A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
analise de riscos feito 3

Pré-visualização | Página 1 de 2

1) Ler texto: EU, GESTOR DE RISCOS? Elaborar resumo de 1/2 página e uma questão para debate na próxima aula 
Resumo : Não é mais aceitável que alguém diga «eu não sabia» diante de fatos como a crise de
Segundo Walker, apesar de ser impossível para qualquer um estar totalmente preparado, há uma nova expectativa de excelência em gestão de riscos, ligada mais a olhar para dentro da companhia do que para fora. Allyson Heumann, gestora de riscos especializada em planos de saúde e serviços financeiros, preocupa-se com a complacência como risco. « Ser proativo é o único modo de evitar o impacto negativo dos riscos. » Por esse motivo, todos, você inclusive, têm de se tornar gestores de riscos vigilantes.
O risco no Brasil
Nem na dimensão «distância do poder» a pontuação foi tão alta – 69–, apesar de a sociedade brasileira ser considerada bastante hierárquica. A dimensão «aversão à incerteza» traduz a maneira como uma sociedade lida com sua ansiedade em relação a um futuro incontrolável. Se os gestores de determinado país se sentem muito ameaçados pelo desconhecido e tentam evitá-lo a qualquer custo, a pontuação é elevada. Além disso, quanto maior o grau de aversão à incerteza de um país, maior é o grau de intervenção governamental esperado em sua economia.
Ao menos, as grandes empresas brasileiras possuem departamentos de gestão de riscos ativos e nossos gestores tendem a levar os riscos em conta em suas decisões, agindo instintivamente como «chief risk officers». O desafio aqui talvez seja passar da prática de sempre evitar riscos para uma avaliação ponderada.
Quais são os principais riscos para empresa ?
a) volatilidade financeira 
a) preço das ações 
c) segurança de dados 
d) preço do dólar
e) todas as alternativas estão corretas.
Resposta : E
 
2) A análise de risco é composta por quatro atividades. NÃO apresenta uma atividade de análise de risco. 
a) Identificação. b) Projeção. c) Avaliação. d) Codificação. e) Administração. 
Resposta : A 
 
3) Em um projeto de software, o gerenciamento de riscos consiste em buscar a melhor estratégia para lidar com riscos identificados que podem afetar a qualidade. Isso inclui, entre outras coisas, elaborar planos de contingência para: a) Diminuir a probabilidade dos riscos. b) Diminuir o impacto dos riscos. c) Evitar que risco se torne um problema. d) Aceitar passivamente o risco inevitável. e) Lidar com o risco de forma reativa. 
Resposta : E 
 
4) Os riscos identificados podem ser posicionados na matriz de riscos, de acordo com a avaliação realizada de probabilidade de ocorrência e impacto. Na matriz de riscos a) são incluídos somente riscos de nível operacional, que podem paralisar processos ou serviços essenciais para a organização. b) não se pode demonstrar visualmente os níveis de tolerância da organização a riscos para não evidenciar fragilidades que possam aumentar a exposição aos riscos. c) se existirem dois ou mais riscos de mesma probabilidade e impacto, todos serão tratados concomitantemente, já que não é permitida a criação de escalas complementares. d) a organização deve utilizar rigorosamente o padrão determinado nas normas ISO que estabelece o nível de análise adequado para todas as circunstâncias. e) pode ser adotada uma escala alto/médio/baixo para cada risco, resultando em uma matriz 3 × 3 para cada risco. 
Resposta : E
 
5) Considere a situação abaixo. O departamento de TI ficou responsável por entregar um software de Folha de Pagamento em 10/08/2018 que depende dos requisitos que serão coletados no departamento de Recursos Humanos (RH). Considerando o intenso volume de trabalho, o RH pode ou não ter pessoas necessárias para fornecer as informações (requisitos) para o desenvolvimento do software. As incertezas relacionadas ao fornecimento de informações mostram que o departamento de RH pode não fornecer as informações necessárias a tempo para o desenvolvimento e entrega do software. Considerando que uma declaração de riscos deve incluir, entre outras informações o evento de risco, causas e impactos nos objetivos, é correto afirmar que, a partir da situação descrita o evento de risco é: a) o RH pode ou não entregar a tempo as informações necessárias para o desenvolvimento do software. b) o software não será entregue em 10/08/2018 porque o RH está com intenso volume de trabalho. c) devido às incertezas relacionadas ao fornecimento de informações, o RH pode não ter pessoal livre para fornecer as informações necessárias a tempo. d) o departamento de TI é o responsável por entregar um software de Folha de Pagamento em 10/08/2018, independente dos requisitos que serão coletados no RH. e) a data de entrega do projeto é muito próxima, se consideradas as dificuldades envolvidas em todo o processo de desenvolvimento do software. 
Resposta : A
 
6) Os resultados da etapa de análise e avaliação de riscos permitem criar perfis de riscos dos programas, projetos e processos da organização, os quais NÃO a) facilitam a reavaliação e monitoramento dos riscos. 
b) facilitam a identificação da prioridade de riscos, destacando os mais importantes riscos com os quais a alta administração deva se preocupar. c) capturam as razões pelas quais as decisões serão tomadas sobre o que é exposição tolerável e não tolerável. d) fornecem uma base de decisão para a etapa de Planejamento de Respostas aos Riscos. e) fomentam a identificação do contexto dos riscos relacionados com os objetivos. 
Resposta : E
 
7) O Programa MPS.BR (Melhoria de Processo do Software Brasileiro) a) opõe-se à NBR ISO/IEC 12207 no que se refere ao Modelo de Referência MPS para Software, guiando-se pelo RUP (rational unified process). b) tem atenção às micro, pequenas e médias empresas brasileiras, por isso é incompatível com o CMMI-DEV. c) tem foco restrito na busca de qualidade de desenvolvimento nas empresas privadas de médio e pequeno porte. d) tem como objetivo o aumento da competitividade das organizações pela melhoria de seus processos. e) possui como componente o Modelo de Referência para Software (MR-MPS-SW), cuja base técnica é a ISO/IEC 20000. 
Resposta : D
 
8) Segundo os níveis de maturidade do MR-MPS-SW, atingir o nível D é uma combinação entre processos e sua capacidade. Sabendo-se que AP é atributo de processo, isso significa que a) deve-se implementar o processo gerência de riscos e satisfazer os AP do 1.1 ao 2.2. b) os processos gerência de configuração e gerência de recursos humanos não devem ser implementados. c) devem ser implementados no máximo cinco processos. d) todos os processos dos níveis G, F, E e D devem ser implementados e os AP do 1.1 ao 4.2 devem ser satisfeitos. e) deve-se implementar o processo desenvolvimento de requisitos e satisfazer os AP do 1.1 ao 3.2. 
Resposta : E
 
9) O movimento para a melhoria da qualidade e, ao mesmo tempo, um modelo de qualidade de processo voltado para a realidade de pequenas e médias empresas brasileiras de desenvolvimento de software é conhecido como a) NBR. b) CMMI. c) Softex. d) ISO/IEC. e) MPS.BR. 
Resposta : E
10) De acordo com o MPS.BR, Guia Geral MPS de Software, o propósito do processo Desenvolvimento de Requisitos é definir os requisitos do a) cliente, do produto e, também, dos componentes do produto. b) cliente e do produto, apenas. c) produto e dos componentes do produto, apenas. d) cliente, apenas. e) produto, apenas. 
Resposta : A
 
11) Em relação ao modelo de referência MPS.BR (Melhoria de Processo do Software Brasileiro), correlacione as colunas a seguir considerando a definição mais adequada para cada nível de maturidade: Nível de Maturidade Definição i) Nível A ( ) Em otimização. ii) Nível B ( ) Defnido. iii) Nível C ( ) Gerenciado. iv) Nível F ( ) Gerenciado quantitativamente. Está CORRETA a seguinte sequência de respostas, na ordem de cima para baixo: a) I, III, IV, II. b) II, III, IV, I. c) I, IV, III, II. d) IV, II, I, III. e) I, II, III, IV 
Resposta : A
 
12) O MPS.BR possui 7 níveis de maturidade que estabelecem

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.