A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
82 pág.
APOL 1 LIDERANÇA E COACHING

Pré-visualização | Página 8 de 19

instrumental, principalmente porque a razão crítica, como o nome mesmo indica serve para criticar alguém, enquanto que a razão instrumental é aquela que nos permite criar instrumentos.
	
	C
	A razão instrumental corresponde a nossa habilidade racional em nos deixarmos envolver por emoções para depois decidirmos qual a melhor ação para a situação exigida.
	
	D
	A razão crítica é a capacidade de analisar a situação ou os elementos envolvidos em uma situação considerando a especificidade de cada elemento, para que tenhamos uma base crítica para tomada de posição no agir.
	
	E
	A razão instrumental é o principal elemento da crítica de Horkheimer, porém ele não sugere nenhuma alternativa que possamos utilizar, para deixarmos de nos servir da razão instrumental.
Questão 12/12 - Ética nas Relações Étnico Raciais (questão opcional)
De acordo com o que acabamos de estudar no presente tema, devemos entender que o parvo (o tolo) impossibilita ou dificulta bastante qualquer negociação.
Diante disso, assinale abaixa a alternativa que se aplica à explicação respectiva do termo sublinhado.
Nota: 10.0
	
	A
	O parvo julga que todas as pessoas sobre a terra são destituídas de maldade e jamais irão prejudicar alguém.
Você acertou!
A alternativa “b” não pode ser assinalada porque expõe o inverso da concepção do termo tolo ou parvo. No que se refere a alternativa “c”, ela não é uma mera simulação de uma condição de ingenuidade ou de ignorância, portanto não deve ser assinalada. Quanto a alternativa “d” o problema dos maus negócios do parvo não se explica pela condição do astuto com quem ele negocia, principalmente porque qualquer tem dificuldades para estabelecer uma negociação justa com o tolo. Por fim, a alternativa “e” não deve ser assinalada pois não há nenhum mérito ou juízo moral que possa determinar o que cabe a alguém por castigo, já que o indivíduo não sabe de sua condição de tolo. Por tudo isso, a alternativa “a” corresponde a melhor definição para o termo sublinhado, pois oferece a concepção mais apura junto ao desenvolvimento do assunto em pauta.
	
	B
	O tolo (sinônimo de parvo) é aquele que procura levar vantagem em tudo, não importa o quanto.
	
	C
	A parvoíce que corresponde a atitude do parvo, corresponde a maneira de fingir não saber, isto é, dissimular para passar uma imagem de fraco, quando na verdade é o mais forte da negociação.
	
	D
	O parvo é aquele que faz maus negócios, pois em todos os negócios o astuto lhe “passa a perna”.
	
	E
	A parvoíce que diz respeito a maneira como o parvo se comporta, permite dizer que o tolo merece o que lhe cabe.
Questão 1/12 - Ética nas Relações Étnico Raciais
Analise a charge
	Imagem disponível em: http://romulogondim.com.br/v2/wp-content/uploads/2013/10/1381409_547009688701611_1744315030_n.jpg. Acesso em 04/09/2016.
Em concordância com o que vimos sobre a diferença como símbolo do errado ou do mau, é correto afirmar que a charge:
Nota: 10.0
	
	A
	Ilustra um comportamento adequado das crianças que hoje são “antenadas” nos produtos tecnológicos e, por isso estão certas em não mais terem brinquedos, mas sim brincar com inteligência.
	
	B
	Trata-se de uma visão pré-concebida sobre o garoto e seu brinquedo simples, também sobre como as pessoas mais velhas não costumam lidar com a tecnologia.
Você acertou!
A alternativa “a” não corresponde de nenhum modo a interpretação de alguém comportando-se bem, principalmente porque prejulgam o outro menino e sua família somente por não realizar o que os demais estão fazendo. Quanto a alternativa “c” não deve ser assinalada, pois ninguém está impressionado com a posse do menino do caminhão, mas sim com o fato dele não estar no aparelho eletrônico. No que se refere a alternativa “d” não é verdade que as crianças não interagem umas com as outras, principalmente pelo fato de alguém alertar os demais sobre o menino que passa. Em se tratando da alternativa “e” é uma opção totalmente errônea com o que se verifica na imagem da charge, também a alternativa não oferece qualquer interação com o assunto tratado. Portanto, a alternativa “b” deve ser marca, pois está em acordo com o tema proposto e ressalta a relação com que o comportamento ou a aparência da diversidade sempre é abordada pelos outros. Causa estranhamento às crianças o fato do menino não possuir aparelhos eletrônicos, e a única explicação que acham para isto, resultou da afirmação sobre os avós do garoto, como se os mais velhos não usassem tecnologia.
 
	
	C
	Diz respeito a situação de sempre procurar impressionar os outros com nossas posses.
	
	D
	Demonstra que as crianças de hoje em dia só querem ficar assistindo e brincando com tablets ou smartphones e não interagem umas com as outras. 
	
	E
	Trata-se de demonstrar que o menino está se portando bem por estar usando boné para se proteger do sol, assim como faziam nossos avós ao usarem chapéu.
Questão 2/12 - Ética nas Relações Étnico Raciais
Analisando a imagem a seguir, e segundo o que você estudou nesta temática:
Imagem disponível em: http://blog.giulianaflores.com.br/wp-content/uploads/2013/07/jardinagem-576x290.jpg. Acesso em 07/04/2016.
Qual das frases a seguir melhor traduz a situação exposta na figura?
Nota: 0.0
	
	A
	O tempo livre é o período no qual o indivíduo exercita uma atividade produtiva para a sociedade e para si.
A letra “a” é contradiz tudo o que é noção de tempo livre, por isso não deve ser assinada. Quanto a “c” a mensurabilidade de um tempo livre, parece tolher a possibilidade de sua efetivação, mas o que torna mais equivocada ainda esta alternativa, diz respeito a afirmação de que o ócio não deve ser estimulado, mas justamente ele é o tempo livre. A alternativa “d” está equivocada pois se ambas as situações podem ser entendidas como “criações”, o que não parece ser verdadeiro, mas principalmente porque a jardinagem só de modo psicológico – o que não é aqui o caso – pode ser entendida como cuidado de si. Por fim, com a alternativa “e” erroneamente que o tempo livre é apenas o oposto do tempo de produção, o que não pode ser tomado como certo, pois mesmo que não nos interessemos em produzir qualquer coisa em nosso tempo livre, isso pode acontecer de modo desinteressado. Logo, a alternativa “b” deve ser assinalada, pois vincula de maneira correta uma atividade desinteressada e o gozar ou fruir daquele que a realiza no ócio ou lazer.
	
	B
	O tempo livre é de fato o momento em que nós nos deixamos levar pelo realizar desinteressado de uma ação, a qual, por isso, não almeja produzir algo propriamente.
	
	C
	O tempo livre deve ser evitado ou mensurado em benefício a sociedade, pois com ou sem consumo não devemos estimular o ócio em nossa comunidade que precisa de produtos.
	
	D
	O tempo livre é sinônimo do cultivar a uma planta, pois em ambas situações há o ato de criação e do cuidado de si.
	
	E
	Com o tempo livre encontramos exatamente a dimensão do mérito humano em primeiro produzir bens para a sociedade e depois comprar (consumir) estes bens sociais na hora de laser.
Questão 3/12 - Ética nas Relações Étnico Raciais
Analisando a charge a seguir, e segundo o que você estudou nesta temática:
Imagem disponível em: http://4.bp.blogspot.com/_TZyOHtM2wbs/TFLz4S-CGxI/AAAAAAAACdg/z3-k9W1ozzo/s400/Senado+Federal+impunidade.jpg. Acesso em 04/09/2016.
Qual das frases a seguir contrapõe-se de modo mais adequado à situação exposta na charge?
Nota: 10.0
	
	A
	Você deve apoiar os grupos pró privatização, para que o senado melhore.
	
	B
	Todos deveríamos nos juntar ao clamor do senado pela união.
	
	C
	Todos temos direito de lutar para que a situação deixe de ser esta.
Você acertou!
A letra “a” não contradiz em nada o que a imagem sugere, e não há relação direta entre melhora do senado e privatização. Quanto a “c” é exatamente o oposto da exigência do comando da questão, pois está em concordância com a charge. A alternativa “d” está equivocada pois universaliza

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.