A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
87 pág.
A2 - Geração de Viagens

Pré-visualização | Página 1 de 6

3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
1
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT – MAPB_130655@HOTMAIL.COM
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL – GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA DE PRODUÇÃO
ENG 1507
ENG 1507-TRANSPORTE E LOGÍSTICA
Aula 2: Geração de viagens
mailto:MAPB_130655@HOTMAIL.COM
Julia
Nota
Ver Vídeo 2 da aula de Geração de Viagens, a partir de 37 min para resolução de exercícios 
https://ead.puc-rio.br/mod/page/view.php?id=280596
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
2
Exercício de Geração de Viagens
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
3
Determina o número total de viagens originadas em, ou destinadas a cada
zona de tráfego (variáveis Oj e Dk, sendo j e k índices representativos da zona
de origem e destino das viagens respectivamente) – bordaduras da matriz
OD.
Etapa da Geração de viagens (viajo ou não viajo?)
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
4
Fatores que afetam a produção/atração de viagens:
1. Localização da Zona de tráfego em relação às áreas
centrais;
2. Padrões do Uso do solo;
3. Características dos sistemas de transporte;
4. Características socioeconômicas da população.
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
5
Um estudo de demanda, quando envolve um meio urbano ou uma região, começa
pela divisão desta região em zonas com características socioeconômicas
razoavelmente homogêneas. A seguir, são feitos levantamentos diretos visando a
identificação atual dos deslocamentos, dos meios de transportes utilizados, dos
tempos, dos custos etc. São levantados também dados socioeconômicos da
população que habita uma zona e seu uso do solo, baseando-se nestes casos em
informações geradas por outros órgãos ou instituições de pesquisa. Os modelos de
geração/atração de viagens são geralmente formados por equações que procuram
explicar as viagens em função das características já apresentadas e levantadas
por zona.
Onde:
𝐹𝑖=𝑓 𝑆𝑖 , 𝑈𝑆𝑖 𝐹𝑗=𝑓 𝑆𝑗 , 𝑈𝑆𝑗
Fi – Fluxo originado pela zona i
Si – Variáveis socioeconômicas 
observadas na zona i
USi – Características do uso do solo 
na zona i 
Fj – Fluxo atraído pela zona j
Sj – Variáveis socioeconômicas 
observadas na zona i
USj – Características do uso do solo 
na zona j 
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
6
Dados socioeconômicos
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
7
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
8
Dados socioeconômicos
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
9
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
10
Dados socioeconômicos
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
11
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
12
Dados socioeconômicos
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
13
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
14
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
15
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
16
BICICLETA
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
17
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
18
1. Fatores de Crescimento
2. Relação Tráfego/Uso do solo
3. Análise de Categorias
4. Modelos baseados em análise de regressão
Tipos de Métodos
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
19
1. Fatores de Crescimento
)).(( TaFcTf 
V
V
M
M
I
I
Fc
'
.
'
.
'

I
I ' Relação entre a população futura e presente na zona de 
tráfego;
M
M ' Relação entre a densidade futura e presente de carros
na zona de tráfego;
V
V ' Relação entre a utilização futura e presente de 
carros,considerando viagens para ou da zona de 
tráfego.
Origem\Destino 1 2 3 4 Oi 
1 200 1000 2520 900 4620 
2 900 180 1000 400 2480 
3 2400 600 100 300 3400 
4 800 300 300 100 1500 
Dj 4300 2080 3920 1700 12000 
 
Fonte: Bruton, Michael J – Introduction to transportation planning
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
20
EXEMPLO 1:
Deslocamentos originados por dia 
(2020) na região X ? 
Região X
Variáveis do FC 2011 2020
População (hab) 30000 40000
Densidade de carros 
(carros/hab)
0,87 0,95
Utilização de carros (%) 54 47
Deslocamentos gerados (viag/dia) 22000
X
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
21
Utilizando a mesma fórmula para a RMSP 
2007/2017, temos:
46097 × 103
Var. 
FC
Pop (hab
x1000)
Dens. Carro 
(nº 
carro/1000 
hab)
Utilização
Carro (%)
2007 19535 184 10,4/38,1
2017 20822 212 11,3/42,0
𝐷𝐷2017 = 38094 × 10
3 ×
20822
19535
×
212
184
×
26,9
27,3
≅
≅ 46097 × 103
46097𝑣𝑖𝑎𝑔/𝑑𝑖𝑎 ≫42007 viag/dia
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
22
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
23
EXEMPLO 2:
Considere uma zona com 250 domicílios que possuem carros e 250 
domicílios sem carros. Sabe-se:
Domicílio com carro 6,0 viagens/dia
Domicílio sem carro 2,5 viagens/dia
Total de viagens atuais por dia: 
2
5,0
1
FCNo futuro todos os domicílios terão carro
Como: diaviagensTaFcTf /425022125)).(( 
diaviagensTf /30006.500 mas ????
c
c
D
D
FC
'

3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
24
O método “fator de crescimento” é muito rudimentar. Normalmente, este método
superestima as viagens originadas e atraídas. Isto se torna bastante sério, pois se na
etapa de geração de viagens houver erros estimativos, esses erros serão carregados
para as etapas posteriores.
Em geral, este método é usado para dimensionar e prever viagens externas em
relação à área de estudo.
ZONAS DE TRÁFEGO um anel rodoviário?
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
25
2. Relação Tráfego/Uso do solo
Áreas residenciais
Áreas Comerciais
Áreas Industriais
Áreas de Recreação
Áreas Utilizadas para outros usos
3. Geração de Viagens
TRANSPORTE E LOGÍSTICA – ENG 1507
PROF. MARIO A.P. BITENCOURT
DEPARTAMENTO DE ENGENHARIA INDUSTRIAL
26
XÁreas residenciais?
Hospitais?
Shoppings?
Escolas?
Hoteis?
Etc...
REGIÃO X
Razão Constante:
N° de viagens / 
unidade de área
As tabelas mais 
completas são as 
americanas, compiladas 
num volume chamado 
“TripGeneration” com 
cerca de 1000 tipos de 
função / atividade 
econômica cobertos.
Relação Tráfego/Uso do solo