Logo Passei Direto

A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
2 pág.
dissertativa rotinas de pessoal

Pré-visualização | Página 1 de 1

Disciplina:
	Rotinas de Pessoal (RHU05)
	Avaliação:
	Avaliação Final (Discursiva) - Individual Semipresencial ( Cod.:639349) ( peso.:4,00)
	Prova:
	18952215
	Nota da Prova:
	-
	
	
Parte superior do formulário
	1.
	As férias deverão ser concedidas ao empregado durante o período concessivo deste trabalhador. Esse período refere-se aos 12 meses após a data que o empregado passou a ter o direito de férias. Fica a cargo do empregador determinar a época que o empregado gozará de suas férias, porém o empregado deverá ser comunicado por escrito 30 dias antes da data de início de seus férias. Considerando que os funcionários já têm direito a férias, disserte sobre as formas de concessão de férias.
	
Resposta Esperada:
Desde que haja concordância do empregado, as férias poderão ser usufruídas em até três períodos, sendo que um não pode ser menor que quatorze dias corridos, e os demais não podem ser menores que cinco dias corridos. O funcionário estudante e que tenha menos de 18 anos poderá conciliar suas férias do trabalho com as férias escolares. Quando membros da mesma família trabalharem na mesma empresa, é possível solicitar que as férias sejam concedidas no mesmo período.
	2.
	A Lei nº 13.467, de 13 de julho de 2017, altera algumas leis da CLT, assim como contempla algumas situações que não estavam contempladas em lei, afim de adequar a legislação às novas relações de trabalho. Diante disso, cite e explique três mudanças e novas situações provenientes da reforma trabalhista de 2017.
FONTE: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Lei/L13467.htm. Acesso em: 2 out. 2018.
	Resposta Esperada:
Algumas das mudanças que podem ser apresentadas:
* Houve um aumento no valor da multa diante da falta de Registro do Empregado para as empresas.
*A definição dos dois períodos de descanso previsto no art. 396 da CLT  para amamentação será realizada por meio de acordo individual entre a mulher e o empregador.
* A importâncias pagas a título de ajuda de custo, auxílio-alimentação, diárias para viagem, prêmios e abonos serão considerados à parte do salário, não se incorporam ao Contrato de Trabalho e não constituem base de incidência de qualquer encargo trabalhista e previdenciário.
* A reforma passa a regulamentar o teletrabalho, também conhecido como home office.
* A reforma passa a regulamentar o trabalho Intermitente.
Em qualquer situação, o tempo gasto não será considerado como tempo de serviço e não será computado na jornada de trabalho.
Parte inferior do formulário