A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
12 pág.
PROVA A5 N2 DESENHO DE OBSERVAÇÃO

Pré-visualização | Página 1 de 3

Impresso por Maycon Turell Edward, CPF 177.910.408-16 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos
autorais e não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 23/03/2021 05:59:09
29/06/2020 Revisar envio do teste: 20201B2 - CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A ...
 
Revisar envio do teste: 20201B2 - CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A PROVA N2 (A5)
GRA0461 DESENHO DE OBSERVAÇÃO DANIM201 - 202010.ead-29770548.06 Prova N2
Revisar envio do teste: 20201B2 - CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A PROVA
N2 (A5)
Usuário EMERSON FERNANDES DA SILVA
Curso GRA0461 DESENHO DE OBSERVAÇÃO DANIM201 - 202010.ead-29770548.06
Teste 20201B2 - CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A PROVA N2 (A5)
Iniciado 20/06/20 10:24
Enviado 20/06/20 11:32
Status Completada
Resultado da tentativa 7 em 10 pontos 
Tempo decorrido 1 hora, 7 minutos
Instruções
Resultados exibidos Respostas enviadas, Respostas corretas, Comentários
Caso necessite a utilização do "EXCEL" clique no link ao lado -----------> excel.xlsx
Pergunta 1
Resposta
Selecionada:
Resposta
Correta:
Feedback
da
resposta:
Considerar as medidas e proporções entre os órgãos faciais é o primeiro passo para a ilustração do rosto
humano de modo realista. Apesar de não ser tão claro, há um padrão básico entre as distâncias dos
elementos que compõem a configuração da expressão humana. Uma dessas regras é relacionada com o
posicionamento/altura da boca. Em relação à posição/proporção padrão da boca humana, assinale a
alternativa correta.
A altura da boca fica a dois terços da distância entre o queixo e o nariz, para os homens,
e um pouco acima da metade dessa distância, para as mulheres.
A altura da boca fica a dois terços da distância entre o queixo e o nariz, para os homens,
e um pouco acima da metade dessa distância, para as mulheres.
Resposta correta. A alternativa está correta. A altura da boca é diferente para ambos os
sexos. Para os homens, a altura da boca fica a dois terços da distância entre o queixo e o
nariz. Já para as mulheres, essa distância é menor, estando um pouco acima da metade da
distância padrão para os homens.
Pergunta 2
Observe a fotografia e a ilustração abaixo: 
 
1 em 1 pontos
1 em 1 pontos
EMERSON FERNANDES DA SILVA
https://fmu.blackboard.com/webapps/assessment/review/review.jsp?attempt_id=_35784896_1&course_id=_560614_1&content_id=_13187100_1… 1/6
Impresso por Maycon Turell Edward, CPF 177.910.408-16 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos
autorais e não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 23/03/2021 05:59:09
29/06/2020 Revisar envio do teste: 20201B2 - CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A ...
Resposta Selecionada: 
Resposta Correta: 
Feedback
da
resposta:
 
Figura: Poltrona Barcelona 
Fonte: Sandra Marques 
 
Acima vemos a poltrona Barcelona, de 1929, na fotografia à esquerda, e uma ilustração que demonstra a
relação de suas formas e medidas com a proporção áurea. De acordo com a figura e com o texto base,
analise as seguintes alternativas: 
 
I - A quantidade de linhas no assento e no encosto da poltrona Barcelona corresponde a números
constantes da sequência de Fibonacci. 
II - Tanto a altura, como a largura e a profundidade da poltrona Barcelona inscrevem-se perfeitamente no
retângulo áureo. 
III - A poltrona Barcelona foi criada pelo arquiteto alemão Mies van der Rohe. 
IV - A estrutura metálica da poltrona Barcelona acompanha as linhas de circunferências com centros
definidos pelas linhas externas e médias do quadrado que a circunscreve. 
Está correto o que se afirma em:
III e IV
III e IV
Resposta correta. A quantidade de linhas do assento e do encosto da poltrona Barcelona não
tem relação com a proporção áurea, apenas sua formas e medidas. As medidas da poltrona
Barcelona se inscrevem em um cubo, e não no retângulo áureo. Mies van der Rohe foi o
criador da poltrona Barcelona, em 1929. As circunferências que demitam as curvas da
poltrona Barcelona tem centro na linhas do quadrado em que a poltrona se inscreve.
Pergunta 3
Resposta Selecionada: 
Resposta Correta: 
Feedback
da
resposta:
Uma questão de grande influência no gesto de desenhar é a forma como o desenhista segura o lápis. Não
existem regras absolutas que ditam a forma correta. Cada desenhista identifica, através da prática, qual
pegada lhe é mais conveniente. Existem, contudo, quatro tipos mais comuns de pegada, com suas
características inerentes. Sobre o assunto, analise as questões: 
 
I - A pegada básica com três dedos proporciona mais controle do lápis e, assim, traços mais precisos e
detalhados. 
II - Na pegada com a mão por cima, o lápis fica mais inclinado, indicado portanto para fazer hachuras e
sombreados. 
III - A pegada com a mão por baixo do lápis é indicada para desenhos mais soltos, pois a mão fica
relaxada, logo é a forma mais indicada para o gesto intuitivo. 
IV - A pegada com o pulso suspenso é muito semelhante à pegada básica com três dedos, porém menos
cansativa. 
 
Assinale a alternativa que contém as afirmativas corretas.
I, II e III.
I, II e III.
Resposta correta. Os três pontos de pega dão maior controle e precisão aos traços. A
inclinação do lápis em relação ao papel, proporcionada pela pega com a mão por cima do
lápis é ideal para o movimento de hachura. O gesto intuitivo usa traços longos e soltos,
característicos da pegada com a mão por baixo do lápis. A pegada com o pulso suspenso é
mais cansativa, pela falta de apoio da mão.
1 em 1 pontos
https://fmu.blackboard.com/webapps/assessment/review/review.jsp?attempt_id=_35784896_1&course_id=_560614_1&content_id=_13187100_1… 2/6
Impresso por Maycon Turell Edward, CPF 177.910.408-16 para uso pessoal e privado. Este material pode ser protegido por direitos
autorais e não pode ser reproduzido ou repassado para terceiros. 23/03/2021 05:59:09
29/06/2020 Revisar envio do teste: 20201B2 - CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A ...
Pergunta 4
Resposta Selecionada: 
Resposta Correta: 
Feedback
da
resposta:
A obra “Abaporu”, da artista plástica brasileira Tarsila do Amaral, é um exemplo do uso da distorção na
pintura. Uma das interpretações mais aceitas acerca dessa obra considera que as mãos e os pés tão
grandes fazem referência ao trabalho braçal, enquanto a cabeça muito reduzida fala da falta de
pensamento crítico do povo brasileiro. Sobre o recurso da distorção, classifique as seguintes questões
como verdadeiras ou falsas: 
I - O uso da distorção no desenho e na pintura pode ter duas funções: ressaltar alguma característica do
objeto retratado ou agregar algum significado ao desenho. 
II - Na obra “Abaporu”, a distorção é usada para ressaltar uma característica, no caso os pés e mãos
grandes. 
III - A caricatura usa a distorção para ressaltar, de forma bem-humorada, características próprias da
pessoa desenhada. 
IV - Se fosse um desenho, “Abaporu” seria classificado como desenho criativo. 
 
A sequência correta está contemplada na alternativa.
V, F, V, V.
V, F, V, V.
Resposta correta. Ressaltar características e acrescentar um significado ao desenho são
funções da distorção. Na obra “Abaporu”, a distorção acrescenta significado ao desenho,
conforme explanado no enunciado da questão. Na caricatura, a distorção tem a função de
reforçar, ressaltar características pessoais próprias de quem se desenha. “Abaporu” é um
desenho criativo, que não se encaixa nem no conceito de desenho de observação nem no de
desenho de memória.
Pergunta 5
Na imagem a seguir, vemos o famoso desenho conhecido como Vaso de Rubin, em referência ao
psicólogo dinamarquês Edgar Rubin, a quem se atribui a criação dessa ilusão de ótica. De acordo com a
imagem e com o conteúdo do texto base, analise a seguinte imagem: 
 
 
Vaso de Rubin 
Fonte: Curtis (2015, p. 60). 
 
CURTIS, B. . Porto Alegre: Bookman, 2015, p. 60. Desenho de observação
 
Conforme a imagem apresentada, analise as afirmativas a seguir: 
 
I - No desenho Vaso de Rubin, não existe hierarquia entre figura e fundo. 
II - O observador pode alterar sua percepção do desenho, olhando ora para

Crie agora seu perfil grátis para visualizar sem restrições.