A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
3 pág.
DISCURSIVAS - DIMENSÃO MARXISTA

Pré-visualização | Página 1 de 2

Dimensão Marxista
1. Os teóricos afirmavam que a fonte da riqueza da sociedade é o trabalho. Porém, aos interesses de qual classe seus estudos se alinhavam? (AULA 1, TEMA 4)
Sua análise mantinha-se nos marcos do pensamento liberal, apresentando argumentos da lógica capitalista de produção e da concentração da riqueza em mãos dos proletariados burgueses
2. Descreva o fenômeno alienação. 
(AULA 1, TEMA 5)
Entendemos que a alienação ocorre através de um processo de exteriorização de algo que só a essência humana pode realizar a do não conhecimento desta atividade enquanto tal. Sendo assim, uma vez estabelecido todo processo de trabalho até o seu final, o produto do processo se transforma em algo estranho ao seu produtor. 
3. Segundo Marx, como acontece a relação de classe entre burguesia e o proletariado? (AULA 2, TEMA 2)
A burguesia detentora dos meios de produção compra a força de trabalho do proletariado que não possui outra alternativa de sobrevivência e paga para ele através do salário. Já o proletariado vende sua força de trabalho de maneira consciente ou não, se submete à condição de exploração como a única Alternativa de sobrevivência tendo em vista que os bens de consumo necessários para manutenção de sua sobrevivência são adquiridos através de seu tempo de trabalho
4. Conforme a análise Marxiana, como acontece à exploração da força de trabalho no modo de produção capitalista. (AULA 2, TEMA 2)
O trabalhador vende sua força de trabalho no mercado em troca de um salário, que é determinado pelo tempo de trabalho dispensado para produção de um objeto. Mas, o salário não é apenas o pagamento pelo trabalho realizado, é também uma das fontes da exploração sob a forma de extração de mais valia na esfera da produção. É exatamente o fato de o trabalho executado pelo trabalhador não ser pago integralmente que possibilita a extração do que Marx chama de mais valia.
5. Descreva as principais críticas do autor (José Murilo) sobre o posicionamento da classe trabalhadora nesse período histórico (era Vargas) (AULA 3, TEMA 1)
O autor afirma que a cidadania apresentada aos trabalhadores na Era Vargas não foi fruto de reivindicações e condiziam com a estratégia populista de dominação de classe nesse contexto os trabalhadores assumiram a figura passiva e receptora ao invés de ativa e reivindicatórias, porém os trabalhadores brasileiros passaram a possuir direitos que outra outrora não tinha e acenderam no quadro político brasileiro como nunca antes.
6. O que provocou esse chamado “milagre econômico”? (AULA 3, TEMA 2)
Percebemos que uma série de fatores foram contribuintes para o estabelecimento do milagre, mas a injeção de um imenso capital estrangeiro no país foi fundamental para a sua consolidação. 
7. Quais os fatores econômicos e políticos que favoreceram e justificaram a instalação do Golpe Militar ocorrido em 31 de março de 1964? (AULA 3, TEMA 1)
I A alegação de uma suposta ameaça comunista no país; II Incidência de instabilidade em todas as áreas sociais; III. Inflação de mais de 100% ao ano e descontrole nas contas públicas; IV Insatisfação das classes dominantes sobre a política populista implementada pelo então Presidente da República, João Goulart.
8. Tendo em vista os conteúdos estudados até aqui, descreva a contradição social que fundamenta a intervenção profissional do assistente social. (AULA 3, TEMA 5)
Essa contradição é aquela entre capital e trabalho ou entre a burguesia detentora dos meios de produção e a classe operária vendedora de força de trabalho. Ela determina a chamada questão social e o assistente social em sua ação profissional se propõe a enfrentar as expressões da mesma que se manifestam na área de habitação saúde moradia e assistência social segurança alimentar entre outros necessita da clareza deste confronto para fundamentar sua prática cotidiana. 
9. Descreva os fatos que contribuíram para a queda do Regime Militar Brasileiro. (AULA 3, TEMA 2)
A partir do fim do período chamado milagre econômico, instaura-se a crise do petróleo e a recessão mundial interfere na economia brasileira. Neste momento os créditos e empréstimos internacionais diminui, e o campo de reabertura política no Brasil se torna favorável, é onde os setores da sociedade se organizam para reclamar sua insatisfação e pressionar pelo fim do Regime Militar.
10. Tendo em vista o conteúdo estudado explique qual foi o impacto da atração do estado na execução das políticas sociais. (AULA 3, TEMA 4)
Uma das medidas do pacote neoliberal na década de 1990 visava combater a crise fiscal através do corte de gastos do poder público com a área social chamando a sociedade civil organizada para fornecer respostas as contradições sociais. Essa proposta contribui para a desqualificação da ação do estado no campo das políticas sociais que promoveu a inversão de papéis entre a sociedade e estado no enfrentamento dos problemas sociais enfrentados pela classe trabalhadora.
11. Nesse contexto explique como ocorre o processo de ideação prévia e /ou objetivação. (AULA 4, TEMA 2)
A ideação prévia é um processo que permite a construção de uma consciência acerca do resultado provável de uma ação determinada, ou seja, é a ideia que o homem tem acerca do resultado final do objeto do seu trabalho.
12. Nessa perspectiva, descreva a importância da análise conjuntural sócio histórica do Movimento de Reconceituação da profissão (AULA 4, TEMA 5)
Nessa perspectiva, pudemos compreender que a análise conjuntural é de suma importância para compreensão dos rumos tomados pelo profissional a partir das décadas de 1980 e 1990, uma vez que foi um período decisivo para a consolidação do projeto profissional que desfrutamos ainda em nossos dias.
13. Com base conteúdos abordados, descreva o objetivo (reconceituação) Desta procura por um novo projeto profissional. (AULA 4, TEMA 3)
O chamado período de renovação profissional foi um momento onde as diferentes tendências profissionais se encontraram, com objetivo de enriquecer o debate profissional e enfraquecer completamente a dimensão tradicional da profissão. A categoria procurava um projeto profissional que correspondesse de forma coerente e consistente as novas demandas colocadas pelo capital em processo de amadurecimento, rompendo com as práticas conservadoras e tradicionais.
14. Nesse contexto, explique as características do trabalho do assistente social e a sua localização na sociedade. (AULA 5, TEMA 5)
O serviço social é uma profissão que, como todas as demais, envolve uma atividade especializada e que possui especificidades na divisão social e técnica do trabalho coletivo, e que, portanto requer fundamentos teórico- metodológicos, a eleição de uma perspectiva ética e a formação de habilidades consistentes de política
15. Com base nos nossos estudos, explique o porquê da necessidade do assistente social compreender os aspectos históricos e políticos da realidade onde está inserido. (AULA 5, TEMA 5)
A partir do entendimento da categoria profissional sobre o seu lugar na divisão de classes e a determinação das contradições sociais, ela assume um papel de defensor dos direitos sociais e se aproxima da classe trabalhadora, população usuária de seu atendimento. Esse desvelamento permite uma intervenção mais eficaz e positiva, alinhada com a realidade social contraditória.
	16. Com base nos nossos estudos, descreva uma delas. (AULA 5, TEMA 4)
Interventiva: Abrangendo a intervenção em si, a instrumentalidade, o conhecimento das vertentes teórico-metodológicas, os instrumentos técnico-operativos e os componentes éticos, os do campo das habilidades, os componentes políticos, o conhecimento das condições objetivas de vida do usuário e o reconhecimento da realidade social. Busca-se nessa esfera explicitar o fazer profissional e perceber que é dela que emerge a existência, a materialidade e a concreticidade da profissão;
Analítica: Nessa dimensão está contida a elaboração de pesquisas, produção do conhecimento e os aspectos analíticos que dão suporte, qualificam e garantem a concretização da ação