A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
111 pág.
ADM 1 SEMESTRE UNOPAR

Pré-visualização | Página 6 de 25

a dar ênfase às tarefas, enquanto a ênfase de Fayol era na estrutura.
Segundo Silva (2008), a teoria administrativa foi concebida para se projetar em organizar coisas. Traz forte indício de que é preciso obter vantagem da especialização e outros benefícios da burocracia formal de uma organização. Entre as atividades ou operações administrativas, Fayol estabeleceu e as dividiu em grupos, conforme descrito a seguir.
Função técnica: está relacionada à produção de bens e serviços de uma organização.
Função comercial:  está relacionada à comercialização da empresa. Ex.: (compra, venda e troca).
Função financeira: a função financeira está ligada à administração do capital da organização.
Função de segurança: esta atividade está ligada em proteger as pessoas e ao mesmo tempo os bens da organização.
Função contábil: está relacionada ao controle e registro das despesas organizacionais.
Função administrativa: relacionada com a integração de todas as operações da organização
6. AS FUNÇÕES DA ADMINISTRAÇÃO
 
A administração é definida por Fayol como sendo atividades administrativas, compostas por cinco funções: prever, organizar, comandar coordenar e controlar.
Para um entendimento sobre função administrativa, Fayol define como o ato de administrar sendo prever, organizar, comandar, coordenar e controlar. De acordo com Chiavenato (2003), as funçõesadministrativas envolvem cinco elementos:
Previsão: Está ligada em prever eventos futuros e determinar as atividades futuras mais eficazes para a empresa.
Organização: Está ligada em constituir o duplo organismo material e social da empresa.
Comando: dirigir e orientar pessoas, está relacionada a como os gerentes administram os funcionários. Fayol tratou de atividades como comunicação eficaz;
Coordenação: A coordenação preocupa-se com as atividades desenhadas para o lugar e criar uma conexão entre todos os esforços da organização (tarefas individuais).
Controle: Verificar que tudo ocorra de acordo com as regras e os gerentes avaliam o desempenho dentro da organização com relação aos planos e às metas desejadas.
	 
Vídeo
A Abordagem Clássica da Administração engloba aTeoria Científica com ênfase nas tarefas e aTeoria Clássica com ênfase na estrutura. Esses estudos não tiveram como minimizar os efeitos da Crise de 1929, que teve um efeito dominó, abalou o mundo e em especial a economia americana. Para saber um pouco mais, convido você a assistir ao vídeo “A Crise de 29 (A Grande Depressão)”, que mostra alguns fatos históricos organizacionais importantes
Segundo Chiavenato (2003), os elementos mostrados acima constituem o chamado processo administrativo, os quais Fayol colocava como localizador dos diversos cargos dentro da organização independente do nível ou hierarquia
7. TEORIA DAS RELACÕES HUMANAS
 
De acordo com Silva (2008), a Teoria das Relações Humanas surgiu de uma pesquisa desenvolvida pelo psicólogo Elton Mayo, que ficou conhecida como "Experimento de Hawthorne". Elton Mayo, foi um dos maiores incentivadores da escola das Relações Humanas, desenvolvendo sua pesquisa dentro de uma fábrica de componentes telefônicos chamada Western Electric Company, situada no bairro de Hawthorne, em Chicago, de onde surgiu o nome de “Experiência de Hawnthorne”.
Outros pesquisadores também trabalharam na pesquisa, porém Elton Mayo foi o que teve destaque neste estudo. Antes na fábrica da Western Electric Company, Mayo também protagonizou um estudo dentro de uma fábrica de tecido no Estado de Filadélfia, onde ocorria uma rotatividade grande de funcionários, ocasionado por fadiga humana, o que causava tristeza e depressão nos funcionários. Detectando o problema Mayo estabeleceu períodos de descanso ao longo do dia.
Embora Elton Mayo tenha realizado vários trabalhos, o que mais deu destaque foi a “Experiência de Hawthorne”, cujo objetivo do estudo era verificar como os funcionários reagiriam com a intervenção humana na iluminação do ambiente de trabalho e como seria a sua produtividade.
Segundo Silva (2008), a “Experiência de Hawthone” teve início no mês de novembro de 1924 com término em abril de 1927 e foi realizado em três etapas.
As teorias organizacionais da época consideravam racionalmente a parte econômica dos trabalhadores e assumiam que eles eram “motivados” somente por fatores externos. Nessa linha de considerações, os pesquisadores da iluminação esperavam que a produtividade crescesse com o aumento dos níveis de iluminação. (SILVA, 2008, p. 188).
No primeiro experimento, trabalhadores em três departamentos da Western Electric foram expostos a diferentes níveis de iluminação. Os pesquisadores descobriram que a produtividade crescia com o aumento da iluminação, mas não em uma razão tão direta.
No segundo experimento, dois grupos de trabalhadores, em quantidades iguais de membros, foram colocados em ambientes diferentes: um grupo sob iluminação constante e outro sob iluminação variável. As diferenças de eficiência de produção entre os grupos foram muito pequenas, de modo que nada pode afirmar sobre a iluminação.
O terceiro experimento foi levado a efeito com um grupo controlado de trabalhadores sob constante nível de iluminação, e outro grupo, sob uma série de mudanças cuidadosamente controlada no nível de iluminação. (SILVA, 2008, p. 188)
	Link
 
Quero chamar a atenção de vocês para o texto Teoria das Relações Humanas. Este texto traz uma explicação de como foi essa experiência que deu início à valorização do homem, criando a hipótese do homem social. “Elton Mayo e equipe propuseram uma nova teoria da motivação antagônica à do homo economicus: o ser humano é motivado, não por estímulos salariais e econômicos, mas por recompensas sociais e simbólicas”. (Chiavenato, 2003, p. 116).
http://administer33.wordpress.com/2012/05/22/teoria-das-relacoes-humanas/
 
	Vídeo
Trouxe para vocês um vídeo visando maior entendimento sobre a Teoria das Relações Humanas, o vídeo é sobre “Experiência de Hawthorne”, que de forma inusitada esclarece o estudo.
<http://www.youtube.com/watch?v=KOGrcLx5W-g>.
Os pesquisadores puderam verificar, que na realidade, o que influenciava os funcionários ao aumento da produtividade era o tipo de relacionamento tinha com o grupo e não necessariamente as condições de trabalho que lhe eram concedidas. Após estas conclusões surgiram as teorias que vieram a se preocupar em entender o comportamento das pessoas como meio de aumentar a produtividade e a eficiência organizacional.
	Reflexão.
Muitos estudos já foram feito dentro das organizações a ainda continuam estudando o comportamento das pessoas, Você como gestor de uma grande empresa como reagiria sabendo do mau comportamento de alguns funcionários fora da empresa.
8. TEORIA DA BUROCRACIA
 
Segundo Oliveira (2008), a teoria burocrática teve o desenvolvimento em 1909, tendo como seu percursor Max Weber, porém veio a se desenvolver na década de 40.
“O conceito de burocracia, para Max Weber, era bem amplo, pois ele considerava que qualquer sociedade, organização ou grupo, que sustente o oriente os seus atos em leis racionais, é uma burocracia”. (Oliveira, 2008, p. 121).
	Vídeo
Ao pensarmos em burocracia, pensamos logo em longas filas e a quantidade de papelório que nos espera, quando sem se tratando de órgãos público, onde os procedimentos fazem com que a “máquina” não ande, é o que vamos observar no trecho do desenho “Axterix e os doze trabalhos"!
<http://www.youtube.com/watch?v=FQPe0aQSitM>.
 
Max Weber percebeu que as organizações do início do século XX viviam um caos com relação às normas e aos procedimentos de trabalho. Os gerentes administravam baseados no que eles achavam que era correto e não em um processo padronizado e científico de trabalho.  Max Weber definiu a burocracia como uma forma de organização humana que se baseia na racionalidade, com o intuito de garantir a máxima eficiência possível Para conseguir essa eficiência, na burocracia precisa-se detalhar antecipadamente como as coisas deverão ser feitas. Assim, ele iniciou