Ginecologia A2 - Questões Resolvidas
3 pág.

Ginecologia A2 - Questões Resolvidas


DisciplinaGinecologia2.232 materiais14.916 seguidores
Pré-visualização3 páginas
Ginecologia - Lucas Silva 2/2019
1- Paciente histerectomizada, triglicérides alto, fogachos.
A) Quais exames pedir pra saber se tá na menopausa.
Dosamos FSH para diagnóstico. Além disso dosamos o estradiol. (Espera-se estradiol baixo
e FSH acima de 40). É importante dosar TSH e pedir lipidograma e glicemia também.(Nesse caso
sabemos previamente seu perfil colesterol). Outros exames que solicitamos pra descartar
outras patologias: Colpocitologia, sangue oculto nas fezes, mamografia, USG pélvica, biópsia
endometrial, densitometria óssea, prova de progesterona. !
B) Se for preciso a reposição hormonal, deve ser feita com qual hormônio e por qual via.
Como se trata de uma paciente histerectomizada não precisamos preocupar com associação
de progesterona para proteção endometrial. Devemos ficar atento pela questão do triglicérides
pois tem TRH que aumenta a taxa do mesmo. Ela tem uma indicação de TRH (sintoma
vasomotor) o que podemos escolher é reposição estrogênica transdérmica (adesivo ou gel)
temos por exemplo17 beta estradiol. E orientara quanto dieta e hábitos de vida e acompanhar
seu perfil de colesterol pois nessa fase está mais vulnerável a DCVs e se necessário referencia-la.!
!
2- Paciente pós tratamento de câncer de mama, com fogachos. Qual medicamento dar pra
tratar os fogachos
Por se tratar de uma paciente com histórico de CA que é contraindicado a TRH. Vamos
escolher para sintomas vasomotores os inibidores seletivos da recaptção de serotonina
(desvenlafaxina ou venfalaxina). Caso alteração na sua densitometria podemos prescrever
também tamoxifeno para proteção óssea.!
3- Tríade da síndrome de Meigs
1) Tumor pélvico benigno - (em geral, um fibroma)!
2) Ascite!
3) Efusão pleural ou hidrotórax - (derrame pleural principalmente a direita)!
- Concomitantes!
4- Fatores de risco pra câncer de endométrio
Obesas, nulíparas, brancas, >60a, DM, HAS, doenças biliares, resistência insulínica, hábitos
de vida ocidentais!
Lucas Silva
Página de 1 3
5- Paciente com distopia (se não me engano era de bexiga e útero). O q está relacionado
com o desenvolvimento de distopia (parto vaginal, fórceps, episiotomia...) e quais
estruturas foram lesadas nesse caso
Gravidez, parto vaginal, várias gestações fragilizam e traumatizam o assoalho levando ao
trauma, episiotomia, idade avançada, obesidade, constipação crônica, DPOC, hipoestrogenismo,
doenças do colágeno, alterações neurológicas. !
- Estruturas lesadas na distopia do útero: !
- Lesão do ligamento cardinal e do ligamento uterossacro. Haverá uma descência do útero. !
Toda vez que ele desce a tendência é leve a parede anterior e posterior junto. Porque tanto !
o septo pubocervical (frente) quanto o septo retovaginal (atrás) ficam sem o seu ponto !
central de ancoragem que é o anel pericervical. Muito comum associação do prolapso !
uterino com o prolapso da parede anterior e posterior.!
- Estrutura lesadas na distopia da bexiga:!
- Se a bexiga está sendo projetada na vagina, ou seja, se o defeito é na parede anterior, a !
estrutura fragilizada é o septo que separa a vagina da bexiga (Septo Pubcervical). Pode !
estar lacerado gerando uma cistocele.
6- Paciente com retocele. Qual estrutura foi lesada nesse caso.
É uma disfunção do assoalho pélvico onde houve herniação da parede anterior do reto
(períneo) em direção a parede posterior da vagina. Entre as duas estruturas temos os septo
retovaginal. Muitas vezes em virtude do parto vaginal. Sintomas/sinais de evacuação incompleta,
disfunção sexual, sensação de peso na vagina.
!
7- Sintoma mais frequente encontrado na síndrome de ovário policístico
Oligomenorréia (85%) sangramento infrequente e irregular !
!
8- No ovário policístico é comum ter síndrome metabólica. Marcar qual das opções era
característico de síndrome metabólica
3 ou mais dos seguintes critérios:!
1) Circunferência abdominal >88cm!
2) Triglicérides maior/igual 150mg/dL!
3) HDL <50mg/dL!
4) PA maior/igual 130x85mmHg!
5) Glicemia de Jejum 110 a 126mg/dL ou 2h pós 75g dextrosol 140 a 199mg/dL!
!
Lucas Silva
Página de 2 3
9- paciente tentando a engravidar, espermograma do marido é normal, ela já fez
apendicectomia quando tinha 22 anos. Qual exame de imagem solicitar nesse caso
Histerossalpingografia procurando aderências !
- Videolaparoscopia também se faz. Injeta líquido e observa se caiu na pelve.!
!
10- Paciente tentando engravidar há 2 anos. Exames do marido e dela todos normais, tem
síndrome do ovário policístico. Qual orientação fazemos?
SOP causa mais frequente de infertilidade em mulheres por anovulação crônica. Sendo
indicado para o casal de início o coito programado onde há uma estimulação ovulatória com
citrato de clomifeno por exemplo e monitoriza por USG (quando estiver com 19mm) orienta o
casal a ter 3 relações sexuais dia sim e outro não. Caso não tenha sucesso no período
preconizado pensamos em outro método.
Lucas Silva
Página de 3 3