A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
5 pág.
AV FINAL OBJETIVA LITERATURA INFANTO JUVENIL

Pré-visualização | Página 1 de 2

Disciplina:
	Literatura Infantojuvenil (LET39)
	Avaliação:
	Avaliação Final (Objetiva) - Individual Semipresencial ( Cod.:639206) ( peso.:3,00)
	Prova:
	20496525
	Nota da Prova:
	10,00
	
	
Legenda:  Resposta Certa   Sua Resposta Errada  
Parte superior do formulário
	1.
	Para entender o lugar da criança, é preciso entender que a infância corresponde à consciência da particularidade infantil, que a distingue essencialmente do adulto. Com base no exposto, analise as sentenças a seguir:
I- Existe uma relação assimétrica entre a criança e o adulto, que se inicia no ambiente familiar e depois se estende em outras esferas.
II- É preciso que estratégias pedagógicas ajudem a minimizar a particularidade do mundo infantil, especialmente do ponto de vista literário.
III- É importante ressaltar os efeitos da tradição, à medida que se considera uma cultura que tem por base a igualdade entre adulto e criança.
IV- O conhecimento mítico da realidade representa uma característica da infância, sendo muito presente no trabalho do artista. 
Agora, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças I, II e III estão corretas.
	 b)
	As sentenças III e IV estão corretas.
	 c)
	As sentenças I, II e IV estão corretas.
	 d)
	As sentenças I, III e IV estão corretas.
	2.
	No dizer do filósofo italiano Giorgio Agamben (2007, p. 84), "as crianças, como os personagens das fábulas, sabem perfeitamente que, para serem felizes, precisam conquistar o apoio do gênio da garrafa, guardar em casa o burrinho-faz-dinheiro [...] ou a galinha dos ovos de ouro. E, em todas as ocasiões, conhecer o lugar e a fórmula vale bem mais do que esforçar-se honestamente para atingir um objetivo". Sobre o pensamento de Agamben, no que se refere à magia, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas: 
(    ) Segundo o enunciado, a capacidade de magia e encantamento pode afastar a tristeza infantil.
(    ) Os adultos são mais fortes, mas falta-lhes o fascínio para algo que vem fora do natural. 
(    ) O ser humano pode alcançar a felicidade não pelos méritos e esforço, mas pelo faz de conta.
(    ) Para Agamben, viver bem e viver feliz são coisas iguais que independem da magia. 
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
FONTE: AGAMBEN, Giorgio. Profanações. São Paulo: Boitempo, 2007.
	 a)
	F - V - F - F.
	 b)
	V - V - V - F.
	 c)
	V - F - F - V.
	 d)
	F - F - V - V.
	3.
	Ainda que as imagens contidas favoreçam a interpretação, as inferências, a antecipação de hipóteses e contribuem ainda para o contato entre a criança e o livro, há estudiosos como  Bruno Bettelheim (2007) que contestam a imagem sob a alegação de que esta impede a imaginação e a fantasia. Com base no argumento de Bettelheim (2007), analise as sentenças a seguir:
I- A ilustração em textos infantis preenche o imaginário do leitor, não deixando espaço para outras possibilidades. 
II- Os livros não deveriam conter ilustrações, pois a criança, ao ler ou ouvir histórias, elaboraria, de acordo com sua experiência, as figuras e as imagens do que estaria lendo ou ouvindo.
III- Um texto perde muito de sua significação quando representado por figuras e situações elaboradas por um ilustrador. 
IV- O texto escrito, desprovido de imagem, limita o desenvolvimento cognitivo e atrapalha a abstração do jovem leitor.
Agora, assinale a alternativa CORRETA:
FONTE: BETTELHEIM, Bruno. A psicanálise de contos de fadas. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2007.
	 a)
	As sentenças I e IV estão corretas.
	 b)
	Somente a sentença II está correta.
	 c)
	As sentenças I, II e III estão corretas.
	 d)
	As sentenças I, III e IV estão corretas.
	4.
	Dentro do espaço escolar são trabalhadas várias peças teatrais que encantam o jovem leitor. Para tanto, basta envolver os espectadores com personagens que se identifiquem com o público. De acordo com estudos, as peças de teatro devem ser ajustadas de acordo com a idade da criança. Sobre as idades e o tipo de história ideal para cada faixa, associe os itens, utilizando o código a seguir:
I- De 4 a 7 anos.
II- De 8 a 12 anos. 
III- De 12 anos em diante. 
(    ) São mais indicadas histórias que possuam enredo sobre personagens do mundo real.
(    ) São indicadas adaptações de obras clássicas. 
(    ) São indicadas pantomimas, bem como histórias de lendas e folclore.
Agora, assinale a alternativa que apresenta a sequência CORRETA:
	 a)
	II - I - III.
	 b)
	I - III - II.
	 c)
	III - II - I.
	 d)
	II - III - I.
	5.
	A literatura pode ser descrita considerando o estilo individual do autor, ou seja, é o modo como ele escreve e manipula a linguagem literária, é a originalidade e a criatividade. Há também o estilo de época, constituído pelos traços marcantes de determinado período, como o romântico, o barroco, o clássico e o moderno. Sobre o conceito de estilo na literatura, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	O estilo literário é a forma como o texto é estruturado, seja em poema ou em prosa.
	 b)
	É o estilo que determina a função do tema na narrativa literária.
	 c)
	O estilo literário é um conjunto de traços característicos de uma obra.
	 d)
	O estilo literário faz menção à autoria do texto, ao seu autor.
	6.
	Os contos infantis contêm a magia e a fantasia, além de personagens e seus conflitos. Nesse sentido, os enredos dessas histórias desempenham importante papel na imaginação da criança. Sobre essa questão, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	A simbologia presente no literário infantil desfavorece a resolução de problemas existenciais da criança.
	 b)
	Os elementos presentes na literatura infantil, por favorecerem a fantasia, podem ser excluídos do espaço familiar.
	 c)
	Os contos de fada, por conterem na sua estrutura elementos simbólicos, criam uma ponte com o inconsciente da criança, ajudando-a a lidar com as emoções.
	 d)
	Os contos infantis apresentam temas relacionados ao medo, ao amor, ao ódio, à alegria, à tristeza, por isso devem ser evitados.
	7.
	O surgimento da literatura para crianças está ligado à Novelística Popular Medieval, cuja magia e o encanto, em sua maioria, veio da tradição oral e mitológica. Sobre o surgimento da literatura infantojuvenil, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	Foi atribuída à Literatura infantojuvenil a função de suscitar situações para uma educação moral.
	 b)
	A chamada literatura infantil, desde seu início, esteve distante dos fins pedagógicos.
	 c)
	Com a ascensão da burguesia, a criança passou a ter as mesmas necessidades do adulto.
	 d)
	As histórias infantis sempre tiveram um objetivo filosófico.
	8.
	A contação de histórias é uma excelente ferramenta para estimular os jovens leitores a adquirirem o gosto pela leitura. Desde muito cedo, educadores devem ler e contar para seus alunos histórias que auxiliem no desenvolvimento da criticidade. Considerando a importância da contação de histórias e seus aspectos, analise as sentenças a seguir:
I- A contação de história estimula o uso da linguagem oral. 
II- Os componentes, como gestos e pausas, fazem a diferença na contação de histórias. 
III- A contação de histórias dispensa os elementos não verbais.
Agora, assinale a alternativa CORRETA:
	 a)
	As sentenças I e II estão corretas.
	 b)
	As sentenças II e III estão corretas.
	 c)
	Somente a sentença I está correta.
	 d)
	As sentenças I e III estão corretas.
	9.
	O ser humano, antes de desenvolver a capacidade intelectual como o conhecimento científico e o filosófico, desenvolve uma racionalidade fortemente ligada à compreensão mágica dos fatos, ou seja, é um conhecimento mítico, característico do imaginário infantil. Com base nesse pressuposto, classifique V para as sentenças verdadeiras e F para as falsas:
(    ) A consciência mítica da criança é relevante para o desenvolvimento da racionalidade.
(    ) Do mundo adulto da racionalidade emana o saber mítico, dispensando, portanto, o contato com a arte.
(    ) O saber mítico, de certo modo distante da consciência racional, está presente na arte. 
(    ) As narrativas