Petição inicial - NPJ Trabalhista - Caso Cleber Honda
3 pág.

Petição inicial - NPJ Trabalhista - Caso Cleber Honda


Disciplina<strong>direito do Trabalho Npj</strong>2 materiais3 seguidores
Pré-visualização1 página
Excelentíssimo Doutor Juiz do Trabalho de Direito da ___ Vara do Trabalho de Ponta Grossa \u2013 Paraná
Cléber Honda, brasileiro, solteiro, motoboy, portador da CTPS 06506565, e da CIRG 3.333.333-3, residente e domiciliada na Rua dos Funcionários, nº 222, Centro, Curitiba/PR, CEP 80-100-010, vem respeitosamente, por meio de seus advogados, procuração anexa, endereço profissional com CEP com fulcro no artigo 840, §1º, da CLT, cumulado como artigo 319 do CPC, por força do artigo 769 da CLT, propor a presente RECLAMATÓRIA TRABALHISTA pelo rito ordinário, em face de Rango Rápido APP, pessoa jurídica de direito privado, inscrita no CNPJ nº 05.905.155/0001-55, com endereço na Rua Alexander Graham Bell, nº 41, Centro, Jundiaí/SP, CEP 13201-8000 e Ifood Agência de Serviços Restaurantes LTDA., pessoa jurídica de direito privado inscrita no CNPJ n º 08902115/0001-83, com endereço na Rua Cel. Boaventura Mendes Pereira, nº 293, centro, Jundiaí/SP, CEP 13201-8010, em razão dos motivos de fatos e direitos a seguir expostos.
DOS FATOS
Cléber Honda laborou na função de motoboy, para a empresa Rango Rápido APP, na cidade de Ponta Grossa-PR, de 17 de outubro de 2018 à 13 de fevereiro de 2019, data em que restou descredenciado em razão da não entrega de 3 (três) pedidos, quais não foram feitos em virtude de problemas pessoais.
A primeira reclamada, Rango Rápido APP, é empresa responsável por realizar serviço de entrega de alimentos à domicílio, exclusivamente para o aplicativo da segunda Reclamada. 
Trabalhava de segunda à sexta-feira em horário comercial, recebendo em média um valor de R$3.000,00 (três mil reais) por mês, sendo que o pagamento no valor de R$ 3,50 (três reais e cinquenta centavos) por entrega, independente da distância percorrida.
As determinações de entregas eram feitas por APP da Rango Rápido, sendo que o reclamante não poderia recusar corridas sob pena de bloqueio do aplicativo por alguns dias, ou de descredenciamento. Ainda, em caso de atraso, era repreendido pelo cliente do Ifood que repassava a informação à Rango Rápido.
Assim dispendia de enorme esforço para receber uma boa avaliação. 
DOS DIREITOS
 Do vínculo empregatício
O trabalhador laborava como Motoboy para a empresa Rango Rápido APP, sendo que esta prestava serviço exclusivamente para a empresa Ifood. 
Entretanto, durante o tempo laborado não houve anotação na CTPS. Ainda que, presentes os requisitos elencados no artigo 3º, da CLT, para caracterização do vínculo empregatício. 
Desta forma, requer seja realizada a anotação da CTPS, de modo a considerar o tempo laborado, nos termos do artigo 29, da CLT.
Verbas salariais
Considerando a não anotação da CTPS, também não foram devidamente recolhidas as verbas salariais, quais sejam: INSS, FGTS, FÉRIAS, 13º SALÁRIO e ADICIONAL DE PERICULOSIDADE (conforme artigo 193, §4º da CLT). 
Desta forma, requer sejam pagas as verbas devidas e seus reflexos, com base no valor médio percebido durante o período.
 Da responsabilidade subsidiária da Ifood
Tendo em vista a prestação de serviços para a Ifood, e assim, tendo essa participado da relação empregatícia, requer seja considerada a responsabilidade subsidiária desta, conforme enunciado da Súmula 331, inciso IV do TST.
DOS PEDIDOS
Ante o exposto, REQUER-SE:
A devida anotação da CTPS;
A condenação ao pagamento das verbas salariais com base no valor percebido pelo Reclamante (valor liquidado);
A responsabilidade subsidiária da empresa Ifood;
A concessão da gratuidade da justiça, uma vez que a reclamante se enquadra nas hipóteses do artigo 790, §§ 3º e 4º da CLT.
Ainda, requer-se a condenação das reclamadas ao pagamento dos honorários sucumbenciais, nos termos do artigo 791-A da CLT.
Por fim, requer sejam as reclamadas notificadas e intimadas, para que querendo, apresente sua defesa dentro do prazo legal.
Atribui-se a causa o valor de R$ .....
Termos em que pede deferimento,
Curitiba, 19 de agosto de 2019.
_______________________
Mariana Piva Ferreira
OAB nº 
_______________________
Felipe Pompeo Pailo
OAB nº