Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
paper gestor comercial

Pré-visualização | Página 1 de 2

Conhecimentos da Atividade Profissional do Gestor Comercial
Camila Lapa, 
Luis Claudio Flores Junior
Prof. Marcírio Joel de Oliveira Gomes
Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI
Gestão Comercial (FLX1066) – Prática do Módulo
10/06/2019
RESUMO
O presente artigo irá abordar de que forma o profissional atuante na gestão comercial se integra no meio organizacional facilitando e unificando as tomadas de decisão da empresa. A missão das organizações contempla objetivos e metas, onde o gestor atua indicando as frentes de mercado que devem ser exploradas para garantir o sucesso do negócio..
Palavras-chave: Planejamento, Crescimento, Gestão.
1 INTRODUÇÃO
O trabalho foi elaborado para mostrar como as atividades do profissional de gestão comercial podem evoluir no desempenho do empreendimento.
Uns dos problemas enfrentados pelas empresas é a falta de conhecimento em técnicas e ferramentas para efetivas para atingir resultados relevantes. Com a organização deste processo, a empresa poderá utilizar melhor as suas capacidades e minimizar esforços em atividades que não terão fundamento.
O profissional de gestão comercial também atua nas transações de compra e venda, negociando a aquisição de bens. Após identificarem os diferencias da atividade deste profissional, as organizações acabam percebendo a importância desse método para o meio corporativo. Portanto, percebe-se que é essencial a integração com este processo, de modo que, aplicado de forma correta e eficaz será capaz de alcançar os resultados que deseja.
Com base em algumas pesquisas, vamos apresentar alguns objetivos alcançados nas organizações através do profissional de gestão comercial.
2 DESENVOLVIMENTO
Características do profissional de gestão comercial
Com base na pesquisa dos autores abaixo, podemos desenvolver algumas visões sobre o planejamento que o profissional precisa desenvolver nas organizações. Segundo Chiavenato (2003) as organizações não trabalham na base da improvisação, quase tudo nelas é planejado antecipadamente, mesmo em momentos de crise econômica. O planejamento figura como a primeira função administrativa, por ser aquela que serve de base para as demais funções, trata-se de um modelo teórico para uma ação futura, onde determina os objetivos e detalha os planos necessários para atingi-los de melhor maneira possível. Planejar é definir os objetivos e escolher antecipadamente o menor custo de ação para alcançá-los, ele define onde se pretende chegar, o que deve ser feito, quando, como e em que sequência.
Na visão de Chiavenato (2003) a organização é fundada a partir de objetivos onde se define o caminho a ser seguido, o estabelecimento dos objetivos é o ponto de partida do planejamento, a primeira coisa a ser feita é saber onde se pretende chegar para saber exatamente como chegar até lá. Através de recursos disponíveis o objetivo é colocado em prática, para atingir resultados ao longo prazo, deixando de ser um objetivo para tornar-se real.
Para Silva (2001) planejamento se dá pela definição dos objetivos e metas da organização, projetam-se recursos para alcançar tais objetivos, determina-se uma linha de produtos ou serviços a serem seguidos. O planejamento é feito a longo o prazo, mas deve ser alterado conforme mudanças dos ambientes externos e internos.
Planejamento é uma disciplina que pode ajudar os gerentes a analisarem cuidadosamente as questões e os problemas e a conceberem alternativas para lidar com as questões e superar os problemas. (MONTANA; CHARNOV, 2003, p. 117).
Em muitas organizações já existem áreas especificas em variados tipos de planejamento, como por exemplo: planejamento financeiro, comercial, estratégico, operacional, para que possam obter uma visão a longo prazo da saúde organizacional da empresa. Para uma empresa funcionar saudavelmente, ela deve ter solidez no mercado, se desenvolver com segurança de que, até mesmo uma crise inesperada será tratada com calma, pois a empresa, através do planejamento, se preparou para tal.
O profissional de gestão comercial atua neste planejamento através da influência no rendimento da organização, pois cuida das negociações da empresa e trabalha diretamente com os processos de vendas, atividades essências para que o negócio se desenvolva de modo seguro se mantenha sustentável no mercado. O planejamento do gestor comercial é importante também para o atingimento de metas, objetos que garantem o crescimento e atender de forma apropriada às demandas do mercado consumidor.
2) Melhorias na eficiência
Uma boa gestão investe em técnicas e ferramentas modernas para lidar com o extenso volume de dados gerados pelas transações comerciais do negócio. Através dessa otimização muitos processos manuais são realizados de maneira rápida e prática por softwares de CRM e ERP.
Visando melhorar a eficiência dos profissionais de vendas, o gestor comercial procura entender quais os aspectos tornam a equipe eficiente e eficaz na busca por resultas. Logo, por trás de todo projeto, existem pessoas gerenciando ações, definindo direções e analisando processos.
Treinamentos e motivação devem ser um dos pilares de investimento das organizações que querem se destacar no mercado. Uma equipe capacitada gera resultados ainda mais sólidos.
Conforme diz Charles Duhigg em seu livro O poder do hábito, a regra de ouro para mudanças não é inserir novos hábitos em sua equipe, mas sim aproveitar a mesma deixa de vendas e manter a mesma recompensa desse esforço, porém mudar a rotina.
3)Objetivos da Gestão Comercial
A Gestão visa conduzir com harmonia e assertividade todos os processos da organização, por meio da aplicação de políticas e estratégias decisivas para o sucesso corporativo, a fim de entregar a todos os envolvidos, colaboradores e clientes.
visando as conquistas e oportunidades de crescimento, por isso está sempre à procura de novas atividades que possam ser exploradas pela corporação e proporcionem o desenvolvimento contínuo do negócio.
Independentemente do setor de atuação do negócio, a Gestão Comercial tem como principais objetivos:
Aumentar a produtividade da empresa
Ampliar a qualidade dos produtos ou serviços oferecidos aos clientes
Fortalecer a competitividade da organização no mercado
4) Habilidades de um gestor comercial
Habilidade técnica: Consiste em utilizar conhecimentos, métodos técnicas e equipamentos necessários para realização de tarefas espeficificas por meio da expêriencia profissional;
Habilidade Interpessoal: tambem chamada de habilidade humana, consiste na capacitação e discernimento para trabalhar com pessoas, comunicar, compreender suas atitudes e motivações e desenvolver uma liderança eficaz,
Habilidade conceptual: consiste na capacidade para lidar com ideias e conceitos abstrações e desenvolva filosofias e principios gerais de ação.
O Segredo do sucesso em vendas
3 CONSIDERAÇÕES FINAIS
Planejamento estratégico é tema de vários estudos empíricos voltados para grandes organizações. No entanto, quando se trata de pequenas e médias empresas observa-se que ainda há um campo a ser explorado.
Vimos como as atividades do planejamento organizacional possuem um dos principais papeis na integração da administração total da organização. Com diversas atividades podemos ter como propósito planejar, controlar e implementar um fluxo eficiente visando a melhoria, clareza nos objetivos e resultados alcançados na organização.
O planejamento é um dos alicerces da relação entre gestão/organização. Ele é o responsável por toda a organização de atividades para a execução dos planos e monitorar os seus resultados.
Deve-se também comentar a especificidade do setor de tecnologia da informação quanto ao seu dinamismo e necessidade de atenção aos movimentos do ambiente de negócios, fatores estes que podem ser decisivos para a competitividade da organização.
4 REFERÊNCIAS
http://www.administradores.com.br/artigos/negocios/a-importancia-do-planejamento-organizacional/46974/
https://www.rhportal.com.br/artigos-rh/planejamento-organizacional-e-sua-importncia/
Página12