A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
9 pág.
Linfócito B

Pré-visualização | Página 2 de 2

inaparente no 
plasma. Ele serve apenas para ser receptor do linfócito B (está ancorado a 
membrana do linfócito B para ser receptor) 
 
SLIDES 
Imunidade adquirida: específica, gera uma memória; 
Célula Efetora: Linfócitos 
Subdividida em: 
Larissa Leslye – Imunologia – 23/08/2019 
 
R.I. Humoral: Microrganismos Extracelulares-Linfócitos B-ação dos 
anticorpos: Imunoglobulinas 
R.I. Celular: Microrganismos Intracelulares ou células alteradas-Linfócitos 
T 
 
OBS: O linfócito T, tem que passar pelo timo 
para receber receptores. Esses receptores 
do linfócito T, não são anticorpos – TCR 
(próxima aula). Saem do timo com seus 
receptores e vão para o sangue, linfa, 
linfonodos. 
 
Quando temos na medula óssea a formação 
do linfócito B, vamos ter vários tipos de 
linfócitos B, cada um com um receptor com 
encaixe específico. Podemos ter na medula 
óssea tbm, a formação de linfócitos 
autoreativos – que reagem com nossos tecidos. 
Todos os linfócitos passam na medula por um “teste de fábrica”, eles são 
testados com antígenos próprios, se ele reagir, ele será induzido a 
apoptose, não vai migrar para o 
sangue e linfa. Se ele não reagir 
com os antígenos ele vai para o 
sangue e para linfa. 
 
OBS: As doenças autoimunes 
ocorrem, pois, esse mecanismo 
pode falhar 
 
Imunidade humoral: pensamos em linfócito B, detectando os 
micoorganismos fora da célula e produzindo anticorpos 
Imunidade celular: pensamos em linfócito T, detectando microrganismos 
fora da célula. 
Larissa Leslye – Imunologia – 23/08/2019 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Uma célula encontra um 
antígeno. Ela prolifera (expansão 
clonal). Essa proliferação muita 
das vezes é independente da 
célula T, mas pode precisar. 
Expandiu – se torna plasmócito, a 
primeira imunoglobulina 
secretada é a IgM, depois secreta 
IgG. 
E se ela tiver um estímulo do 
linfócito T, ela pode ter uma 
mudança de isotipo, ou seja, ao 
invés de secretar IgG por 
exemplo, ela pode secretar IgA. 
E ela pode se transformar em 
célula B de memória. 
 
Larissa Leslye – Imunologia – 23/08/2019 
 
→ Essa imunoglobulina, pode se abrir, se 
ligando a dois epitopes mias próximos ou 
distantes 
 
 
→ Em um mesmo microorganismo podemos ter 
vários epitopes diferentes. Podemos ter vários 
linfócitos atuando com moléculas diferentes, mas 
para o mesmo microrganismo. 
 
 
 
→ O linfócito B, ele reconhece sozinho, sem precisar do linfócito T, 
antígenos timo independentes (não precisa do linfócito T para ele reagir). 
Esses antígenos timo independentes são – polissacarídeos (manose); 
lipídeos (LPS); ácido nucleico. Esses antígenos que não são proteicos, o 
antígeno B não precisa do linfócito T para reagir. Quando é uma proteína, 
precisamos da ação do linfócito T para ação do linfócito B ser efetiva – 
antígenos timo dependentes