A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Administração de Condomínios

Pré-visualização | Página 1 de 4

O conceito de condomínio evoluiu e começou a apresentar outras formas no segmento imobiliário. O mais "novo" é mesmo não sendo tão novo assim, é o modelo de condomínios horizontais. 
Como este condomínios horizontais se caracterizam?
Certo Grandes áreas cercadas e muradas em que predominam casas (embora não haja impedimento para grandes condomínios somente com edifícios).
Grandes áreas cercadas e muradas para condomínios somente com edifícios.
Pequenas áreas cercadas e muradas em que predominam casas populares.
Pequenas áreas cercadas e muradas em que predominam com edifícios.
Grandes áreas cercadas e muradas em que predominam casas de luxo.
Qual das alternativas está correta, conforme o Art. 1.331?
O terraço de cobertura é parte comum, salvo disposição contrária do conselho fiscal do condomínio.
O terraço de cobertura é parte comum, mas de usos preferencial do proprietário do ultimo andar.
O terraço de cobertura é parte comum, salvo disposição contrária do sindico.
O terraço de cobertura não é parte comum.
Certo O terraço de cobertura é parte comum, salvo disposição contrária da escritura de constituição do condomínio.
A legislação determina que a Convenção deverá conter com EXCEÇÃO:
o regimento interno
a quota proporcional e o modo de pagamento das contribuições dos condôminos para atender às despesas ordinárias e extraordinárias do condomínio
a competência das assembléias, forma de sua convocação e quorum exigido para as deliberações
as sanções a que estão sujeitos os condôminos, ou possuidores
Certo os condôminos que comporão o Conselho Fiscal
A convenção que constitui o condomínio edilício para ser oponível contra terceiros deve ser:
subscrita pelos titulares de, no mínimo, a maioria das frações ideais
subscrita pelos titulares, proprietários e comodatários
objeto de registro no tribunal de justiça da região
Certo registrada no Cartório de Registro de Imóveis
subscrita pelos titulares, proprietários e locatários
O Código Civil estabelece que pode haver, em edificações, partes que são propriedade exclusiva, e partes que são propriedade comum dos condôminos. No entanto, podemos afirmar que:
o solo, a estrutura do prédio, o telhado, a rede geral de distribuição de água, esgoto, gás e eletricidade poderão ser alienadas separadamente, ou divididos
Certo nenhuma unidade imobiliária pode ser privada do acesso ao logradouro público
o terraço de cobertura é parte exclusiva, salvo disposição contrária da escritura de constituição do condomínio
a maioria das unidades imobiliária caberá, como parte inseparável, uma fração ideal no solo
os apartamentos, escritórios, salas, lojas e sobrelojas, com as respectivas frações ideais no solo e nas outras partes comuns, sujeitam-se a propriedade comum
É parte comum de um condomínio:
ao conjunto de partes suscetíveis de utilização independente
o terraço de cobertura de propriedade exclusiva
Certo a rede geral de distribuição de água, esgoto, gás e eletricidade
o conjunto de apartamentos de propriedade exclusiva
a rua pública que dá acesso ao condomínio
Nenhuma unidade pode ser privada do acesso:
ao conjunto de partes suscetíveis de utilização independente
ao conjunto de apartamentos de propriedade exclusiva
Certo ao logradouro público
ao conjunto de salas de propriedade exclusiva
ao terraço de cobertura de propriedade exclusiva
Em que ano encontramos a primeira legislação genuinamente brasileira sobre condomínio?
1932
1948
1968
1918
Certo 1928
O síndico, anualmente, deverá necessariamente convocar reunião da assembléia dos condôminos, na forma prevista na convenção, a fim de:
alterar o regimento interno
Certo aprovar o orçamento das despesas, as contribuições dos condôminos e a prestação de contas
eleger seu substituto
colocar em discussão a alteração da convenção do condomínio
discutir a segurança dos condôminos
As assembleias representam o desejo dos condôminos, mas, qual delas é obrigatória pelo menos uma vez por ano?
Certo Assembleia Geral Ordinária
Assembleia Pública
Assembleia Especial
Assembleia Sazonal
Assembleia Extraordinária
Aponte o prazo estipulado pelo Código Civil para convocação de uma Assembléia Extraordinária:
10 dias
1 ano
Certo não existe prazo mínimo nem máximo
15 dias
2 anos
É característica da Assembléia Geral Ordinária (AGO) na administração de um condomínio:
é convocada para Alienação de Bens Móveis e Imóveis
poderá ser convocada por qualquer condômino
Certo obrigatoriedade e realizada uma vez por ano
para ter validade, o quórum deve corresponder a, no mínimo, 1/4 do número de condôminos
convocada para discutir algum assunto extra
Toda assembléia geral nos condomínios,deve ser seguida do registro formal das decisões. esse documento é a ata da assembléia. a ata deve: MARQUE A ALTERNATIVA INCORRETA
Certo Não deve restringir-se exclusivamente ao que foi discutido em reunião. Mas, deve ser formal e sucinta, evitando comentários depreciativos ou um relato minucioso do que foi discutido.
Indicar a pauta de convocação para complementar com a decisão de cada um dos itens. Poderá ser recheada com algumas sugestões ou encaminhamentos das votações.
Ela deve começar com a indicação do horário e local de realização, mencionando a forma de sua convocação (jornal, correspondência, quadro avisos etc) e os presentes naquela reunião.
não deve fugir aos temas da convocação.
restringir-se exclusivamente ao que foi discutido em reunião. Mas, deve ser formal e sucinta, evitando comentários depreciativos ou um relato minucioso do que foi discutido.
Uma convocação de assembléia geral deve conter com EXCEÇÃO:
o local em que será realizada a assembléia
a hora da assembléia
os assuntos a serem discutidos
a data da assembléia
Certo a relação de convocação
A Ata de uma Assembléia Geral Ordinária ou Extraordinária deverá conter com EXCEÇÃO:
Certo o registro em cartório feito anteriormente a reunião
a forma de sua convocação
as deliberações que os condôminos presentes adotaram
a indicação do horário e local de sua realização
os presentes naquela reunião
É considerada como uma característica da Assembléia Geral Extraordinária com EXCEÇÃO:
poderá ser convocada por um quarto dos condôminos
não corresponde à necessidade de ser algo extremamente relevante
Certo convocada pra prestação de contas e eleição do síndico
poderá ser convocada pelo síndico
poderá ser alterada por decisão judicial
No caso da ausência temporária do síndico, a assembléia de condôminos poderá:
Certo investir outra pessoa com poderes de representação
requerer a prestação de contas imediata
exigir o retorno imediato do síndico
assumir o papel de síndico
assinar no sindicato a contratação de empregado
A Assembléia extraordinária poderá ser convocada:
somente em caso de urgência
por qualquer condômino
para eleição de síndico
por pelo menos metade dos condôminos
Certo pelo síndico ou por um quarto dos condôminos
O síndico condômino ou o síndico profissional terão:
Certo as mesmas atribuições
direitos e deveres diferenciados
atribuições previamente definidas pela assembléia geral
posicionamento distinto perante os demais condôminos
responsabilidades distintas
Conforme o Código Civil, o mandato do síndico deverá ser:
não superior a um ano
qualquer prazo determinado pela assembléia de condôminos
Certo não superior a dois anos
dois anos
um ano
A assembléia escolherá um síndico, que:
não poderá ser reeleito
deverá ser necessariamente remunerado pela função
deverá ser eleito anualmente necessariamente
poderá assumir por prazo indeterminado
Certo poderá não ser condômino
O Código Civil quanto à remuneração do Síndico:
impede a cobrança pelos serviços
Certo não regulamenta um valor determinado
torna obrigatório o pagamento pelos serviços
estabelece o valor de um salário mínimo
define o valor dos encargos incidentes
Uma modificação do administrador do condomínio (síndico) vai requerer:
a apresentação