A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Desenvolvimento da Face embriologia

Pré-visualização | Página 1 de 1

EMBRIOLOGIA Melanie | 2025.2 
 
 
↪Semana 4 
↪Formação do estomodeu – sofre 
influência do centro organizador do 
prosencéfalo e do rombencéfalo 
↪Os primórdios da face são originários da 
crista neural 
 →Proeminência frontonasal 
 →Par de proeminências maxilares 
 →Par de proeminências mandibulares 
↪É a principal fonte de tecido conjuntivo 
para os ossos, cartilagens e ligamentos da 
face e da boca 
PROEMINÊNCIA FRONTONASAL 
↪Porção ventrolateral do prosencéfalo dá 
origem aos olhos 
↪Porção frontal: testa 
↪Porção nasal: limite rostral do 
estomodeu e o nariz 
PROEMINÊNCIAS MAXILARES 
↪Formam os limites laterais do 
estomodeu 
PROEMINÊNCIAS MANDIBULARES 
↪Formam o limite caudal da boca 
 
MANDÍBULA E LÁBIO INFERIOR 
↪São as primeiras estruturas da face a 
serem formadas 
↪Fusão das extremidades mediais das 
proeminências mandibulares 
 
 
 
 
 
PLACÓIDES NASAIS 
↪Espessamentos ovoides bilaterais do 
ectoderma na porção infrolateral da 
proeminência frontonasal 
↪Convexo por espessamento do 
ectoderma 
↪Proliferação do mesênquima nas bordas 
do placoide: proeminências nasais 
 
FOSSETAS NASAIS 
↪Proliferação mesenquimal contínua – 
depressão dos placoides 
↪A proliferação do mesênquima da 
proeminência maxilar promove o 
crescimento medial em direção à outra. 
Proeminência nasal medial e lateral 
↪A migração medial das proeminências 
maxilares move as proeminências nasais 
mediais em direção à outra, e as laterais 
são separadas da proeminência maxilar 
pelo sulco nasolacrimal 
 
SEMANA 6 
↪Fusão da proeminência maxilar com a 
proeminência nasal lateral ao longo do 
sulco nasolacrimal 
 
SEMANA 7 – 10 
↪Fusão da proeminência nasal medial e 
maxilares 
 →Continuidade do maxilar superior 
 →Lábio 
 →Separação das fossetas do 
estomodeu 
EMBRIOLOGIA Melanie | 2025.2 
 
SEGUIMENTO INTERMAXILAR 
↪Porção mediana profunda do lábio 
superior 
↪Porção pré-maxilar da maxila e gengiva 
associada 
↪Palato primário 
 
↪As porções laterais do lábio superior e 
o palato secundário se formam a partir 
das proeminências maxilares que se 
fusionam lateralmente com as 
proeminências mandibulares 
↪As porções inferiores das 
proeminências nasais mediais são 
cobertas por extensões mediais da 
proeminência maxilar formando o filtro 
 
CAVIDADES NASAIS 
↪Placoides formam as fossetas nasais 
↪A proliferação mesenquimal resulta nas 
proeminências nasais laterais e mediais e 
consequente aprofundamento das 
fossetas e formando o saco nasal 
primitivo 
↪Os sacos nasais crescem dorsalmente, 
ventralmente ao prosencéfalo e são 
separados da cavidade oral pela 
membrana oronasal 
 
↪Semana 6: rompimento da membrana 
oronasal – comunicação – coana 
↪Com o desenvolvimento do palato 
secundário, a coana se localiza na 
comunicação da cavidade nasal e faringe 
 
↪Concha nasal média, inferior e superior: 
elevações na parede lateral das fossetas 
nasais 
↪Epitélio olfatório: especialização do 
ectoderma do teto 
↪Células receptoras olfativas: sofrem 
diferenciação epitelial, formam os axônios 
que irão formar o nervo olfatório 
 
SEIOS PARANASAIS 
↪O seio maxilar é formado na vida fetal 
↪Os demais são formados após o 
nascimento 
↪Se formam de protuberâncias das 
paredes das cavidades nasais que se 
preenchem de ar nos ossos adjacentes 
(pneumáticas). Persistem como orifícios 
dos seios adultos 
 
DESENVOLVIMENTO DO PALATO 
↪Semana 6 – 12 
↪Período crítico: 6-9 – período em que 
acontecem maiores erros de 
dismorfismos da face 
 
PALATO PRIMÁRIO 
↪Início na semana 6 
↪Processo palatino medial se desenvolve 
da porção profunda do maxila 
↪Inicialmente é formado por mesênquima 
em forma de cunha entre a superfície 
interna da proeminência maxilar em 
desenvolvimento 
↪Dá origem à porção pré-maxilar da 
maxila 
↪Representa uma pequena parte do 
palato duro 
 
 
 
 
EMBRIOLOGIA Melanie | 2025.2 
 
PALATO SECUNDÁRIO 
↪Semana 6 
↪Primórdio das porções dura e mole do 
palato 
↪Se desenvolvem a partir de projeções 
mesenquimais da face interna das 
proeminências maxilares – processos 
palatinos laterais infromediais de cada lado 
da língua 
 
↪Semana 7 – 8: os processos palatinos 
laterais se estendem em direção 
horizontal superior à língua 
↪Fusão: 
 →Medial 
 →Com o septo nasal 
 →Com o palato primário 
 
SEQUÊNCIA PIERRE-ROBIN 
↪Crescimento da mandíbula 
↪A língua se torna menor e move-se 
inferiormente 
 
 
 
SEPTO NASAL 
↪Padrão de crescimento de cima para 
baixo, a partir das porções internas das 
proeminências nasais mediais fundidas 
 
↪Semana 9 – 12: fusão com os processos 
palatinos no sentido anterior – posterior 
 
↪O osso se desenvolve por ossificação 
membranosa a partir do palato primário 
formando a porção pré-maxilar, que aloja 
os dentes incisivos 
↪Os ossos se estendem dos ossos 
maxilares e do processo palatino lateral 
para formar o palato duro 
↪Simultaneamente, as porções 
posteriores não se calcificam, e se 
estendem além do septo nasal e se 
fundem formando o palato mole e a úvula 
 
FENDA NASOLABIAL E FENDA PALATINA 
↪São frequentes 
↪Marcos de referência: fossa e papilas 
incisivas 
↪Cursam com a alteração facial e na fala 
↪Se dividem em: anomalias de fendas 
anteriores e anomalias de fendas 
posteriores 
 
ANOMALIAS DE FENDAS ANTERIORES 
↪Fendas nasolabiais com ou sem fenda 
da porção alveolar da maxila 
↪Fenda completa: se estende do lábio 
até a fossa incisiva, separando as porções 
anterior e posterior do palato 
↪Deficiência do mesênquima nas 
proeminências maxilares e no processo 
palatino mediano 
↪As fendas unilaterais envolvem o lábio 
superior 
↪Incapacidade da proeminência maxilar 
do lado afetado de se unir com as 
EMBRIOLOGIA Melanie | 2025.2 
 
proeminências nasais mediais persistindo 
o sulco labial 
 
↪O tecido do assoalho do sulco se 
decompõe dividindo o lábio em porção 
medial e lateral 
↪Banda de Simonart: ponte que une 
porções do lábio com a fenda nasolabial