A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
8 pág.
Atividade 2 - Desenho de Observação (A2)

Pré-visualização | Página 2 de 2

6 
 
A imagem abaixo apresenta a espiral áurea: 
 
Figura: Espiral áurea 
Fonte: Sandra Marques 
 
A partir do segmento áureo e mantendo as suas proporções, é possível construir o 
retângulo áureo, em que está contida a espiral áurea. Sobre a espiral áurea e de 
acordo com a imagem acima e com o texto base, analise as seguintes questões: 
 
I - O resultado da divisão entre a base e a altura do retângulo áureo é 
aproximadamente 1,618. 
II - Um retângulo áureo de base 55 teria altura igual a 34. 
III - Todo retângulo cuja base seja um número da sequência de Fibonacci é um 
retângulo áureo. 
IV - A espiral áurea é definida por uma sequência de arcos cujo raio equivale a um 
número da sequência de Fibonacci. 
 
É correto o que se afirma em: 
 
Resposta Selecionada: 
I, II e IV 
Resposta Correta: 
I, II e IV 
 
Feedback 
da resposta: 
Resposta correta. A base do retângulo áureo equivaleria à reta inteira 
no segmento áureo, enquanto a altura do retângulo áureo seria igual 
ao segmento maior. Logo sua proporção equivale a 1,618. A base do 
retângulo áureo é a soma entre o segmento maior e o menor, no caso 
da ilustração acima, seria 34 + 21, que resulta em 55. Um retângulo 
só é áureo se tanto a base como a altura forem números da sequência 
de Fibonacci, não apenas a base. A espiral áurea é formada por arcos 
que têm como raio, o lado dos quadrados inscritos no retângulo 
áureo, e seus valores são números da sequência de Fibonacci. 
 
• Pergunta 7 
 
"A proporção é uma definição do tamanho relativo, não do tamanho físico. Esse não 
é um fator que a determina" (CURTIS, Brian. Desenho de Observação. Ed. 
Bookman. Porto Alegre. 2015, p.79). A partir da leitura do excerto acima e de 
acordo com o texto base, podemos concluir que: 
 
Resposta Selecionada: 
A proporção analisa a relação entre as medidas dos objetos. 
Resposta Correta: 
A proporção analisa a relação entre as medidas dos objetos. 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. A proporção analisa a relação entre as medidas 
(alternativa d está correta), e não as medidas métricas. A proporção 
não é uma questão matemática, mas uma questão de comparação de 
medidas. Não trata da relação do objeto com o todo, essa é uma 
questão de composição, e não de proporção. A proporção não é 
subjetiva, é uma análise objetiva de medidas. 
 
 
• Pergunta 8 
 
Leia o seguinte fragmento: "(...) as proporções que conhecemos do objeto 
frequentemente não são as proporções que vemos. Embora o embasamento no 
processamento racional de informações no nosso cotidiano seja útil para entender o 
mundo visual, se queremos desenhar objetos como eles aparentam, precisamos, mais 
uma vez, evitar que nossa mente lógica substitua nossas percepções sensoriais 
diretas dos objetos pelo pensamento racional sobre eles". (CURTIS, Brian. Desenho 
de Observação. Ed. Bookman. Porto Alegre. 2015, p.83). A partir do texto lido e do 
conteúdo do texto base, podemos dizer que: 
 
Resposta 
Selecionada: 
 
Devemos considerar a proporção que vemos, e não a que 
conhecemos. 
Resposta Correta: 
Devemos considerar a proporção que vemos, e não a que 
conhecemos. 
 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. O processamento racional de informações é útil e 
deve ser usado na análise das proporções, o que o autor diz é que 
devemos usar a percepção visual que temos das proporções do 
objetos, e não o conceito racional que temos dessas proporções. 
Devemos registrar a proporção como a vemos e não como a 
conceituamos. 
 
• Pergunta 9 
 
Observe a ilustração abaixo: 
 
Figura: Segmento de reta em proporção áurea 
Fonte: Sandra Marques 
 
Considerando os segmentos de reta x, y e z, delimitados pelos pontos A, B e C, e de 
acordo com o conceito de proporção áurea, analise as seguintes questões: 
 
I - A soma de x e y é uma medida proporcional a z. 
II - x é proporcional à y, assim como y é proporcional a z. 
III - A proporção entre x e y e a proporção entre y e z é considerada a proporção 
áurea. 
IV - Dividindo valor de z pelo valor de y, temos um número exato. 
 
Está correto o que se afirma em: 
 
Resposta Selecionada: 
II e III 
Resposta Correta: 
II e III 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. A soma de x e y é igual a z e não proporcional. O 
segmento menor (x), é proporcional ao segmento maior (y), assim 
como o segmento maior (y) é proporcional à reta inteira (z), essa é a 
definição de proporção áurea, logo as questões II e III estão corretas. 
A divisão de z por y resulta em um número próximo a 1,6180, que é o 
número áureo. 
 
 
• Pergunta 10 
 
Observe o desenho abaixo: 
 
Figura: O Homem Vitruviano 
Fonte: CURTIS, B. Desenho de Observação. Porto Alegre: Bookman, 2015. p. 110 
 
O desenho "O Homem Vitruviano" foi feito por Leonardo da Vinci, baseado nos 
estudos do arquiteto romano Marco Vitrúvio Polião. Sobre o desenho, e as 
proporções do corpo humano, analise as seguintes afirmativas: 
 
I - Vitrúvio considerava que as proporções do corpo humano são perfeitas. 
II - O corpo humano é perfeitamente simétrico, por isso se enquadra na proporção 
áurea. 
III - A altura do umbigo divide o corpo humano na proporção áurea. 
IV - Leonardo da Vinci defendeu a uso das proporções humanas nas artes e na 
arquitetura. 
 
Está correto o que se afirma em: 
 
Resposta Selecionada: 
I e III 
Resposta Correta: 
I e III 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta. Com base no conceito da proporção áurea e em 
estudos matemáticos, Vitrúvio concluiu que a proporções humanas 
são perfeitas. O corpo humano não é perfeitamente simétrico e a 
proporção áurea não se baseia em simetria, mas na proporção entre 
partes diferentes. Conforme demonstra a ilustração do enunciado, o 
umbigo divide a alturas até a planta dos pés e até o topo da cabeça na 
proporção áurea. Quem fez a defesa do uso das proporções humanas 
nas artes e na arquitetura, foi Vitrúvio. Da Vinci representou em um 
desenho os estudos de Vitrúvio.

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.