixo com o nome especial: 
Numeração fornecida pela vigilância 
local ( de 6 a 8 digitos) Dados impressos do médico 
Unidade Federativa ou hospital.Caso conste com o CRM impresso, 
é dispesado o carimbo Nome comercial 
 
 
 
 
Bromazepam 
 
 
 
 
 
6 mg 
Assinatura do médico 
Tomar 2 comp. ao dia 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Data da venda 
Dados da pessoa que compra Identificação da gráfica 
na farmácia o medicamento Dados do paciente Nome do vendedor
 
 
 
Quando o medicamento é prescrito com o nome comercial, a legislação permite o farmacêutico 
fazer o intercâmbio pelo medicamento genérico, no caso acima, seria o Bromazepan. 
 
 
Alerta: O que é controlado é a substância, não a caixa! Observe que a quantidade vai variar de 
acordo com o tratamento. Podemos aviar muito mais que 3 caixas, desde que o modo de usar 
esteja claro. Nos casos em que a quantidade necessária ultrapasse a quantidade disponível por 
embalagem, verifique se o medicamento possui outra apresentação para “completar a receita”. 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Exemplo: 
 
 
Bromazepan 3 mg 
 
 
Tomar 3 comprimidos ao dia. 
 
 
Total de comprimidos para 60 dias: 180 comprimidos 
 
 
Seriam 9 caixas com 20 comprimidos ou 6 caixas com 30, ou ainda, 2 caixas com 30 comprimidos 
Mais de 6 caixas com 20 comprimidos. 
 
 
Bromazepan possui dosagem máxima de até 12mg ao dia.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Observação: As quantidades devem ser anotadas no verso da receita após o carimbo. 
De acordo com a portaria 344/98 
§ Art. 45 A notificação de Receita “B”, de cor azul, impressa as expansas do profissional ou da instituição, 
conforme modelos anexos ( X e XI) a este Regulamento Técnico terão validade por um período de 30 (trinta) 
dias contados a partir de sua emissão e somente dentro da Unidade Federativa que concedeu a 
numeração. 
Art. 46 A notificação de Receita “B” poderá contar no máximo 5 (cinco) ampolas e, para as demais formas 
farmacêuticas, a quantidade para o tratamento correspondente no máximo a 60 (sessenta) dias. (O que é 
controlado é a substância, não á caixa). 
§ 1° Acima das quantidades previstas neste regulamento Técnico, o prescritor deve preencher uma justificativa 
contendo CID (Classificação Internacional de Doença) ou diagnóstico e posologia, datar e assinar, entregando 
juntamente com a Notificação de Receita “B” ao paciente para adquirir o medicamento em farmácia e drogaria. 
§ 2° No caso de formulações magistrais, as formas farmacêuticas deverão conter, no máximo, as concentrações 
que constam de Literatura Nacional e Internacional oficialmente reconhecida (ANEXO XIV da portaria 344) 
De acordo com a RDC 58/69 desde janeiro de 2008, as receitas e a forma de venda de medicamentos 
anorexígenos (medicamentos para emagrecer de tarja preta) mudaram. 
As mudanças no receituário para os medicamentos da lista B2 (anorexígenos) São pequenas mudando apenas 
de tipo B para B2. A receita é azul como a B, mas a sigla é B2, conforme exemplo a seguir.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Para diminuir o consumo, o tempo de tratamento diminui de até 60 dias para 30 dias e os 
farmacêuticos devem avaliar as dosagens estabelecidas da Resolução.
Substância Dose Diária Recomendada 
Femproporex 50 mg/dia 
Fentermina 60 mg/dia 
Anfepramona 120 mg/dia 
Maizindo 3 mg/dia 
 
 
 
 
 
 
Desta forma só é permitido vender:
ABSTEN S1 mg 
20 comp. 
Mazindol Até 4 caixas (tomar 1 comprimido 3 vezes 
Ao dia por 30 dias). 
DESOBEMSI M 
25 mg 20 comp. 
Femproporex Até 2 caixas (tomar 2 vezes ao dia por 30 
Dias). 
DESOBEMSI M 
25 mg 30 comp. 
Femproporex Até 2 caixas (tomar 2 vezes ao dia por 30 
Dias). 
DUALID S 75 
Mg 20 comp. 
Anfepramona Só 1 caixa (tomar 1 vez ao dia por 30 dias). 
INIBEX S 25 
Mg 20 comp. 
Anfepramona Até 6 caixas (tomar 1 vez ao dia por 30 
Dias). 
INIBEX S 50 
Mg 20 comp. 
Anfepramona Até 3 caixas (tomar 1 vez ao dia por 30 
Dias). 
INIBEX S 75 
Mg 20 comp. 
Anfepramona Só 1 caixa (tomar 1 vez ao dia por 30 dias). 
FAGOLIPO 2 
Mg 20 comp. 
Maxindol Só 1 caixa (tomar 1 vez ao dia por 30 dias). 
HIPOFARAGIN S 
75 mg 20 comp. 
Anfepramona Só 1 caixa (tomar 1 vez ao dia por 30 dias). 
MODERINE 
1,5 mg 20 comp. 
Mazindol Até 2 caixas (tomar 2 comprimidos ao dia 
Por 30 dias). 
A receita B2 deve ser do estado de São Paulo e a validade é de 30 dias. 
Para efetuar a venda o atendente, gerente ou farmacêutico deve: 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O balanço dos medicamentos da lista B2 é mensal, em formulário próprio e deve ser enviado para a Vigilância 
Sanitária até o dia 15 de cada Mês junto com as respectivas receitas. É responsabilidade

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.