A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
23 pág.
RELATÓRIO DE EXTENSÃO PRONTO

Pré-visualização | Página 1 de 6

CENTRO UNIVERSITÁRIO INTERNACIONAL UNINTER
 
ESTÁGIO SUPERVISIONADO EDUCAÇÃO INFANTIL
HIBRIDO-EXTENSÃO
PIRAQUARA
13
2021
 
 ESTÁGIO SUPERVISIONADO EDUCAÇÃO INFANTIL
 “O LÚDICO NO CONTEXTO DE PANDEMIA NA EDUCAÇÃO INFANTIL”
Relatório de estágio supervisionado da Educação Infantil apresentado ao curso de Licenciatura em Pedagogia do Centro Universitário Internacional UNINTER do 
PIRAQUARA
2021
SUMÁRIO
	1
	INTRODUÇÃO........................................................................................
	3
	2
	O PROJETO DE EXTENSÃO................................................................
	4
	2.1
	ESTADO DA ARTE.................................................................................
	5
	2.2
	CAMPO EXTERNO REMOTO – ANÁLISE IMAGÉTICA. .....................
	68
	2.3
	MATERIAL: CRIAÇÃO E REFLEXÃO. ................................................
	9
	 2.4
	PRÁXIS E RELATÓRIO DE EVIDÊNCIAS ..................................... 10 
	
	2.4.1
	Práxis ................................................................................................11
	
	2.4.2
	Relatório de evidências .....................................................................15
	
	3
	CONSIDERAÇÕES FINAIS.. ............................................................ 19
	
	
	REFERÊNCIAS....................................................................................22
	
1 INTRODUÇÃO 
 Este projeto de extensão perpassa toda a realização da pesquisa desde seu inicio e idealização até as etapas de confecção de um jogo lúdico, para servir de exemplo e apresentar os objetivos das atividades lúdicas, para a Educação Infantil, analisar a metodologia do lúdico, identificar as suas características para o ensino aprendizado.
 Em pleno século XXI, estamos vivenciando uma fase histórica para a saúde pública, ou seja, uma pandemia. O mundo parou para assistir e ouvir os noticiários desesperador e alarmante sobre o covid 19 que, por conta disso, as autoridades oficializaram “Caos Mundial” e quarentena para todos, com exceção dos que combatem ao vírus como os profissionais da saúde.
 Desde então, foi mantido um ensino remoto nas escolas e atendimento ao público, para evitar aglomerações e consequentemente evitar o vírus. Com o ensino remoto, os educadores tiveram que aprender, inovar, desenvolver-se tecnologicamente falando, para propiciar um ensino aprendizagem de qualidade para suas crianças/estudantes e adaptar atividades fáceis ou de fácil entendimento para os pais e responsáveis poderem estar auxiliando suas crianças e juntos alcançando os objetivos das atividades e mantendo uma rotina diária de estudos.
 Contudo essas atividades proposta pelo professor mediador devem ser prazerosas e realizadas assim como para a criança, como para os pais numa metodologia lúdica e divertida, por isso elaborei um vídeo cujo objetivo é descrever as características do Lúdico e sua importância para o desenvolvimento do ensino aprendizado da criança.
 Esse método tem como referencial teórico e, é aprovado por grandes e nomeados pensadores, filósofos e educadores como LEV VYGOTSKY (1896-1934), PLATÃO (347 a.c ) e FROEBEL (1825), tem como maior objetivo auxiliar no desenvolvimento da criança/estudante no aspecto emocional, afetivo, cognitivo e social.
 Considerando a importância do Lúdico para o desenvolvimento infantil no contexto de pandemia, apresento no primeiro momento os encaminhamentos metodológicos a serem observados pelos educadores utilizando as brincadeiras e jogos como uma eficaz ferramenta didática para o ensino aprendizado no meu projeto de extensão em seguida as características das atividades lúdicas e os objetivos que essa metodologia deve ser alcançada.
2 O PROJETO DE EXTENSÃO 
Falar sobre o lúdico é propiciar uma forma divertida de ensinar brincando, tornando a atividade prazerosa tanto para a criança/estudante quanto para os pais, que estão na linha de frente agora ensinando seus filhos em casa. Essa forma de aprendizado proporciona para a criança um aspecto importante para seu desenvolvimento, a interação com o meio social, pois ela constrói com seu imaginário recriando no brincar e assume papéis que ela vivência no dia a dia.
Entretanto o “Lúdico” significa brincar com jogos ou divertidos brinquedos, até mesmo atividades da sua imaginação, tornando esse ato de brincar mais prazeroso ou engraçado, do que qualquer outro propósito de entreterimento infantil. O lúdico é uma forma de brincar, desenhar, jogar e, é através dele que se pode identificar o desenvolvimento no aspecto físico, social, atenção, a memória a imitação, a imaginação, pode desenvolver principalmente sua personalidade, afetividade, motricidade, inteligência, sociabilidade e criatividade.
Os jogos e brincadeiras se torna um recurso metodológico que possibilita o mediador observar e destacar como a criança inicia seu processo de adaptação a realidade, aprende a lidar de forma mais coordenada, flexível e intencional com seu corpo organizando no espaço temporal e espacial, contudo os jogos são atividades fundamentais para a sua identidade e autonomia.
É na Educação Infantil que a criança desenvolve a sua coordenação motora, habilidades visuais, auditivas, espírito competitivo e exercita o cérebro e o corpo. Nas atividades lúdicas a criança/estudante aprende a analisar, comparar, nomeia, mede, associa, calcula, classifica, compõe, conceitua, cria e deduz e, além disso, treina a sua linguagem e consequentemente inicia a aquisão do conhecimento.
Portanto essa forma de aprender direciona a construção saudável de um ser pensante que contribui a sua formação e conhecimentos para que os mediadores tenham um olhar diferenciado para as nossas crianças, que ele possa através da observação da brincadeira, interpretar seus sentimentos, angústias e alegria, pode ser bobo esse pensamento para alguns, mas para o educando é na brincadeira que se inicia sua personalidade e criatividade.
Para Friedman (1996) e Volpato (1999).
´“A brincadeira refere-se ao comportamento espontâneo ao realizar uma atividade das mais diversas. O jogo é uma brincadeira que envolve curtas regras, estipuladas pelos próprios participantes. O brinquedo é identificado como o objeto de brincadeira. A atividade lúdica compreende de todos os conceitos anteriores”
2.1 ESTADO DA ARTE 
 
 O ato de brincar é tão antigo quanto o próprio homem, pois sempre manifestou uma tendência lúdica, isto é, um impulso para o jogo. Alguns dizem que o jogo não se limita apenas à humanidade pois acreditava que já era praticado por alguns animais. 
 Na Era Medieval, as crianças eram vistas como um adulto em miniatura e assim então realizavam as mesmas tarefas que de um adulto, não existia infância e tão pouco brincadeiras e muito menos ensinamentos referentes a educação, somente afazeres domésticos para meninas, assim como para as mulheres, e afazeres braçais para meninos, assim como para os homens. Entretanto essa visão mudou quando pensadores como PLATÃO (347 a.c) e FROEBEL (1896-1934) registraram seus pensamentos em que as crianças precisavam de educação e cuidados, pois não estavam maduros o suficientes para somente adquirirem tais afazeres domésticos e se privarem apenas disso, contudo a partir dai iniciou estudos que provaram o quão poderiam as crianças serem educadas e desde que idade pode adquirir conhecimento, pois nessa época Platão já ensinava matemática para algumas crianças na metodologia lúdica através dos jogos educativos que ele mesmo criava.
 Somente no final do século XVIII que as crianças foram separadas dos adultos e assim colocadas para ser ensinada a educação e assim iniciou um cuidado mais atencioso e um olhar mais sentimental pela infância. Na modernidade o âmbito escolar favoreceu a convivência das crianças com relação à educação e convívio social com os demais individuo