A maior rede de estudos do Brasil

Grátis
4 pág.
Anemia e Policitemia

Pré-visualização | Página 1 de 2

1 Amaríntia Rezende – Interpretação de Exames Laboratoriais 
INTERPRETAÇÃO DO ERITROGRAMA 
ERITROPOESE 
 Hipóxia: rim em hipóxia libera eritropoietina, 
levando a produção de hemácias. 
 Sítios de produção: medula óssea, baço e fígado. 
 Não é incomum ver em animais anêmicos 
hepatoesplenomegalia. 
HEMOCATERESE 
 As hemácias senescentes precisam ser removidas 
do organismo, são fagocitadas pelos macrófagos, 
principalmente no baço. 
 Os macrófagos digerem a membrana, hidrolisa a 
globina e degrada o grupo heme. 
 Globina e ferro – reciclados 
 Heme – bilirrubina 
 
 
 As hemácias jovens são maiores que as hemácias 
maduras, e tem menor concentração de 
hemoglobina que as células maduras. 
 As hemácias jovens ainda têm organelas, núcleo. 
Já as hemácias maduras não anucleadas e sem 
organelas. 
ERITROGRAMA 
 Contagem total, hemoglobina, hematócrito, 
VCM, CHCM, morfologia (contagem de 
reticulócitos). 
 
 
 Contagem total de eritrócitos (em milhões/uL) 
o Gatos: 5,0 a 10,0 
o Cães: 5,5 a 8,5 
 Hemoglobina (g/dL) 
o Gatos: 8,0 a 15,0 
o Cães: 12,0 a 18,0 
 Hematócrito- porcentagem de glóbulos que tem 
no total de sangue (%) 
o Gatos: 24 a 45 
o Cães: 37 a 55 
FILHOTES CANINOS 
 Quantidade de hemácias, hemoglobina e 
hematócrito bem menos. 
 Até 60 dias de idade 
o He: 3.300.000 a 3.600.000 /microlitro 
o Hb: 8,6 a 9,6 g/dL 
o Ht: 25,5 a 30,5 
IDOSOS 
 < 8 anos. 
 Quantidade de hemácias, hemoglobina e 
hematócrito inferior da referência ou 
ligeiramente anêmico. 
ANEMIA 
CLASSIFICAÇÃO DAS ANEMIAS 
• Arregenerativa ou regenerativa? 
 VCM ou VGM (Volume corpuscular/globular 
médio): tamanho médio dos eritrócitos. 
o Gatos: 39 a 55 
o Cães: 60 a 77 
 Macrocítica, normocítica ou microcítica. 
 Anisocitose: hemácias de tamanhos diferentes. 
 
 CHCM (Concentração de hemoglobina 
corpuscular média): concentração de 
hemoglobina por volume de sangue (médica de 
coloração das células). 
o Gatos: 30 a 35 
o Cães: 32 a 36 
 Normocrômica ou hipocrômica 
 Policromasia – várias hemácias de colorações 
diferentes. Com quantidades de hemoglobina 
diferente. 
 
 
 
 
 
2 Amaríntia Rezende – Interpretação de Exames Laboratoriais 
 Anisocitose e policromasia 
 
 Reticulócitos: hemácias com restos de 
ribossomos ou de outras organelas. Hemácia 
jovem. 
o Gatos: >50.000 (regeneração) 
o Cães: >60.000 (regeneração) 
 
 Corpúsculos de Howell Jolly: são hemácias com 
resquícios de núcleo, indícios de uma hemácia 
jovem. 
 
RETICULÓCITO FELINO 
 Reticulócitos agregados e pontilhados. 
 Em gatos, só é feita a contagem de reticulócitos 
agregados. 
ANEMIA ARREGENERATIVA 
 A anemia arregenerativa vai apresentar: 
 Eritrócitos de morfologia normal 
 Baixa porcentagem de reticulócitos 
 VCM e CHCM normal (normocítica 
normocrômica) 
 No mielograma: medula hipoplasia de eritróides. 
 
 
 
ANEMIA ARREGENERATIVA 
CAUSA EXTRAMEDULAR 
INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA 
 O rim deficiente não consegue produzir 
quantidade ideal de eritropoietina. 
 Dosar creatinina e uréia. 
DOENÇAS INFAMATÓRIAS CRÔNICAS 
 Produção de citocinas inflamatórias circulantes 
causam anemia falta de disponibilidade de ferro 
para produção de hemoglobina. 
 Anemia + leucocitose neutrofílica = suspeitar de 
uma anemia por doença inflamatória. 
HEMOPARASITOSE CRÔNICA 
 Erliquiose 
 Hiperglobulinemia, linfócitos ativados e 
trombocitopenia 
FELV 
 Vírus do FELV causa anemia arregenerativa. 
ENDOCRINOPATIA 
 Hipotireoidismo e hipreadrenocorticismo 
 Menor sensibilidade à eritropoietina pelos 
percursores eritróides. 
DROGAS 
 Quimioterápicos: ciclofosfamida, vincristina, 
azatiopina 
 Fenilbutazona, griseofulvina, fenobarbital, 
colchicina, cloranfenicol, albendazol. 
 Estrógeno 
CAUSAS INTRAMEDULARES 
DOENÇAS MIELOPROLIFERATIVAS 
 Leucemias. Causa mielofitise, substituição do 
tecido hematopoiético pelo tecido leucêmico. 
 Exemplo: leucemia linfocítica. 
 
 
 
 
3 Amaríntia Rezende – Interpretação de Exames Laboratoriais 
INFILTRADOS NEOPLÁSICOS 
 Mastocitomas 
 Mieloma múltiplo. 
 As neoplasias podem infiltrar a medula óssea, 
causando mielofitise, substituição do tecido 
hematopoiético por tecido neoplásico. 
MIELOFIBROSE 
 Agente etiolócos chegam a medula e causam 
mielofibrose 
 Erlichia, FELV. 
ANEMIA REGENERATIVA 
 Presença: policromasia, anisocitose, Corpúsculos 
de Howell-Joolly, hemácias nucleadas. 
 Reticulócitos elevados 
 VCM elevado (hemácias mais jovens são maiores) 
 CHCM diminuído (hemácias jovens tem menos 
hemoglobina) 
 (macrocítica hipocrômica) 
 Medula hiperplásica eritróide 
CAUSAS 
 Hemorragias (aguda e crônica) e hemólise. 
HEMORRAGIA AGUDA 
 Trauma, trombocitopenia (diátese hemorrágica), 
defeitos de coagulação (fatores de coagulação, 
função plaquetária), tumores, cirurgias. 
 Atenção: numa hemorragia muito aguda, se 
colher sangue logo após início dessa hemorragia, 
o hemograma não diz muita coisa. É preciso 
esperar que o corpo redistribua os líquidos 
(depois de 2 a 4 horas após o ocorrido). E 
demora até 72h para liberar reticulócitos. 
 Trauma: brigas, escoriações, armas, fraturas 
expostas, quedas. Cirurgias e doação de sangue. 
 Tromocitopenia: principal causa é 
hemoparasitas. Outra causa é CID (coagulação 
intravascular disseminada). 
 Defeitos de coagulação: Congênito (ex: doença 
de Von Willebrand) ou adquiridos (CID, falta de 
vitamina K veneno de rato, cirrose hepática). 
 Tumores: hemangiossarcoma e tumores 
hepáticos. Rompimento causa hemorragia 
interna. 
HEMORRAGIA CRÔNICA 
• Hemorragia do TGI (melena, 
hematoquezia). 
• Ectoparasitas 
• Parasitos intestinais 
HEMÓLISE 
Anemia hemolítica imunomediada primária 
 Corpo reconhece hemácias como corpo estranha, 
produzir imunoglobulinas contra as hemácias. 
 Esferócitos no hemograma 
 Síndrome de Evans (anticorpos contra as 
hemácias e plaquetas) 
 Esferócitos: deposição de imunoglobulina nas 
hemácias, o sistema monócito fagocitário e 
fagocita apenas uma parte da membrana e a 
hemácia perde a biconcavidade 
. 
Anemia hemolítica imunomediada secundária 
 Hemoparasitas 
o (babesia, hemobartolenose, 
cytauxzoon) 
 Vacinas 
 Bactérias – Leptospirose e as Clostridioses 
 Alimentos (Cebola, cebolinha e alho). Esses 
alimentos causam oxidação da hemoglobina 
o Achado: Corpúsculo de Heinz 
o . 
 Achados de anemia imunomediada : aglutinação, 
presença de imunoglobulinas 
 
4 Amaríntia Rezende – Interpretação de Exames Laboratoriais 
 
 Hemácias em Roleaux: qualquer condição 
inflamatória pode levar a Roleaux, é normal em 
gatos, elevação do fibrinogênio. 
 
o Causa empilhamento das hemácias 
 Drogas: paracetamol, penicilina, cefalosporina, 
levamisol, sulfa-trimetropim 
ANEMIA MICROCÍTICA HIPOCRÔMICA 
 Anemia ferropriva 
 Deficiência de Fe 
 Por deficiência de Fe nutricional 
 Por hemorragia: Perda de Fe 
 Raças: Akita 
 Em cirrose ou shunt portossistêmico. 
 Microcítica pois ao perceber a falta de 
hemoglobina ele divide a hemácia mais uma vez, 
ficando uma hemácia menor. 
POLICITEMIA 
 Policitemia vera 
 Policitemia relativa 
 Policitemia secundária 
POLICITEMIA VERA 
 Proliferação desordenada e sem controle. 
 Raro 
 
 
POLICITEMIA RELATIVA 
 Desidratação: a perda de líquido faz o 
hematócrito parecer aumentado, pelo plasma 
diminuído. 
 Contração esplênica: baço armazena grande 
quantidade de hemácias, principalmente 
estresse (por adrenalina ou cortisol). 
POLICITEMIA SECUNDÁRIA 
 Lugares com altas atitudes: lugares que ar é mais 
rarefeito, causa maior produção de 
eritropoietina. 
 Distúrbios cardiorrespiratórios: insuficiência 
cardíaca ou respiratória. Não tem oxigenação 
adequada, maior produção de eritropoietina. 
OUTRAS CAUSAS 
 Hipertireoidismo – tem sensibilidade maior a 
eritropoietina.