A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
6 pág.
A4 SISTEMAS CORPORAIS

Pré-visualização | Página 1 de 2

Curso SD0266 SISTEMAS CORPORAIS EAD20.2 - 202020.133308.08 
Teste ATIVIDADE 4 (A4) 
Iniciado 27/11/20 10:03 
Enviado 27/11/20 10:53 
Status Completada 
Resultado da tentativa 10 em 10 pontos 
Tempo decorrido 49 minutos 
Resultados exibidos Respostas enviadas, Respostas corretas, Comentários 
• Pergunta 1 
1 em 1 pontos 
 
De acordo com Fernandes-Rosa e Antonini (2007, p. 374), a “[…] aldosterona é a molécula 
efetora final do sistema renina-angiotensina e atua nas células epiteliais do néfron distal e do 
cólon promovendo a reabsorção de sódio e excreção de potássio. A água segue o movimento do 
sódio via osmose, estabilizando o volume plasmático e consequentemente a pressão arterial. A 
aldosterona exerce efeitos diretos importantes sobre o sistema nervoso central e sobre o 
balanço energético”.FERNANDES-ROSA, F. L.; ANTONINI, S. R. R. Resistência aos 
mineralocorticóides: pseudo-hipoaldosteronismo tipo 1. Arquivos Brasileiros de 
Endocrinologia & Metabologia, [s. l.], v. 51, n. 3, p. 373-381, 2007. Disponível 
em: https://www.scielo.br/pdf/abem/v51n3/a04v51n3.pdf. Acesso em: 1 jul. 2020.A 
aldosterona é essencial para o balanço hídrico. 
Sobre ela, analise as afirmativas a seguir. 
I. A aldosterona também é chamada de hormônio antidiurético (ADH). 
II. A produção de aldosterona ocorre nas glândulas suprarrenais. 
III. A aldosterona é inibida quando a concentração plasmática está elevada. 
IV. A aldosterona é produzida pelo hipotálamo, o qual é estimulado pela ação de receptores 
osmóticos. 
V. O sítio de ação da aldosterona é, principalmente, a bexiga. 
Está correto o que se afirma em: 
 
 
 
Resposta Selecionada: 
I, II e III. 
Resposta Correta: 
I, II e III. 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta: a aldosterona é um hormônio antidiurético, com ação essencial 
na reabsorção de água nos tubos distais e dutos coletores. Ela atua em conjunto 
com a aquaporina, que regula a permeabilidade celular e, consequentemente, 
dos sistemas orgânicos. O aumento da concentração de ADH estimula a 
permeabilidade dessas estruturas. 
 
 
• Pergunta 2 
1 em 1 pontos 
 
Leia o excerto a seguir.“A hanseníase, conhecida antigamente como Lepra, é uma doença 
crônica, transmissível, de notificação compulsória e investigação obrigatória em todo território 
nacional. Possui como agente etiológico o Mycobacterium leprae, bacilo que tem a capacidade 
de infectar grande número de indivíduos, e atinge principalmente a pele e os nervos periféricos 
com capacidade de ocasionar lesões neurais, conferindo à doença um alto poder incapacitante, 
principal responsável pelo estigma e discriminação às pessoas acometidas pela doença”.BRASIL. 
Hanseníase. Ministério da Saúde, Brasília, [s. d.]. Online, grifos do autor. Disponível 
em: https://saude.gov.br/saude-de-a-z/hanseniase. Acesso em: 2 jul. 2020. 
Com base em nossos estudos sobre as patologias cutâneas, quais são os principais sintomas da 
Hanseníase? 
 
 
 
Resposta Selecionada: 
Manchas na pele e perda de sensibilidade. 
Resposta Correta: 
Manchas na pele e perda de sensibilidade. 
Feedback 
da resposta: 
Resposta correta: a Hanseníase é caracterizada pelo surgimento de manchas e 
pela perda da sensibilidade cutânea devido ao comprometimento dos 
receptores e das conexões nervosas. Assim, o indivíduo corre riscos devido à 
perda da sensibilidade e falta de respostas ao meio externo. 
 
 
• Pergunta 3 
1 em 1 pontos 
 
O sistema tegumentar compreende o órgão mais extenso do corpo humano, atuando como uma 
grande barreira de proteção e organização sistêmica orgânica do interior do indivíduo. Ele não 
apenas protege contra o meio externo, mas atua, também, no equilíbrio corporal térmico, na 
sensibilidade e em processos metabólicos importantes.Assim, a respeito de nossos estudos 
sobre o sistema tegumentar, analise a figura a seguir. 
 
Fonte: Anton Nalivayko, Shutterstock, 2020. 
Agora, considerando a numeração exposta na figura anterior, assinale a alternativa correta. 
 
Resposta 
Selecionada: 
 
A região 2 inclui a rede de vascularização, os vasos linfáticos, os nervos e 
os órgãos sensoriais. 
Resposta Correta: 
A região 2 inclui a rede de vascularização, os vasos linfáticos, os nervos e 
os órgãos sensoriais. 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta: a pele é formada pela epiderme (região superficial, sem 
vascularização e multiestratificada), derme (região vascularizada, com diferentes 
tipos celulares e estruturas sensoriais) e hipoderme (camada de adipócitos). 
Juntas, tais camadas formam uma barreira de proteção eficaz e um mecanismo 
de conexão e percepção do meio externo. 
 
 
• Pergunta 4 
1 em 1 pontos 
 
Nunes et al. (2010, p. 272) nos explicam que a “Insuficiência renal aguda (IRA) é definida como 
perda rápida da função renal, com azotemia (elevação de ureia e creatinina). Existem mais de 
35 definições na literatura. Lesão renal aguda tem sido proposta em substituição a IRA por ser 
mais amplo. Abrange desde pequenas alterações na função renal até mudanças que necessitam 
de terapia de substituição renal (TSR)”.NUNES, T. F. et al. Insuficiência renal aguda. Medicina, 
 
Ribeirão Preto, v. 43, n. 3, p. 272-282, 2010. Disponível 
em: http://revista.fmrp.usp.br/2010/vol43n3/Simp6_insufic%20renal%20aguda.pdf. Acesso 
em: 1 jul. 2020. 
Considerando nossos estudos sobre a IRA, analise as afirmativas a seguir. 
I. A IRA tem etiologia única, associada a tumores na glândula suprarrenal. 
II. A IRA pré-renal está vinculada à ocorrência de redução de aporte sanguíneo. 
III. A necrose tubular aguda é uma das principais causas de IRA renal. 
IV. As obstruções tubulares que impedem o fluxo do sistema urinário são classificadas como 
pós-renais. 
V. A IRA é uma patologia sem caráter de reversibilidade. 
Está correto o que se afirma em: 
 
 
Resposta Selecionada: 
II, III e IV. 
Resposta Correta: 
II, III e IV. 
Feedback 
da 
resposta: 
Resposta correta: a insuficiência renal aguda é uma patologia de surgimento 
súbito que compromete a função do sistema urinário devido a diversas causas. 
Estas podem comprometer a fase anterior à formação do filtrado, afetando o 
trato superior; a própria formação do filtrado, comprometendo os rins ou seu 
fluxo pós-formação; e o trato inferior urinário. Dada o agravamento dos casos, 
eles podem se tornar irreversíveis quando há comprometimentos anatômico e 
funcional permanentes nas estruturas do trato urinário. 
 
 
• Pergunta 5 
1 em 1 pontos 
 
A epiderme é recoberta por uma camada complexa de compostos que permitem a manutenção 
da hidratação cutânea. Esta é importante para manter a estrutura da epiderme, evitando seu 
ressecamento e possíveis lesões. A rede é chamada de manto hidrolipídico, composta por um 
grupo de moléculas lipídicas e outro grupo de moléculas hidrossolúveis, chamadas de fatores de 
hidratação natural. Juntas, tais moléculas garantem uma barreira de proteção epidérmica, tanto 
para fatores exógenos (microrganismos) quanto para proteção térmica. 
Nesse sentido, em qual estrato epidérmico se localiza o mando hidrolipídico? 
 
 
 
Resposta Selecionada: 
Córneo. 
Resposta Correta: 
Córneo. 
Feedback da 
resposta: 
Resposta correta: o mando hidrolipídico está localizado na região mais externa 
da epiderme, no estrato córneo. De fato, localizam-se na região em que se 
acumulam corneócitos mortos, que auxiliam na retenção hídrica e na proteção 
térmica. 
 
 
• Pergunta 6 
1 em 1 pontos 
 
Leia o excerto a seguir.“O aparelho urinário é formado pelos dois rins, dois ureteres, a bexiga e a 
uretra. A urina é produzida nos rins, passa pelos ureteres até a bexiga e é lançada ao exterior 
pela uretra. Esse aparelho contribui para a manutenção da homeostase, produzindo a urina, por 
meio da qual são eliminados diversos resíduos do metabolismo e água, eletrólitos e não 
eletrólitos em excesso no meio interno. Além disso, os rins secretam hormônios, como a renina, 
 
que participa da regulação da pressão