Buscar

Aula 02 - Queixa-crime - 19.08.2020

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 3, do total de 19 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 6, do total de 19 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você viu 9, do total de 19 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Prévia do material em texto

prática PENAL
Profa. Débora Cerqueira
Mestre em Direito pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP).
Pesquisadora do Grupo Asa Branca de Criminologia.
Professora de Direito Penal, Processo Penal e Prática Penal da ESTÁCIO, FICR, AESGA e ESMATRA6. 
Advogada.
COMO IDENTIFICAR A PEÇA?
PONTO 01 – QUEIXA-CRIME 
	 	Parte a ser representada	Momento processual	Dados importantes do problema
	Queixa-crime	Vítima, representante legal ou sucessores.	Antes da ação penal.	Existe menção a inquérito policial ou outros elementos de investigação. Pode haver menção a procuração com poderes especiais. Verificar prazo decadencial de 6 meses, a partir do conhecimento da autoria criminosa.
	Previsão legal	Artigo 30 do Código de Processo Penal c/c
Artigo 100, §2º, do Código Penal.
Atenção: a ação penal de iniciativa privada subsidiária tem fundamento legal previsto nos artigos 5º, LIX, da Constituição Federal; 100, §3º, do Código Penal e 29, do Código de Processo Penal. 
	Prazo	Há prazo decadencial para o oferecimento da queixa-crime, consistente em 6 meses, a partir do conhecimento da autoria criminosa (artigo 103, do Código Penal e 38, do Código de Processo Penal). No crime tipificado no artigo 236 do Código Penal, este prazo somente se inicia com o trânsito em julgado da sentença que anulou o casamento na esfera cível.
	Formato da peça	Peça única (petição inicial).
	Competência/Atribuição	Juízo competente, de primeiro grau.
	Legitimidade	A queixa-crime deve ser oferecida pela vítima ou por seu representante legal e, em caso de morte, pelo cônjuge, ascendente, descendente e irmão (artigo 100, §2º e §4º, Código Penal e artigos 30 e 31, Código de Processo Penal).
	Verbo e denominação das partes	No preâmbulo, utilize o verbo “oferecer”. Na redação da petição, empregue “Querelante” e “Querelado” para denominar as partes.
	Hipóteses de cabimento	Trata-se da petição inicial dos crimes de ação penal de iniciativa privada.
	Conteúdo	A petição deve ser dividida em três partes:
Dos fatos;
Do direito; e
Do Pedido.
	Pedidos genéricos	São formulados, em geral, os seguintes pedidos:
Oitiva do Ministério Público;
Recebimento, processamento e autuação da queixa-crime;
Citação;
Condenação;
Oitiva das testemunhas arroladas, caso tenham sido fornecidas no enunciado (o número máximo de testemunhas varia de acordo com o procedimento adotado no caso concreto); e
Fixação do valor mínimo de indenização (art. 387, IV, CPP).
	Particularidade	Deve constar do preâmbulo, necessariamente, a menção ao instrumento de procuração com poderes especiais (artigo 44, do Código de Processo Penal). 
Nos Juizados Especiais Criminais a inicial deve ser oferecida oralmente (artigo 77, §3º, Lei 9.099/95).
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ...º VARA CRIMINAL DA COMARCA DE ...
(ou)
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA ...º VARA CRIMINAL DA JUSTIÇA FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE ...
(Crimes de competência da Justiça Federal – art. 109, CF)
(ou)
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO ...º JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DA COMARCA DE ...
(Infrações penais de menor potencial ofensivo: crimes cuja pena máxima em abstrato não ultrapasse 2 anos e contravenções penais – art. 61, Lei nº 9.099/95)
Modelo – queixa-crime
(Espaço de dez linhas)
					“A”, (nacionalidade), (estado civil), (profissão), portador da cédula de identidade RG nº ... e inscrito no CPF/MF sob nº ..., residente e domiciliado na Rua ..., (cidade), por seu advogado que a esta subscreve, cujo instrumento de procuração com poderes especiais segue anexo (documento 01), vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, oferecer QUEIXA-CRIME, com fundamento legal nos artigos ... do Código de Processo Penal e ... do Código Penal, em face de “B”, (nacionalidade), (estado civil), (profissão), portador da cédula de identidade RG nº ... e inscrito no CPF/MF sob o nº ..., residente e domiciliado na Rua ..., nº ..., (cidade), pelos motivos a seguir expostos:
(Espaço de duas linhas)
					I – DOS FATOS
(Espaço de uma linha)
(Transcrever os dados do problema, ou seja, expor o fato criminoso com todas as circunstâncias, atendendo ao artigo 41 do Código de Processo Penal. Não acrescente dados que não estejam contemplados no enunciado)
(Espaço de duas linhas)
					II – DO DIREITO
(Espaço de uma linha)
(Transcreva o artigo que tipifica a conduta praticada e demonstre a adequação do fato à norma. Indique a tipificação da conduta praticada de forma completa, com todas as circunstâncias aplicáveis ao fato. Exemplos: agravantes, causas especiais de aumento de pena etc.)
					
						
(Caso haja mais de um crime, tipificar todas as condutas, indicando eventual existência de concurso de crimes)
(Ao final, insira o seguinte parágrafo)
					Assim sendo, o querelado praticou o crime tipificado no artigo ... do Código Penal (inserir a tipificação da conduta).
(Espaço de duas linhas)
					III – DO PEDIDO
(Espaço de uma linha)						
					Diante do exposto, requer à Vossa Excelência, após manifestação do Ministério Público, o recebimento e a autuação da presente queixa-crime, citando-se o querelado para responder aos termos da presente ação penal sob pena de revelia, e ao final seja condenado nos termos do artigo ... do Código Penal (inserir a tipificação da conduta).
					Requer, outrossim, a produção de todas as provas em direito admitidas e a intimação das testemunhas do rol abaixo, em caráter de imprescindibilidade (quando houver indicação no problema).
					Pleiteia, por fim, nos termos do artigo 387, IV, do Código de Processo Penal, que seja ao final fixado valor mínimo de indenização ao Querelante.
(Espaço de uma linha)
		
		Termos em que,
		 pede deferimento.
(Espaço de uma linha)
		
		Local e Data.
(Espaço de um linha)
		Advogado ...
		Querelante...
(Espaço de duas linhas)
ROL DE TESTEMUNHAS: (Deve ser apresentado desde que haja menção no problema. O número máximo de testemunhas depende do procedimento penal adotado).
1.	Nome ... Residência ...
2.	Nome ... Residência ...
3.	Nome ... Residência ...
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA ...º VARA CRIMINAL DA COMARCA DE ...
(ou)
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ FEDERAL DA ...º VARA CRIMINAL DA JUSTIÇA FEDERAL DA SUBSEÇÃO JUDICIÁRIA DE ...
(Crimes de competência da Justiça Federal – art. 109, CF)
(ou)
EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DO ...º JUIZADO ESPECIAL CRIMINAL DA COMARCA DE ...
(Infrações penais de menor potencial ofensivo: crimes cuja pena máxima em abstrato não ultrapasse 2 anos e contravenções penais – art. 61, Lei nº 9.099/95)
MODELO – QUEIXA-CRIME SUBSIDIÁRIA
(Espaço de dez linhas)
					“A”, (nacionalidade), (estado civil), (profissão), portador da cédula de identidade RG nº ... e inscrito no CPF/MF sob nº ..., residente e domiciliado na Rua ..., (cidade), por seu advogado que a esta subscreve, cujo instrumento de procuração com poderes especiais segue anexo (documento 01), vem, respeitosamente, à presença de Vossa Excelência, oferecer QUEIXA-CRIME SUBSIDIÁRIA, com fundamento legal no artigo 5º, inciso LIX da Constituição Federal; no artigo 29, do Código de Processo Penal e no artigo 100, §3º, do Código Penal, em face de “B”, (nacionalidade), (estado civil), (profissão), portador da cédula de identidade RG nº ... e inscrito no CPF/MF sob o nº ..., residente e domiciliado na Rua ..., nº ..., (cidade), pelos motivos a seguir expostos:
(Espaço de duas linhas)
					I – DOS FATOS
(Espaço de uma linha)
(Transcrever os dados do problema, ou seja, expor o fato criminoso com todas as circunstâncias, atendendo ao artigo 41 do Código de Processo Penal. Não acrescente dados que não estejam contemplados no enunciado)
(Redigir, no final, o seguinte parágrafo):
					O Ministério Público não promoveu a ação penal no prazo estipulado em lei.
(Espaço de duas linhas)
					II – DO DIREITO
(Espaço de uma linha)
(Iniciar com o seguinte parágrafo):
					Embora, o crime praticado seja de ação penal incondicionalmente pública,justifica-se a presente ação subsidiária em razão da inércia do Ministério Público em oferecer a denúncia no prazo do artigo 46 do Código de Processo Penal.
(Transcreva o artigo que tipifica a conduta praticada e demonstre a adequação do fato à norma. Indique a tipificação da conduta praticada de forma completa, com todas as circunstâncias aplicáveis ao fato. Exemplos: agravantes, causas especiais de aumento de pena etc.)
(Caso haja mais de um crime, tipificar todas as condutas, indicando eventual existência de concurso de crimes)
(Ao final, insira o seguinte parágrafo)
					Assim sendo, o querelado praticou o crime tipificado no artigo ... do Código Penal (inserir a tipificação da conduta).
(Espaço de duas linhas)
					III – DO PEDIDO
(Espaço de uma linha)						
					Diante do exposto, requer à Vossa Excelência, após manifestação do Ministério Público, o recebimento e a autuação da presente queixa-crime, citando-se o querelado para responder aos termos da presente ação penal sob pena de revelia, e ao final seja condenado nos termos do artigo ... do Código Penal (inserir a tipificação da conduta).
					Requer, outrossim, a produção de todas as provas em direito admitidas e a intimação das testemunhas do rol abaixo, em caráter de imprescindibilidade (quando houver indicação no problema).
					Pleiteia, por fim, nos termos do artigo 387, IV, do Código de Processo Penal, que seja ao final fixado valor mínimo de indenização ao Querelante.
(Espaço de uma linha)
					Termos em que,
					pede deferimento.
(Espaço de uma linha)
					Local e Data.
(Espaço de um linha)
					Advogado ...
					Querelante...
(Espaço de duas linhas)
ROL DE TESTEMUNHAS: (Deve ser apresentado desde que haja menção no problema. O número máximo de testemunhas depende do procedimento penal adotado).
1.	Nome ... Residência ...
2.	Nome ... Residência ...
	No dia 24 de Setembro de 2011, por volta das 22 horas, na Rua Grécia, Paulo estacionou seu carro em uma vaga, na rua, ocasião em que foi abordado por um flanelinha, de nome Pitágoras.
	Incomodado com a abordagem de Pitágoras, que apenas lhe questionou se poderia tomar conta do carro, Paulo passou a desferir-lhe xingamentos que visavam diminuí-lo em função da sua condição social – como safado e verme, que inclusive foram presenciados por dois transeuntes, Jorge e Felipe.
	Inconformado, Pitágoras dirigiu-se à Delegacia de Polícia, onde instaurou-se inquérito policial para apurar os fatos, sendo certo que ao final do procedimento investigatório, todos os elementos convergiam no sentido de que Paulo teria ofendido Pitágoras. Para isso, foram colhidas as declarações da vítima e das testemunhas.
	Questão: Como advogado de Pitágoras, atue em prol do constituinte.
Problema 01
debora.cerqueira@estacio.br

Outros materiais