A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
16 pág.
AVG - alfabetização e letramento

Pré-visualização | Página 1 de 3

AVG - avaliação global não presencial 2020-3 - PEDAGOGIA(MD) - Licen. GRAD - - Alfabetização e Letramento - PEDAGOGIA(MD) - Licen. GRAD - EAD(100%Web) 
A A
Alfabetização e Letramento
Questão 1) - 0,50 ponto(s)
Conforme Teberosky (1991), a criança quando entra na escola já traz muitos conhecimentos sobre a língua escrita e, certamente, já fez algum tipo de reflexão sobre o significado da leitura ou da escrita. Nesse contexto, é CORRETO afirmar que
A)
o domínio e o acesso aos saberes linguísticos, na escola, são permitidos àquelas crianças que já sabem ler e escrever.
 
B)
a leitura é uma atividade trivial na escola, devendo ser incentivada exclusivamente por meio de livros didáticos.
C)
a familiaridade com diferentes textos faz com que a criança, antes de frequentar a escola perceba que o uso da língua fixa modos de falar e escrever como, por exemplo, o uso da pontuação e ortografia, os discursos formais.
D)
a atividade leitora da criança restringe-se ao espaço escolar, a partir das experiências e interações compartilhadas com outras crianças.
E)
o trabalho com a diversidade de gêneros textuais em sala de aula articula os conhecimentos das crianças e as instrumentaliza em direção ao processo de apropriação da leitura e da escrita.
Alfabetização e Letramento
Questão 2) - 0,50 ponto(s)
É preciso destacar que refletrir sobre a organização dos ambientes de alfabetização requer considerar que as práticas alfabetizadoras se consituam em articulação com os diversos usos que se fazem da leitura e da produção oral e escrita de textos na sociedade, pois, por meio da alfabetização, as crianças se inserem no mundo da escrita e, ao mesmo tempo, exercem a cidadania.
BRASIL. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa: a organização do trabalho escolar e os recursos didáticos na alfabetização. Caderno 04/ Ministério da Educação. Brasília: MEC, 2015.
 
Acerca da organização do trabalho didático-pedagógico na alfabetização, avalie as afirmações a seguir.
 
I. A alfabetização é o processo específico e indispensável de apropriação do sistema de escrita.
II. Os processos de alfabetização e letramento são inseparáveis e ambos exigem uma prática social letrada para o desenvolvimento das crianças.
III. Os processos de alfabetização e letramento são distintos, complementares e inseparáveis diante de uma prática social letrada na qual as crianças se desenvolvem.
IV. O processo de alfabetização deve acontecer separado do processo de letramento, uma vez que a criança precisa, primeiramente, desenvolver as habilidades de codificação e decodificação para, depois, ser inserida no letramento.
 
É correto apenas o que se afirma em
A)
II, III e IV.
B)
I, II e III.
C)
II e IV.
D)
I, III e IV.
E)
I e III.
Alfabetização e Letramento
Questão 3) - 0,50 ponto(s)
A alfabetização envolve um processo de codificação das letras, sílabas e palavras. Sabe-se que são utilizados métodos sintéticos e métodos analíticos no processo de alfabetização das crianças. Dos métodos citados a seguir, qual é sintético?
A)
Misto
B)
Contos
C)
Palavração
D)
Fônico
E)
Sentenciação
Alfabetização e Letramento
Questão 4) - 0,50 ponto(s)
O processo inicial de apropriação da língua escrita assume,  nos primeiros níveis de educação escolar, um papel fundamental ao instrumentalizar a criança para a inserção na cultura letrada.
Sobre a relação entre a aprendizagem da língua escrita e o desenvolvimento do pensamento, é CORRETO afirmar que
A)
nesse processo de aprendizagem, o texto é um pretexto para a apresentação da palavra-chave ou de famílias silábicas, letras e fonemas.
B)
a apropriação da linguagem, quer oral, quer escrita, exige a inserção do aluno na realidade histórico-social pela mediação do professor, que desenvolve um processo pedagógico com encaminhamentos metodológicos bem definidos.
C)
não se pode considerar o texto oral e escrito como o elemento norteador do ensino e da aprendizagem no processo de alfabetização.
D)
uma criança que escreve “cunzinha” no lugar de “cozinha”, “paiaço” no lugar de “palhaço” e “pobrema” no lugar de “problema” deve aprender, primeiramente, a falar de forma correta para, depois, ser iniciada no processo de alfabetização.
E)
o processo de aquisição da escrita só se inicia a partir do momento em que a criança ingressa na escola. O contato que a criança tem com a escrita pela interação com pessoas que leem e escrevem, e pela manipulação de material escrito não é relevante.
Alfabetização e Letramento
Questão 5) - 0,50 ponto(s)
O português brasileiro é permeado por particularidades e características advindas do dinamismo das relações sociais: a todo momento os falantes participam de situações comunicacionais; para isso, acessam o léxico considerando diversos fatores, entre eles, adequação linguística. Os diferentes dialetos e registros, no português, são importantes elementos das variações linguísticas. Sobre esse assunto, julgue os itens.
I. Os dialetos estão relacionados às variedades linguísticas próprias de uma região ou território, bem como às variações encontradas na fala de determinados grupos sociais.
II. Os registros estão relacionados às variedades padrão e não padrão; o grau de formalidade em determinada situação comunicacional definirá qual registro será adotado.
III. A frase "sapassadu era sessembru, taveu na cuzinha tumandu uma pincumel e cuzinhandu um kidicarni" exemplifica um dialeto da fala mineira.
IV. Neste diálogo entre Calvin e a mãe dele, há um registro adequado para a situação: conversa entre mãe e filho.
Mãe: Aonde vais tu delinquente infante? Haverá ainda vilania que não tenhas cometido?
Calvin: Fazes mal juízo de mim! Ajo intempestivamente e o zefir mais elaborado ostenta mais tramas do que eu.
É CORRETO apenas o que se afirma em
A)
I e II.
B)
II e III.
C)
III e IV.
D)
I, II e III.
E)
II, III e IV.
Alfabetização e Letramento
Questão 6) - 0,50 ponto(s)
Leia com atenção o relato sobe o ambiente alfabetizador e o trabalho de leitura das professoras Maria Antônia e Nina.
· A professora Maria Antônia trabalha com uma turma de crianças de 4 anos. Mesmo as crianças não sabendo ler, a professora enfeitou a sala com alguns cartazes e organizou um cantinho cheio de livros, jornais, revistas em quadrinhos, embalagens, rótulos, cartões, bilhetes. Todos os dias ela faz uso do cantinho com os alunos: às vezes os deixa explorá-lo livremente, outras vezes conta história, lê notícias de jornais ou comenta sobre o produto de alguma embalagem e o que se pode fazer com ele. Deixa os alunos falarem livremente e também faz perguntas direcionadas a algum objetivo pedagógico definido. Quando os alunos precisam escrever um bilhete ou um cartão, por exemplo, pega um para servir como modelo.
 
· A professora Nina também trabalha com crianças de 4 anos e que não sabem ler. Sua sala é bem organizada com cartazes e tem o mesmo cantinho de leitura da Professora Maria Antônia, com textos variados e um material muito mais atraente visualmente. Além disso, ela escreveu os nomes mesa, cadeira, quadro, janela, porta e colocou nos respectivos lugares. Ela deixa as atividades com o material do cantinho de leitura sempre livre e as placas dos móveis e objetos são lidas e copiadas todos os dias.
 
De acordo o depoimento  acima, as duas salas, a da professora Maria Antônia e a da professora Nina, possuem um excelente material alfabetizador que são explorados de forma diferente.
 
A partir do que foi relatado, julgue os itens.
I. As duas professoras exploram o ambiente alfabetizador da mesma forma, pois, promovem um conjunto de situações de usos reais de leitura e escrita nas quais as crianças tem oportunidade de participar e aprender significativamente.
II. Para que haja um ambiente alfabetizador é necessário que as crianças sejam colocadas em contato com todo o material de leitura e escrita da sala de aula de maneira significativa e real.
III. A professora Nina explora de forma mais significativa o ambiente alfabetizador porque nomeia móveis e objetos e os