A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
15 pág.
ATIVIDADE PRATICA SOLDAGEM E CONFORMACAO

Pré-visualização | Página 1 de 3

CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER 
ESCOLA SUPERIOR POLITÉCNICA 
BACHARELADO EM ENGENHARIA DA PRODUÇÃO 
DISCIPLINA - SOLDAGEM E CONFORMAÇÃO 
 
 
 
 
 
 
ATIVIDADE PRÁTICA SOLDAGEM E CONFORMAÇÃO 
 
 
 
 
 
 
 
ADENILSON MARGARIDA DE SOUZA 
PROF. PABLO DEIVID VALLE 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
GOIANÉSIA - GO 
2020 
SUMÁRIO 
 
1 INTRODUCAO ............................................................................................................ 3 
1.1 Fundamentação teórica ............................................................................................... 3 
1.2 Objetivo ..................................................................................................................... 4 
2 PROCESSO DE TREFILAÇÃO ................................................................................. 4 
3 PROCESSO DE ESTAMPAGEM ..................ERRO! INDICADOR NÃO DEFINIDO. 
4 PROCESSO DE FORJAMENTO MATRIZ FECHADA........................................... 8 
5 PROCESSO DE LAMINAÇÃO .................................................................................. 9 
6 PROCESSO DE SOLDAGEM TIG .......................................................................... 11 
7 PROCESSO DE SOLDA MIG .................................................................................. 12 
8 PROCESSO DE SOLDA OXIACETILÊNICA ........................................................ 13 
9 CONCLUSÃO ............................................................................................................ 14 
10 REFERÊNCIAS ......................................................................................................... 15 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
3 
 
1 INTRODUCAO 
 A soldagem é um processo muito utilizado em operações indústrias na fabricação e re-
paração de peças, equipamentos e estruturas. Este processo permite a união de metais através 
do derretimento das peças e formação de junta. 
 As áreas profissionais que relacionam com a atividade de soldagem incluem-se a mecâ-
nica, montagem de maquinário, funilaria, caldeiraria, fabricantes e montadoras de equipamento 
elétrico e eletrônico que frequentemente montam partes de seus produtos usando solda, dentre 
outras. 
 A conformação sendo um processo mecânico de transformação de lingotes em produtos 
semielaborados são destinados a fabricação de produtos finais para consumidores. 
 Neste trabalho serão apresentados alguns processos de soldagem e conformação e suas 
principais aplicações. 
1.1 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA 
 A soldagem é um processo muito aplicado em atividades diárias desde pequenos reparos 
à grandes construções e manutenções de estruturas de pontes, plataformas, navios e outros. 
 Os processos de união dos metais por soldagem podem ser classificados em três cate-
gorias: processos de soldagem que utilizam gás, processos de soldagem que utilizam corrente 
elétrica e processos de soldagem que utilizam gás e corrente elétrica. (GEARY e MILER, 2011 
p.8). 
 Segundo Santos (2015 p.14), a soldagem é a união de peças e a solda é a finalização 
tendo como resultado um cordão de solda fundido com a diluição parcial entre as peças. 
 “Entende-se como metal base a peça que será́ soldada e metal de adição o material que 
será́ depositado no momento da soldagem, para ser diluído e compor a solda”. (SANTOS, 2015 
p.14). 
 “O metal depositado (em inglês, Deposited Metal) é o material metálico que foi adicio-
nado na junta soldada, onde parte se dilui no metal de base (azul) e parte fica depositada como 
reforço sobre o metal diluído (vermelho)”. (SANTOS, 2015, p.18). 
 “Quando o equipamento de soldagem é automático, é necessário um profissional quali-
ficado, pois além de conhecer de solda é preciso conhecer o equipamento. Nesse caso o profis-
sional é o operador de soldagem” (SANTOS, 2015, p.19). 
4 
 
 No processo de conformação, conforme Machado 2008, um elemento simples é trans-
formado em um objeto útil através de um processo de fabricação com geometria complexa, com 
forma, precisão, tolerâncias, aparência e propriedades bem definidas. De acordo com autor, a 
conformação é um processo atrativo quando a geometria dos componentes não é complicada e 
o volume de produção é grande e como exemplo o custo de aplicações automobilísticas pode 
manter-se baixo. 
1.2 OBJETIVO 
Apresentar alguns processos de soldagem e conformação e suas principais aplicações. 
2 PROCESSO DE TREFILAÇÃO 
 
Figura 1 
 A trefilação é um processo de conformação plástica que se realiza pela operação de 
conduzir um fio (ou barra ou tubo) através de uma ferramenta denominada fieira, de formato 
externo cilíndrico e que contém um furo em seu centro, por onde passa o fio (PALMEIRA, 
2005 p.1). Normalmente este processo ocorre em condições térmicas a frio e a simetria circular 
é mais comum em peças trefiladas. 
 A aplicação mais comum do processo de trefilação são tubos, barras e arames. Os equi-
pamentos neste processo podem ser de bancadas para produção de componentes não bobináveis 
como barras e tubos e trefilação de tambor para produção de componentes não bobináveis como 
fios e arames. 
 
5 
 
Alguns produtos obtidos pelo processo de trefilação 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Fonte: Aciva/Compraco/Soluções industriais 
 
Processo básico de trefilação a frio (tubos). 
 
Fonte: Engetref. 
 O exemplo acima mostra um processo básico, mas, o processo pode conter diversos 
passes e ainda é possível fazer diversas etapas de tratamento térmico para mudar o estado de 
fornecimento do tubo. 
Tubos Barras Arames 
 
Carrinhos de supermercado Aros de biscicleta 
 
 Clips 
6 
 
3 PROCESSO DE ESTAMPAGEM 
Figura 2 
 Estampabilidade é a capacidade que a chapa metálica tem de adquirir a forma de uma 
matriz, pelo processo de estampagem sem se romper ou apresentar qualquer outro tipo de de-
feito de superfície ou de forma (MORO e AURAS, 2006 p.27). 
 O processo de estampagem é a transformação de material bruto em peças finalizadas. O 
processo ocorre a partir do corte e da deformação de chapas, em operação de prensagem a frio. 
Esse tipo de prática é utilizado principalmente para construção de paredes finas feitas de chapa, 
ou de fita de diversos metais e ligas. 
Operação de prensagem 
 
Fonte: poli.usp 
 Na operação ocorrem alongamento e contração das dimensões de todos os elementos de 
volume. A chapa, originalmente plana, adquire uma nova forma geométrica. 
7 
 
 A estampagem de chapas metálicas finas pode ser classificada através do tipo de opera-
ção empregada em: estampagem profunda, corte em prensa, estiramento e dobramento. 
 
 Tipos de operações em chapas metálicas (FILHO e SILVA, 2011 p.65-68). 
ESTAMPAGEM PROFUNDA OU EMBUTI-
MENTO 
 
Uma chapa plana adquiri a forma de uma ma-
triz(fêmea) imposta pela ação de um punção (ma-
cho). O processo é empregado na fabricação de 
peças de uso diário (paralamas, porta de carros, 
banheiras, rodas etc. 
 
Peça tanque de combustível / Peça catalisador 
CORTE EM PRENSA 
 
Chapas são submetidas a ação de pressão exer-
cida por uma punção ou cunha de corte contra o 
material e a matriz. A chapa é deformada plasti-
camente e levada até a ruptura nas superfícies em 
contato as lâminas. 
 
 
 
 
 
 
Linhas de corte com prensa: processa formas arbitrárias par-
tindo de bobinas mãe, muito amplamente utilizadas nos se-
tores de automóvel e seu auxiliar. 
 
 
ESTIRAMENTO 
 
Consiste na aplicação de forças de tração de 
moda a esticar o material sobre uma ferramenta 
ou bloco (matriz). O equipamento de estiramento 
consiste em um pistão hidráulico que movimenta 
o punção. 
 
Processo de estiramento 
DOBRAMENTO 
 
Uma tira metálica é submetida a esforços aplica-
dos em duas direções opostas para provocar a fle-
xão e a deformação plástica. 
 
Dobra do metal./ cantoneira 
 
Fonte: Docplayer Fagorarrasate/

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.