Buscar

Equilibrio_de_solubilidade (1)

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes
Você viu 3, do total de 5 páginas

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Faça como milhares de estudantes: teste grátis o Passei Direto

Esse e outros conteúdos desbloqueados

16 milhões de materiais de várias disciplinas

Impressão de materiais

Agora você pode testar o

Passei Direto grátis

Você também pode ser Premium ajudando estudantes

Prévia do material em texto

Lista de Exercícios – Equilíbrio de Solubilidade 
Professor Frank Pereira de Andrade 
Universidade Federal de São João Del Rei 
Campus Centro Oeste Dona Lindu (CCO/UFSJ) 
 
ALGUNS EXERCÍCIOS SÃO DE AUTORIA PRÓPRIA. OS DEMAIS SÃO 
ADAPTADOS DE LIVROS CITADOS ABAIXO. 
 
1 – Calcule o produto de solubilidade das seguintes substâncias: 
a) Oxalato de prata , S = 3,39 g/L e MM = 303,76 g/mol. 
b) A3B2 , S = 1,0 x 10
-5 mol/L. 
c) SrF2 , S = 8,5 x 10
-4 mol/L. 
d) Ce(IO3)3 , S = 1,85 x 10
-3 mol/L. 
e) Cianeto de prata , S = 9,1 x 10-6 % e MM = 133,89 g/mol. 
f) Cloreto de prata , S = 1,94 x 10-4 g/100 mL e MM = 143,32 g/mol. 
Respostas: a) Kps = 5,6 x 10-6 ; b) Kps = 1,1 x 10-23 ; c) Kps = 2,5 x 10-9 ; d) Kps = 5,0 x 
10-2 ; e) Kps = 6,8 x 10-7 ; f) 1,8 x 10-10 
 
2 – Calcule a solubilidade das seguintes substâncias: 
a) AB , Kps = 10-8 ; b) A2B , Kps = 4 x 10
-12 ; c) A3B2 , Kps = 1,08 x 10
-30 
d) A3B4 , Kps = 10
-25 
Respostas: a) S = 1,0 x 10-4 mol/L ; b) S = 1,0 x 10-4 mol/L ; c) S = 1,02 x 10-6 mol/L ; d) 
7,6 x 10-5 mol/L. 
 
3 – Que volume de solução “B” 10-4 mol/L deve ser adicionado a 10 mL de solução “A” 
10-2 mol/L, para que ocorra formação de precipitado? KpsAB = 10
-7,5. 
Resposta: 296 L 
 
4 – Haverá formação de precipitado de sulfato de chumbo quando 100 mL de solução 
0,0030 mol/L de Pb(NO3)2 são misturados com 400 mL de solução 0,01 mol/L de 
Na2SO2? KpsPbSO4 = 1,9 x 10
-8. 
Resposta: Sim, pois PI = 4,8 x 10-5 > KpsPbSO4. 
 
Lista de Exercícios – Equilíbrio de Solubilidade 
Professor Frank Pereira de Andrade 
Universidade Federal de São João Del Rei 
Campus Centro Oeste Dona Lindu (CCO/UFSJ) 
 
5 – Haverá formação de precipitado quando se misturam 100 mL de solução 0,010 
mol/L de nitrato de chumbo(II) com 100 mL de solução 0,10 mol/L de iodeto de 
potássio? KpsPbI2 = 7,1 x 10
-9. 
Resposta: Sim, pois PI = 1,25 x 10-5 > KpsPbSO4. 
 
6 – Quantos gramas de iodato de chumbo(II) se dissolvem em 200 mL de solução 
aquosa? KpsPb(IO3)2 = 2,6 x 10-13 ; MMPb(IO3)2 = 556,99 g/mol. 
Resposta: 4,48 mg. 
 
7 – Calcule a concentração (em g/L) de uma solução saturada de fosfato de chumbo(II) 
– MM = 811,50 g/mol, sabendo que seu produto de solubilidade é 1,5 x 10-32. 
Resposta: 1,37 x 10-4 g/L. 
 
8 – Calcule a solubilidade do acetato de cálcio em uma solução de acetato de sódio 0,1 
mol/L. KpsCaC2O4 = 2,3 x 10
-9. 
Resposta: 2,3 x 10-8 mol/L. 
 
9 – Calcule a solubilidade do acetato de prata(II) em: 
a) Água ; b) Solução 0,20 mol/L de Na2C2O4. 
Respostas: a) 1,4 x 10-4 mol/L ; b) 1,17 x 10-5 mol/L. 
 
10 – 2 – Calcule a solubilidade das seguintes substâncias: 
a) Sulfato de chumbo(II) em uma solução 0,05 mol/L de nitrato de chumbo(II) ; Kps = 
1,58 x 10-8. 
b) Fluoreto de Magnésio em uma solução 0,1 mol/L de fluoreto de potássio ; Kps = 
6,61 x 10-9. 
c) Sulfato de chumbo(II) em uma solução 0,0142 g/100 mL de sulfato de sódio (MM = 
142 g/mol) ; Kps = 1,58 x 10-8. 
Respostas: a) S = 3,16 x 10-7 mol/L ; b) S = 6,61 x 10-7 mol/L ; c) S = 1,58 x 10-5 mol/L. 
 
Lista de Exercícios – Equilíbrio de Solubilidade 
Professor Frank Pereira de Andrade 
Universidade Federal de São João Del Rei 
Campus Centro Oeste Dona Lindu (CCO/UFSJ) 
 
11 – Calcule o pH de uma solução saturada de hidróxido de magnésio, sabendo que 
seu produto de solubilidade é 1,8 x 10-11. 
Resposta: pH = 10,5. 
 
12 – A 25 °C, 250 mL de uma solução saturada de carbonato de cálcio contém 1,7325 x 
10-2 g do sal. Calcule o produto de solubilidade do carbonato de cálcio (MM = 100,09 
g/mol). 
Resposta: Kps = 4,79 x 10-7. 
 
13 – Qual é a massa de cromato de bário (Kps = 2,4 x 10-10 e MM = 252,29 g/mol) 
presente em 500 mL de uma solução saturada? 
Resposta: 1,9625 mg. 
 
14 – Os produtos de solubilidade do sulfato de chumbo, cromato de bário e hidróxido 
de zinco são, respectivamente: 1,8 x 10-8 ; 2,4 x 10-10 e 1,0 x 10-18. Determine a 
concentração de cada cátion nas respectivas soluções saturadas. 
Resposta: [Pb2+] = 1,34 x 10-4 mol/L ; [Ba2+] = 1,55 x 10-3 mol/L e [Zn2+] = 6,30 x 10-3 
mol/L. 
 
15 – Determine a massa de íons chumbo (MM = 207,2 g/mol) e de íons iodeto (MM = 
126,9 g/mol) presentes em 5,0 mL de um solução saturada de iodeto de chumbo(II) – 
Kps = 8,7 x 10-9. 
Respostas: [Pb2+] = 1,345 mg ; [I-] = 1,650 mg. 
 
16 – Qual sal apresentará concentração de íons prata mais elevada em uma solução 
saturada: (Ag)3PO4 ( Kps = 1,8 x 10
-18) ou Ag2CrO4 (Kps = 4,1 x 10
-12)? 
Resposta: Cromato de prata. 
 
17 – Determine a concentração de íons hidróxido necessária para iniciar a precipitação 
de hidróxido de ferro(III) (Kps = 3,8 x 10-38), em uma solução com [Fe3+] = 0,056 g/L. 
MMFe = 56 g/mol. Resposta: [OH-] = 3,36 x 10
-12 mol/L. 
Lista de Exercícios – Equilíbrio de Solubilidade 
Professor Frank Pereira de Andrade 
Universidade Federal de São João Del Rei 
Campus Centro Oeste Dona Lindu (CCO/UFSJ) 
 
18 – Haverá formação de precipitado na mistura de 50 mL de nitrato de chumbo(II) 5 x 
10-3 M com 100 mL de tiocianato de potássio 5 x 10-3 M. Kps = 2,0 x 10-5. 
Resposta: Não, pois PI (1,85 x 10-8) < Kps. 
 
19 – Haverá formação de precipitado na mistura de 2 mL de CuSO4 0,002 M com 2 mL 
de cromato de potássio 0,01 M. KpsCuCrO4 = 3,6 x 10
-6. 
Resposta: Não, pois PI (5 x 10-5) > Kps. 
 
20 – Um estudante de farmácia necessita separar os íons Fe3+ e Mg2+ presentes em 
uma solução 0,01 M de cada espécie. Um recurso seria a precipitação dos respectivos 
hidróxidos. Sabendo que KpsMg(OH)2 = 6 x 10
-10 e KpsFe(OH)3 = 3,2 x 10
-38, faça o que se 
pede. 
a) Diga qual hidróxido precipitará primeiro e que qual pH isso acontece. 
b) Diga em qual pH o segundo íon precipitará. 
c) Que fração de íon estará sem precipitar quando começar a precipitar o segundo 
íon? Sabendo que a separação é quantitativa quando a concentração do íon que se 
precipita primeiro se reduz a um valor da ordem de 105 vezes do valor inicial no 
momento em que o segundo íon começa a precipitar, diga se esta separação é 
quantitativa ou qualitativa. 
Respostas: a) pH = 2,17 ; b) pH = 10,39 ; c) [Fe3+]final/[Fe
3+]inicial = 2,18 x 10
-23%, a 
precipitação é quantitativa. 
 
21 – Calcule a massa de A3B2 (MM = 200 g/mol ; Kps = 10-20) que se dissolverá em 500 
mL de solução que contém 0,10 g de “A” (MM = 50 g/mol). 
Resposta: 5 x 10-6 g. 
 
22 – Adicionou-se 1,7 mg de nitrato de prata (MM = 169,9 g/mol) a 100 mL de uma 
solução saturada de cloreto de prata (Kps = 1,56 x 10-10). Determine a concentração de 
íons cloreto em solução. 
Resposta: 1,56 x 10-6 mol/L. 
 
Lista de Exercícios – Equilíbrio de Solubilidade 
Professor Frank Pereira de Andrade 
Universidade Federal de São João Del Rei 
Campus Centro Oeste Dona Lindu (CCO/UFSJ) 
 
23 – Determine a massa de cálcio (MM = 40,08 g/mol) que será removida de um 
precipitado de oxalato de cálcio (CaC2O4, MM = 2,3 x 10
-9), ao ser lavado com 200 mL 
de oxalato de amônio? 
Resposta: 1,84 x 10-7 g. 
 
24 – Determine a massa de sulfato de bário (Kps = 1,1 x 10-11 ; MM = 233,36 g/mol) 
que se dissolverão se lavarmos com: 
a) 250 mL de água. 
b) 250 mL de solução 0,83 mol/L de sulfato de amônio. 
Respostas: a) 0,194 mg ; b) 7,76 x 10-10 g. 
 
 
Referências 
 
1. Harris, D. C. Explorando a Química Analítica. 4ª ed. LTC – Livros Técnicos e 
Científicos Editora, Rio de Janeiro, 2011. 
2. Harris, D. C. Análise Química Quantitativa. 6ª ed. LTC – Livros Técnicos e Científicos 
Editora, Rio de Janeiro, 2005. 
3. Skoog, D. A.; West, D. M.; Holler, F.J.; Crouch, S. R. Fundamentos de Química 
Analítica. 8ª ed. Pioneira Thomson Learning, São Paulo, 2006.

Outros materiais